EntreContos

Desafios Literários, Contos e Resenhas

Regulamento Desafio Filmes e Cinema

I – Do Texto e do Envio 1) A participação no Desafio EntreContos é totalmente gratuita. O Desafio é voltado a ESCRITORES que orgulhosamente sejam também LEITORES. 2) Os interessados … Continuar lendo

Destacado · 8 Comentários

Laço Rosa de Cetim (Insólito)

Ele andava perdido pela cidade, ia rápido e mais parecia um robozinho de chumbo a dar passos apressados do que um homem que mal passara da meia-idade. Usava um chapéu … Continuar lendo

31 de outubro de 2014 · Deixe um comentário

A Rainha da Noite (Noxeema)

Se São Paulo possui uma rainha noturna, ela certamente se chama Felícia. Nossa Rainha da Noite! Uma estrela, uma beldade. Daquelas que vemos somente nos cinemas, tamanha sua beleza e … Continuar lendo

29 de outubro de 2014 · 13 Comentários

Os Estranhos (Pin-Up Girl)

A mulher chorava, os olhos estavam vermelhos. Eles a olhavam com expressões veladas e inexistentes. Um olhar vago e vazio. As cabeças tortas como de aves curiosas. Tinham um jeito … Continuar lendo

28 de outubro de 2014 · 10 Comentários

Gramur (Play Rec)

O Homem é a cloaca do universo – Charles Bukowski.   O queixinho moreno indicou o homem esguio de roupas espalhafatosas e traquejos; ora cômicos, ora medonhos, que parou no … Continuar lendo

27 de outubro de 2014 · 9 Comentários

E Então Acabou (Daniel Court)

Baseado e ambientado na ideia de fim de mundo do filme 2012. E Então Acabou Eis que o mundo declama seu fim. O prenúncio caótico do já ruinoso planeta se … Continuar lendo

25 de outubro de 2014 · 13 Comentários

O Balanço (Ricardo Labuto Gondim) – Off Desafio

É nas tardes de sexta-feira que os Senhores de Engenho do mercado de comunicação recordam: algo que já deveria estar pronto ainda precisa ser feito. É fácil compreendê-los. Não criam, … Continuar lendo

25 de outubro de 2014 · 5 Comentários

Pomona (Mandrágora)

Ouvi Samara e Alexandre correndo pela escada da varanda. Atravessaram a espaçosa sala de estar e em instantes estavam atrás de mim, na cozinha, pulando e gritando. Desliguei a torneira … Continuar lendo

24 de outubro de 2014 · 13 Comentários

Guerras Internas (Luiza Rocha)

Cheguei no templo ansioso para saber o desfecho da batalha sobre Coruscant. Já tinha conhecimento sobre o pouso de emergência feito com extrema perícia pelo mais brilhante e promissor representante … Continuar lendo

23 de outubro de 2014 · 10 Comentários

Os Impostores (Shylock)

Era manhã de terça-feira, e Helen estava atrasada para as gravações, outra vez. Desceu até a cozinha, Rosa dava o café para as crianças, ou pelo menos tentava. -No, no, … Continuar lendo

23 de outubro de 2014 · 13 Comentários

Ópera Espacial (Stan Lee Rubik)

I Raiava o Sol sobre as águas, montanhas e florestas, indicando que um novo amanhã se iniciava. O objeto pontiagudo, alto e semitransparente, venerado por diversos grupos de criaturas locais, … Continuar lendo

22 de outubro de 2014 · 16 Comentários

Lua de Mel no Titanic (Vivien Leigh)

Com as mãos atrás da cabeça, os pés cruzados, deitado na varanda da cobertura do seu apartamento em Gotham City, Batman, entediado, vestindo a roupa de super herói para lembrar … Continuar lendo

22 de outubro de 2014 · 44 Comentários

Homens de Preto (Roberto Nascimento)

