EntreContos

Desafios Literários, Contos e Resenhas

Regulamento Desafio Música

Pesquisa terminada! Durante seis dias a balança pendeu ora para o sistema aberto, ora para o sistema fechado, revelando toda a polêmica sobre o que se deseja nos nossos desafios. A … Continuar lendo

Destacado · 16 Comentários

O Voo da Fênix (O Vigia)

Não sei ao certo quando tudo começou a “desandar”, e a vida, como ela deveria ser – como ela deveria ter sido –, passou a fazer sentido em minha cabeça, … Continuar lendo

15 de setembro de 2014 · Deixe um comentário

A Balada da Lua Alfa (Mageboom)

Percorrendo as ruas que se iluminavam aos poucos, já com a noite a cobrir a cidade, um homem andava à procura de algo para se divertir. Acabara de aportar na … Continuar lendo

14 de setembro de 2014 · 4 Comentários

Escolhas (Trinidad)

Naquela noite não dormiu. Ficou sentindo o abraço apertado da mulher. A marca avermelhada da mordida no tórax dele ainda podia ser notada. Ele não conseguiu deixar de sorrir. Um … Continuar lendo

14 de setembro de 2014 · 17 Comentários

A felicidade é uma arma quente (Holden Chapman)

“Happiness is a warm gun Happiness is a warm gun, mama When I hold you in my arms And I feel my finger on your trigger I know nobody can … Continuar lendo

13 de setembro de 2014 · 10 Comentários

A Fantasia de Carnaval de Pedro (Ana Terra)

O Pierrot apaixonado chora pelo amor da Colombina  E é sua sina chorar na ilusão em vão, em vão   Um simples baile de Carnaval. Um animado e divertido baile … Continuar lendo

13 de setembro de 2014 · 26 Comentários

E ainda estou confuso (Rico rico)

Deslizava pelo ar, sentindo as cores das flores, o perfume dos néctares, em dueto com o vento… Pousava, sorvendo, de leve, o líquido, breve movimento… Tornava a voar, talvez feliz? … Continuar lendo

12 de setembro de 2014 · 13 Comentários

Influência dos Deuses (Krieg)

Acreditavam os antigos, que tudo que havia sido criado pelos deuses jamais seria recriado ou até mesmo descrito com uma certa perfeição por meros seres que teriam como principal razão … Continuar lendo

12 de setembro de 2014 · 14 Comentários

A minha tevê tá louca (Edith Regrette)

A televisão já estava ligada quando, na sala do apartamento, sentou no sofá para ver a novela. Uma cena insossa, de um casal sem graça. Uma verdadeira desgraça de casal, … Continuar lendo

12 de setembro de 2014 · 14 Comentários

O Ano do Gato (Peter Lorre)

Amanheceu no filme desbotado de um país exótico. Caía uma chuva fina e lenta, que arrulhava como uma distante fonte e tocava os vidros da pesada janela de madeira. Abriu … Continuar lendo

10 de setembro de 2014 · 14 Comentários

Mar dos olhos de Marcela (Klaus)

Sem ela. A cada passo dado, o vento se aproveitava da força concedida por Deus para converter cada rajada em navalha que lhe fatiava os sonhos. Vento transformado em navalha … Continuar lendo

9 de setembro de 2014 · 16 Comentários

Tenha um bom dia (João Bom João)

Sentado no carro que era o último bem que lhe restara e que havia se tornado sua casa nas últimas duas noites, o rapaz ensaiava o assalto inúmeras vezes em … Continuar lendo

9 de setembro de 2014 · 14 Comentários

Ilariê (ChuCha)

Balões. Balões… Redondos, cilíndricos, em corações… Coloridos, gigantes, miudinhos. Aos punhados e sozinhos… Mãos humanas amáveis adornam o quintal de grama verde. Uma piscina com bolinhas de cores sortidas para … Continuar lendo

9 de setembro de 2014 · 29 Comentários

Não há descanso para os malditos (Ferrugem)

Viva… Era uma mulher da vida, acostumada aos olhares de repulsa e aos gestos obscenos, presentes no arsenal de qualquer garoto do ensino médio. Qual é o seu problema comigo, … Continuar lendo

8 de setembro de 2014 · 26 Comentários

O Rosto da Atriz (Lya Rossi)

Se eu pudesse entrar na sua vida… Foram as primeiras palavras que ouviu assim que se sentou. Alguém repassava a fala da protagonista com a impaciência de iniciante. Restavam ainda … Continuar lendo

8 de setembro de 2014 · 17 Comentários

As velhas opiniões (Mr. Beetle)

 A rotina – motivo de enfado sem fim para a maioria dos indivíduos ditos normais – sempre fora um alento, um porto seguro de conforto e até de prazer, para … Continuar lendo

8 de setembro de 2014 · 34 Comentários

Carnaval (O Imbecil Coletivo)

“Masquerade!  Paper faces on parade…  Masquerade! Hide your face, So the world will  Never find you!” Vejam as cores despreocupadas em se misturar! Ouçam a alegria estridente! Sintam o pecado … Continuar lendo

