EntreContos

Literatura que desafia.

Em 300 metros você chegará – Crônica (Milton Meier Junior)

Eram duas morenas. Lindas. Novinhas, deviam ter uns 20 e poucos anos. Bem arrumadas, maquiadas e com cabelos longos e lisos. As duas carregando essas malas de rodinha. Entraram no … Continuar lendo

17 de setembro de 2017 · 4 Comentários

Ah, os franceses! – Crônica (Higor Benizio)

Hoje eu vi, pela janela do ônibus, o recente Fiat Toro. Um carro realmente lindo, lindo, lindo. Um 4×4 muito distante da minha realidade de estudante de graduação em Geofísica, … Continuar lendo

8 de setembro de 2017 · 4 Comentários

Merica – Crônica (Eduardo Selga)

Mesmo quando menino, nunca fui um verdadeiro entusiasta do futebol, daqueles dramáticos e meio patéticos quem batem boca e rompem amizades por conta de uma zombaria contrária ao meu time. … Continuar lendo

6 de setembro de 2017 · 2 Comentários

O cara que limpava nossa piscina – Crônica (Joy Alvez)

Mas um maço de folhas que vai parar no cesto de lixo, escrever sobre qualquer coisa nesses dias quentes e abafados de março parece uma missão quase impossível.  Eu levanto … Continuar lendo

13 de julho de 2017 · 2 Comentários

Da Pós-Verdade ao Gromelô – Crônica (Eduardo Selga)

Em tempos de pós-verdade, essa palavra recentemente tatuada na língua da opinião pública para definir um tipo sofisticado de mentira que existe de priscas eras, é preciso tomar todo cuidado … Continuar lendo

6 de julho de 2017 · 10 Comentários

“Hey Mãe” – Crônica (Marcilene Cardoso)

”Hey mãe! Eu tenho uma guitarra elétrica Durante muito tempo isso foi tudo Que eu queria ter Mas, hey mãe! Alguma coisa ficou pra trás Antigamente eu sabia exatamente o … Continuar lendo

22 de abril de 2017 · 2 Comentários

2º REC Rio – Crônica (Catarina Cunha)

Talvez seja mais seguro escrever uma crônica sobre o Rio (REC = Resistência Entre Contistas) começando pelas amenidades. Por mais carioca que eu me sinta, não consigo abandonar meus hábitos … Continuar lendo

8 de abril de 2017 · 10 Comentários

Amor de cão – Crônica (Catarina Cunha)

As surras de toalha molhada nem as tapas na cara não o deprimiam, ajudavam a analisar seus erros explícitos ou subliminares: demorou mais de dez minutos para perceber o novo corte … Continuar lendo

17 de fevereiro de 2017 · 3 Comentários

Querido Papai Noel – Crônica (Catarinha Cunha)

Querido Papai Noel,   Suzete pendurou a meia-arrastão na janela prendendo cartão decorado com purpurina e preenchido com letra caprichada:   Querido Papai Noel,            Este ano eu fui … Continuar lendo

23 de dezembro de 2016 · 10 Comentários

Ofício de Ossos – Crônica (Catarina Cunha)

Esmeraldina botou no mundo doze criaturas, oito se criaram, quatro Deus levou ainda anjos. E só não gerou mais porque o marido Cícero, coveiro da cidade, morreu de uma síncope. … Continuar lendo

27 de outubro de 2016 · 12 Comentários

Ensurdecer os tambores – Crônica (Eduardo Selga)

Vamos renascer das cinzas Plantar de novo o arvoredo Bom calor nas mãos unidas Na cabeça de um grande enredo (Renascer das Cinzas –Martinho da Vila)   Houve um momento … Continuar lendo

24 de agosto de 2016 · 2 Comentários

A flor-cadáver do homem-velocidade – Crônica (Eduardo Selga)

Nos anos em que fui adolescente, e mesmo nos primeiros tempos do que gostamos de chamar maturidade — se é que isso existe — frequentar salas de cinema equivalia, de … Continuar lendo

15 de junho de 2016 · 12 Comentários

Essa Coisa Estranha – Crônica (Gardel Dias)

Eram umas 23:36 hs em terra de Ferreira Gullar, ouvindo uma versão em inglês do Trem Azul de Lô Borges um dos grandes do clube da esquina, pois bem, a … Continuar lendo

8 de maio de 2016 · 2 Comentários

Hora do Arrocho – Crônica (Catarina Cunha)