As luzes do ocaso tingiram o horizonte de Ipanema com uma profusão de matizes avermelhadas que faria Monet revirar-se na cova em busca de tinta e pincel. O mar, espelhando … Continuar lendo

22 de outubro de 2014 · 56 Comentários

A Protagonista (Nicole Kidman)

Quem nunca desejou um encontro romântico com trilha sonora? Roubar a cena e passar de figurante a herói? Marlene, cujo nome homenageava a famosa diva de longas pernas herdara da … Continuar lendo

21 de outubro de 2014 · 30 Comentários

Em Três TOCs (Jack Hunt)

Cássio girou a maçaneta da porta com a mão direita. Trancada. Girou novamente, desta vez, com a mão esquerda. Trancada. Repetiu os movimentos três vezes até se certificar de que … Continuar lendo

21 de outubro de 2014 · 27 Comentários

Chanchada Decadente (Alexandre Frota)

Ato I – Vida Cáustica Antonieta Burglary está sentada, semiacocorada, no parapeito da janela de seu apartamento, com as costas no batente e os glúteos nus na pedra de granito. … Continuar lendo

21 de outubro de 2014 · 35 Comentários

Todavia (Wender Lemes)

O mundo é vasto desde que o mundo é mundo, e vasto e imundo é que se forma belo. Maria José cresceu num bar em Poço Fundo, lavando copos, às … Continuar lendo

16 de outubro de 2014 · 6 Comentários

Lona Preta (Ledi Spenassato)

Ladrão de Terras. Invasor, vagabundo, preguiçoso. Fui taxado de muitos adjetivos. Mas, o ronco de meus intestinos, só eu é que sei.  Noites inteiras sem dormir, uma lombriga comendo o … Continuar lendo

13 de outubro de 2014 · 3 Comentários

Enquete para o Desafio de Outubro

Hora de aquecer as turbinas! Novo desafio à vista! Vamos escolher o sistema de comentários, o tipo de votação, o limite de palavras e, claro, o tema. Clique no botão “Iniciar”, … Continuar lendo

12 de outubro de 2014

O Vereador Bem Intencionado (Sonia Rodrigues)

O vereador Otacílio era o homem das ideias. De moinhos de vento a árvores de poemas, ele defendia tudo que prometesse tornar esse um mundo ecológico. Que maravilha, um planeta … Continuar lendo

11 de outubro de 2014 · 2 Comentários

Reverberação (Brian Lancaster)

As sombras gigantes do paredão sem fim assemelhavam-se a um relógio de Sol, moderno. O ponteiro menor, criado indiretamente por um jovem solitário, demonstrava que a manhã recém-nascida trazia consigo … Continuar lendo

10 de outubro de 2014 · 7 Comentários

O Homem, o Deus e a Lenda (Lucas DaiLeon)

Um bloqueio. Uma esquiva. E tudo se transformou em lendas. Hirotaro pisou na arena para sua última noite de duelos, mais duas lutas e conquistaria a liberdade. Em uníssono, os … Continuar lendo

10 de outubro de 2014 · 3 Comentários

Autorretrato da loucura (Rafael Sollberg)

“Nós vivemos em um arco-íris de caos” Paul Cézanne Sozinho no mundo, despedaçado pelo fracasso. Mutilado pelo delírio recorrente, o homem de cabelos vermelhos encarou a tela branca jogada no … Continuar lendo

10 de outubro de 2014 · 5 Comentários

O Dia e o Assassinato (Anorkinda Neide)

Amanheço em sossego, um doce sossego. A brisa traz a meiguice matinal do vento. Dali a pouco o calor ser´s escaldante, mas agora a brisa é doce… Sossego… Conforme a … Continuar lendo

9 de outubro de 2014 · 15 Comentários

Laurinha e Mario guiando no mundo imaginário (Rodrigues)

Descia a rua de skate junto de seu amigo Mario. Mas Mario não existia e Laurinha não conseguia vê-lo. Morria de vontade de tomar sorvete e comer todos os doces … Continuar lendo