8 de setembro de 2014 · 20 Comentários

Homem do Cão (Lost Forever)

Deliberadamente bêbado. Sentado de fronte uma larga janela movia sua cabeça lentamente para um lado e para outro. Em algumas vezes fazia uma lenta circular acompanhando com os olhos entreabertos … Continuar lendo

7 de setembro de 2014 · 22 Comentários

Saturnália (Uzbek Falstaff)

— Araponga! Araponga! Apareça, secretário! Era o mês das comemorações, aquele em que pomos as mãos no vento e quebramos o Tempo em dois como um biscoito. Os sábios do … Continuar lendo

6 de setembro de 2014 · 18 Comentários

Fortuna (Gil)

Faltava um quarto de hora pro meio dia, o sol ardia no firmamento, e Zezé, na barraca de peixe, brincalhão e bondoso que só ele, cedia duas tainhas para o … Continuar lendo

6 de setembro de 2014 · 38 Comentários

Pesadelos (Tio Jason)

“Um, dois, Freddy vem te pegar, Três, quatro, é melhor trancar sua porta, Cinco, seis, agarre seu crucifixo, Sete, oito, permaneça acordado, Nove, dez, não durma de novo.”   Bernardo … Continuar lendo

6 de setembro de 2014 · 37 Comentários

Sonham as Montanhas Russas com Trilhos de Ouro? (Karla Lennart)

Dizia que me amava. Que aquele passeio seria especial. Fez promessas. Acreditei em tudo. No fim, a realidade falou mais alto. Fui abandonada sem dó nem piedade naquele imenso deserto. … Continuar lendo

5 de setembro de 2014 · 35 Comentários

Highway to Hell (Fermín Romero de Torres)

O Opala 87 cortava a rodovia a 160km/h, o vidro traseiro estilhaçado de buracos de bala, o Rock explodindo no rádio: “Living easy, livin’ free Season ticket, on a one, … Continuar lendo

2 de setembro de 2014 · 41 Comentários

Resultado da Enquete para o Próximo Desafio

2 de setembro de 2014 · 19 Comentários

Gaiola (Eduardo Barão)

Após titubear incansavelmente diante do futuro e das possibilidades, finalmente acordei. Não era um despertar comum, certamente. Meus olhos mareja-esbugalhados só expressavam o quão tétrico era aquele momento. Do talho … Continuar lendo

1 de setembro de 2014 · Deixe um comentário

Estações em mim (Claudia Roberta Angst)

Quando mostraram o teu coração, eu já estava cega. Ainda assim, insistiram em te explicar em negativas. Mais de uma vez. Centenas de vezes, revelaram um conteúdo vazio, sem interesse … Continuar lendo

30 de agosto de 2014 · 6 Comentários

Castigo? (José Leonardo)

Quando Vito, o Chinchila, cruzou o espaço mobiliado da sala correndo feito um louco para a cozinha, Pedro Sassá afirmou: — Lá vem besteira, e da grossa. Os dois rapazes … Continuar lendo

29 de agosto de 2014 · 2 Comentários

Pequenos Detalhes (Marquidones Morais)

Era mais uma manhã como todas as outras na pequena fazenda, Joshua havia acordado um pouco mais tarde naquele dia de sábado dando graças a Deus por não ter aula, … Continuar lendo

29 de agosto de 2014 · 4 Comentários

O Último Escárnio (Maria Santino)

Abrantes caminhava no final da tarde praticamente no meio da avenida. Regressava do trabalho, a caminho de casa. A chuva fina que caia ocultava as lágrimas. As zombarias sempre foram … Continuar lendo

28 de agosto de 2014 · 4 Comentários

O Poder dos Astros (Thiago Albuquerque)

A enorme sombra se projetou sobre as águas límpidas do oceano pontuado por montanhas alvas que flutuavam levadas pelas mãos secretas das correntes. A nau brilhante que impavidamente fazia pouco … Continuar lendo

28 de agosto de 2014 · 2 Comentários

Efraim (José Leonardo)

Ele perdeu a aposta e não se furtou ao castigo. Cumpriu a palavra, sofrendo o salário de tamanha presunção, tamanha divagação sobre açucarados paraísos de santos. Tomemos, como exemplo, um … Continuar lendo

28 de agosto de 2014 · Deixe um comentário

Os Observadores (Jowilton Amaral)

Liguei a seta e entrei a direita numa rua de paralelepípedos escura e deserta, ladeada por um manguezal sombrio. A pavimentação mal conservada me obrigava a ir bem devagar, eu … Continuar lendo

28 de agosto de 2014 · 2 Comentários

Criação Literária (Anorkinda Neide)

Num contexto formado por textos, vivia a criação do Homem. Um castelo criado com sonhos, erigido por letras, que uma a uma levantaram as paredes da ficção. Voavam as inspirações, … Continuar lendo

28 de agosto de 2014 · 10 Comentários

Stormy Stream (Amanda Leonardi)