– Ai! – Desculpa aí. – Não está vendo que não dá para passar… – Não quero passar. Só quero colocar o meu outro pé no chão. – Deu? – … Continuar lendo

14 de abril de 2016 · 2 Comentários

Lar-Cidade Morta – Crônica (Juliana Calafange)

Som de violência, bate-estaca, britadeira, machuca os ouvidos. Podia ser ritmo de rap, de funk, mas são máquinas trabalhando, derrubando bestialmente casas e passando por cima dos homens. Podia ser … Continuar lendo

14 de fevereiro de 2016 · 19 Comentários

Se não for aguda, é crônica – Crônica (Jowilton Amaral)

Deslizo com meu mocho pela casa/consultório, indo da sala até a cozinha. Conduzo-me pelo estreito caminho literalmente a pulso. Minhas mãos impulsionam-me para frente com a ajuda das paredes. O … Continuar lendo

11 de fevereiro de 2016 · 12 Comentários

Encontro com Agatha Christie – Crônica (Maria Flora)

No dia 12 de janeiro deste ano, completaram-se 40 anos da morte da escritora britânica Agatha Christie. Conhecida, mundialmente, como a “Rainha do Crime”, Agatha Christie escreveu dezenas de livros. … Continuar lendo

4 de fevereiro de 2016 · 8 Comentários

Meus velhos amigos – Crônica (André Lima)

Desprezei, durante um tempo, o papel e a caneta que seguro agora. A forma maquinal que eu a seguro, a força exata para fazê-la deslizar sobre o papel, a forma … Continuar lendo

13 de janeiro de 2016 · 5 Comentários

Consultoria e Astrologia – Crônica (João Kruger)

Os taxistas do Rio são umas figuras, todo mundo sabe. Gostam de bater papo e simulam intimidade como ninguém, em menos de 5 minutos se está amigo de qualquer um … Continuar lendo

23 de novembro de 2015 · 2 Comentários

Não aguento mais gente que não aguenta mais – Crônica (Catarina Cunha)

Antes das redes sociais, quando não queríamos mais ouvir comentários sobre uma determinada notícia, bastava desligar o rádio ou fechar o jornal ou se afastar disfarçadamente do chato do momento.  … Continuar lendo

10 de novembro de 2015 · 12 Comentários

Depoimento de um alienígena – Crônica (Antonio Stegues Batista)

Certo dia do ano de 2013, alguém me disse; O senhor tem Síndrome de Asperger. Para saber o que era, procurei na internet e quando li o artigo, percebi que … Continuar lendo

6 de outubro de 2015 · 6 Comentários

O cachorro, o menino, a senhorinha – Crônica (Eduardo Selga)

Trabalho com a palavra, e isso me provoca incertezas de todo o tipo. Sempre fico perguntando aos meus botões, aos meus mal-assombrados sótãos, que grau de dramaticidade é necessário haver … Continuar lendo

11 de setembro de 2015 · 2 Comentários

O cara com o charuto – Crônica (Higor Benízio)

Já era quase uma da manhã quando o suspiro do mundo decidiu invadir a casa pela janela. Quente, úmido, apaziguador e com cheiro de chuva, de terra molhada. Minha última … Continuar lendo

10 de setembro de 2015 · 2 Comentários

A crônica da janela – Crônica (Jowilton Amaral)

Tem dia que eu não consigo escrever. Hoje é um desses dias. O famoso dia chato. Fico olhando para tela e nada sai. Nenhuma inspiração para criar um conto aparece. … Continuar lendo

9 de setembro de 2015 · 3 Comentários

O Nome Dela – Crônica (Antonio Stegues Batista)

Eu tenho por costume, escrever meus textos à mão, para depois passar para o computador. Nesse processo vou fazendo uma revisão, modificando alguma coisa e acrescentando outras. Eu escrevo contos, … Continuar lendo

8 de setembro de 2015 · 5 Comentários

O silêncio de cada um – Crônica (Patrícia Dantas)

Tenho escutado e lido seguidamente que a verdade de cada um encontra-se num lugar chamado silêncio. Mera coincidência não pode ser. Porque nestes dias também eu me descubro aos poucos … Continuar lendo

7 de setembro de 2015 · 11 Comentários

Um pouco sobre a fé – Crônica (Catarina Cunha)

Sou uma mulher de família, sensível e agnóstica por definição. Falo assim, aos poucos, para não assustar o leitor na primeira linha. Na verdade sou uma mulher sem religião, coisa … Continuar lendo

5 de setembro de 2015 · 9 Comentários