9 de outubro de 2014 · 5 Comentários

Linha Tênue (Rubem Cabral)

Quais são os limites da palavra escrita? Até onde um livro poderia invadir a sua zona de conforto? Aqui: realidade. Lá: fantasia. Seria assim tão fácil? Você está mesmo tão … Continuar lendo

8 de outubro de 2014 · Deixe um comentário

Mito ou Herói (Swylmar Ferreira)

Pode o homem ser mais do que um homem? Esta pergunta sempre esteve em minha mente. Hoje mesmo a questão me veio por diversas vezes. Estava cansado de dirigir o … Continuar lendo

8 de outubro de 2014 · 6 Comentários

Quarto de número Nove (Ledi Spenassato)

Premeditei no quarto de um hotel o assassinato.  330,00 km de distância longe de casa. Em um passei de moto, na companhia de  uns vinte motociclista, que sequer poderiam imaginar … Continuar lendo

8 de outubro de 2014 · 5 Comentários

A Descoberta de Marcelino (Maria Santino)

Marcelino estranhava o esmalte rubro adornando as unhas da sua doce mãezinha, porém se prendia no afago gostoso aninhado em seus braços na prévia do adormecer. Se pudesse demoraria ainda … Continuar lendo

8 de outubro de 2014 · 7 Comentários

O Imperador (Daniel Vianna)

‘Bárbara e Flip formariam um belo casal, mas um terceiro elemento ingressou na relação e os conduziu a um rumo bem inesperado.’ Bárbara era já uma linda mulher. Com seus … Continuar lendo

7 de outubro de 2014 · 2 Comentários

Paixão (Rodrigo Toffolo)

Tanto tempo se passou desde a última vez que nos vimos, e por todos esses anos você ficou tão presente em meu imaginário, que agora, ao te ver assim, de … Continuar lendo

7 de outubro de 2014 · Deixe um comentário

A Virgem, o Músico e a Puta (Gustavo Andrade)

α   A música não existia, foi então que eu a criei. O amor virava poesia: eu o compus e musiquei. A lira de minhas mãos – e daquele que, … Continuar lendo

7 de outubro de 2014 · 2 Comentários

A Diva (Rubem Cabral)

Monika Stuttgart era uma virtuose da ópera, justiça seja feita, sem dúvida alguma, sem dúvida alguma. Alcançava notas impossíveis, tinha ouvido supra absoluto, fôlego de mergulhador de apneia em profundidade. … Continuar lendo

7 de outubro de 2014 · 6 Comentários

Sonata em noite sem luar (Marco Piscies)

Em 2065, as lendas urbanas que envolviam Carlos, o Violonista, tornaram-se muitas. Elas nasceram na faculdade de música que ele nunca conseguiu terminar. Era o maior violonista que o mundo … Continuar lendo

6 de outubro de 2014 · 6 Comentários

Noite que se ia (Juscimara Mendes)

Demétrio levantou-se da cama, posteriormente acordou de verdade. Passou manteiga em um pão, que era do dia anterior. Viu que eram 7h. Contemplou, por meio da janela, a paisagem. Caía … Continuar lendo

6 de outubro de 2014 · 4 Comentários

Ravenous Raven: the hungry darkness within (Amanda Leonardi)

There is a monster in my mind. And I think I’m going insane. At first it used to disguise as a raven, just flying around whenever it felt like, screaming … Continuar lendo

6 de outubro de 2014 · 3 Comentários

My Best [girl]Friend (Welington Hungria)

Todo mundo que já se apaixonou por alguém, com certeza se apaixonou por sua melhor amiga também. Eu como, um bom rapaz, que sempre esta nas regras e não nas … Continuar lendo

6 de outubro de 2014 · 3 Comentários

Tudo Azul (André Luiz)

Seus olhos me seduziam. Estava eu estático, ela também. Ambos nos fitando como rivais; bichos do jeito que éramos. Azuis como sempre foram estavam suas íris, na cor azul-piscina, radiantes … Continuar lendo