Just like everyone in the universe, they run in the dark. The world is a dark ocean and all they can do is to move forwards. There is no past, … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 6 Comentários

Reflexo da Escuridão (Amanda Leonardi)

A escuridão pode ser algo complexo, de fato; porém é ao mesmo tempo bem simples. É desta matéria que todos somos feitos, de sombras. Entretanto, quando respiramos, adquirimos a estranha … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 8 Comentários

O Anjo (Jowilton Amaral)

Estávamos apenas eu e minha filha, Guta, de cinco anos, no parquinho da nossa quadra. Era sábado, entre oito e nove da manhã, dia vinte e um de junho de … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · Deixe um comentário

Uma breve missiva (Maria Santino)

Este relato é a descrição sucinta de tudo que vivenciei em dias tenebrosos de nossa existência.  Nós falhamos. E falhamos justamente por desejarmos tanto, por sermos tão gananciosos e soberbos. … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 5 Comentários

Tênue (Miguel Bernardi)

I Quem sou eu? Sempre quis saber quem sou. Nunca obtive resposta satisfatória. Será que um dia irei saber? Provavelmente, não. Olho-me no espelho. Vejo meus olhos, totalmente brancos. Meu … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 3 Comentários

Erros Induzidos (Lucas “DaiLeon” Rezende)

Parte I Jazia escondido em meio aos arbustos o bleidr procurado vivo ou morto. Os cães farejadores comandados pelos domeinn não demorariam a encontrá-lo. Era apenas uma questão de tempo. … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 6 Comentários

Redavoice: Minhas Férias (Rubem Cabral)

Rio de Janeiro, 01 de Agosto de 515 D.F.G. O que dizer sobre minhas férias, senão que foram perfeitas, fixecool e incriordinárias? Ainda no inicio de Julho, meu mainté, Tuomas, … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 14 Comentários

Deuses Entre Nós (Jefferson Lemos)

“Pois não há morto que fique em repouso eterno, E com imensa idade, poderá finar-se a morte.” -Trecho do Necronomicon Em sua morada em R’lyeh, morto Cthulhu espera sonhando, e desejo, do âmago do meu … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 8 Comentários

Silêncio Interestelar (Brian Lancaster)

No final, todo ser humano deseja apenas ser amado… Desceu o dedo indicador suavemente por sua face. Afagou seus cabelos e, por fim, a abraçou. Longa e demoradamente. A gota … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 11 Comentários

Condenado (Ceres Marcon)

Thales dependia do tempo. Enquanto jogava dentro da mochila o dinheiro guardado no cofre, escutou o estrondo vindo do telhado. Aquele seria o primeiro sinal? Sentia-se apavorado demais para lembrar, … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 6 Comentários

Tudo por causa de um muro (José Leonardo)

As brigas eram constantes e os palavrórios, por vezes, atravessavam madrugadas. Duas mulheres prestes a entredevorar-se. Os vizinhos estavam a ponto de rogar por bom raio que as fulminasse. Tudo … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 6 Comentários

Amar É… (Rodrigues)

Carlão foi pra sala desconcertado. A mulher resmungava do quarto. Outro dia, manhã, lia as notícias do esporte. A esposa passou pra cozinha. Rápida, calada. A camisola, vulto fantasmal. Respeitosa … Continuar lendo

27 de agosto de 2014 · 9 Comentários

Próximo Desafio

Hora de pensar no próximo desafio. Sistema, limites e tema. Seguindo a filosofia de evitar influências, vamos acessar a enquete abaixo e fazer a nossa parte!

26 de agosto de 2014

Novos Céus, Nova Terra (José Geraldo Gouvea)

Jesus des­ceu de seu trono na cidade de Jeru­sa­lém, a Nova Jeru­sa­lém, noiva de Deus, cal­çou as suas anti­gas san­dá­lias de pes­ca­dor gali­leu e saiu pelas ruas pavi­men­ta­das de jaspe … Continuar lendo

26 de agosto de 2014 · 9 Comentários

RedruM: Contos de Crime e Morte

Sete contos dão corpo a “RedruM – Contos de Crime e Morte” que, naturalmente, transitam pelos campos do assassinato em seus enredos. Em “Refração”, conto que abre este livro, Diogo … Continuar lendo

25 de agosto de 2014 · Deixe um comentário

Claudia Roberta Angst

Claudia Roberta Angst nasceu em Santos (SP). Graduada em Letras pela Universidade Católica de Santos (UNISANTOS), é licenciada em Português, Inglês e Francês. Atua como professora particular de línguas e … Continuar lendo

25 de agosto de 2014 · Deixe um comentário

Resultados do Desafio “Bruxas”

Caros participantes, amigos e curiosos de sempre. Definitivamente, este foi o melhor desafio se considerarmos o nível de empenho dos participantes. Trinta contos, mais de novecentos comentários. Jamais na história … Continuar lendo

22 de agosto de 2014 · 49 Comentários
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.267 outros seguidores