6 de outubro de 2014 · 6 Comentários

O Escritor (Jowilton Amaral)

Eu não conseguia mais escrever. Minha prodigiosa imaginação, tão louvada no passado, se dissipou, e tal qual fumaça, foi levada pelo vento e desapareceu.  Sentia-me traído, como se a companheira … Continuar lendo

6 de outubro de 2014 · 4 Comentários

Cortes na Chuva (Marquidones Morais)

Harima, Japão, 1609.   Os cinco samurais corriam pela floresta, o som de seus passos sendo cobertos pelo barulho da chuva torrencial sobre as árvores que os cobriam. O momento … Continuar lendo

6 de outubro de 2014 · 2 Comentários

Transtorno Antissocial (Ledi Spenassatto)

Sufocou-a, com cuidado para que não gritasse e, também, não morresse antes da hora. Certificou-se de que ninguém pudesse interromper esse momento de êxtase.  Começou pelas unhas: aparou-as,carinhosamente, cortou  pouco … Continuar lendo

6 de outubro de 2014 · Deixe um comentário

Eduardo Barão

Estudante de Direito, paranaense (com direito a sotaque carregado e todas as prendas sulistas imagináveis), paradoxal, perfeccionista e escritor ocioso. Começou novinho: com dez anos já redigia esboços que futuramente … Continuar lendo

6 de outubro de 2014 · 1 comentário

Resultados do Desafio Sobre Música

Caros participantes, amigos e curiosos de sempre. Definitivamente, um desafio eletrizante. Quarenta contos de alto nível em que cada voto, cada nota contou e, no fim, fez a diferença. O nível … Continuar lendo

5 de outubro de 2014 · 41 Comentários

Votação – Música

Caros participantes, Como sempre, agradecemos a presença de todos por aqui. Cresçam os acordes, rufem os tambores. É hora de votar! O tema “Música” resultou no expressivo número de 40 (quarenta) … Continuar lendo

20 de setembro de 2014 · 38 Comentários

Inverno (Fabio D’Oliveira)

O vento gelado bateu com força nos dois, mas apenas Helena sentiu frio. Hiems sorriu gentilmente ao ver a careta da menina. — Vamos falar das estações do ano — … Continuar lendo

20 de setembro de 2014 · 38 Comentários

Confidências (Gustavo Araujo)

Rafaela tinha seis anos quando nos conhecemos. Como todo início de amizade, ainda mais numa idade tão tenra, nosso primeiro contato foi de uma distância respeitosa. Apesar disso, conversamos, tentando … Continuar lendo

20 de setembro de 2014 · 46 Comentários

Aurora (Felipe Moreira)

“On borderland we run. I’ll be there tonight. A high road, a high road out from here”. Quando Adeba viu a bandeira negra dançando sobre seu vilarejo, sentiu a ardência … Continuar lendo

20 de setembro de 2014 · 37 Comentários

Pequenos Prazeres (Edivana Berganton)

Eu poderia sentir o aroma de sol em sua pele! Não, isso é bobagem. Estamos ao sol, mas dela apenas se desprende o aroma do desodorante – eu que não … Continuar lendo

20 de setembro de 2014 · 43 Comentários

Regressão (Angélica Vianna)

I hear Jerusalem bells are ringing Roman Cavalry choirs are singing Be my mirror my sword and shield My missionaries in a foreign field (Viva La Vida – Coldplay) As … Continuar lendo

20 de setembro de 2014 · 39 Comentários

Faremos do mesmo jeito (pois adoramos os problemas) – (André Luiz)

O som de seu rádio tocava uma música agitada, assim como o trânsito caótico lhe irritava ainda mais naquele dia. Seus olhos esbugalhados se fixavam apenas no horizonte negro e … Continuar lendo

20 de setembro de 2014 · 47 Comentários
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.278 outros seguidores