EntreContos

Detox Literário.

Mundo Extraordinário, uma homenagem ao desafio Superpoderes (Neusa Fontolan)

Uma vez por mês nós nos sentamos em troncos, por toda volta de uma fogueira, para ouvirmos histórias reais que aconteceram em nosso mundo fantástico. É o dia do CONTA-ME … Continuar lendo

2 de janeiro de 2018 · 7 Comentários

Resultados do Desafio “Superpoderes”

Caros entrecontistas, amigos e curiosos de sempre. Um desafio superlativo, que demonstra que a supercriatividade é supercomum por aqui! No total, 47 contos inscritos, cujas autorias são reveladas na tabela … Continuar lendo

31 de dezembro de 2017 · 10 Comentários

Avaliação – Desafio “Superpoderes”

Caros entrecontistas e amigos, Agradecemos mais uma vez a presença de todos por aqui. No total 47 (quarenta e sete) supercontos inscritos para o último desafio do ano. É hora de avaliá-los … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 45 Comentários

A Fúria Inexorável do Tempo (Leonardo Jardim)

A madrugada avançava feroz sobre as horas. Engolia cada uma sem dó, enquanto eu me ocupava de assuntos aleatórios de importância relativa na grande rede de computadores. Naquele momento, por … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 43 Comentários

Capitão Narigudo (Fabio Baptista)

A luz do sol leva oito minutos para chegar a Terra. E eu levei só um segundo para me apaixonar por você. Átomos de hidrogênio foram esmagados no âmago da … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 46 Comentários

O Preço do Amanhã (Amanda Gomes)

“O futuro está ao seu alcance” E estava, você só precisava pagar. Sentada em uma cadeira pouco confortável, observei e fui observada. O rosto dela, antes desconhecido, agora era familiar. … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 49 Comentários

A Saga do Homem Fogo (Pedro Luna)

No começo, eu era um artista de circo. Sim, do Gran Circus Moringa, que fazia o maior sucesso no interior do nordeste. Sempre que a caravana chegava em alguma dessas … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 45 Comentários

Dona Morte (Fernando Cyrino)

Os olhos se fazem brilhantes e ela tenta disfarçar o desconforto. Não bate palmas e muito menos canta o parabéns na festa da sobrinha Susana. Sussurra para si mesma: “Minha … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 51 Comentários

A Toxicidade em Mim (Bianca Amaro)

Nunca imaginei que minha vida seria assim. Sempre fui a excluída do meu grupo de amigos e família. Aquela esquisita, que ninguém gostava ou ligava. Eu tinha um único amigo, … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 80 Comentários

O curto voo da borboleta (Ana Carolina Machado)

Seus pais sempre lhe diziam que era uma menina especial. Falavam em tom de alegria que a chamaram de Claire porque o nome significava ilustre e brilhante, exatamente o que … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 45 Comentários

Ensaio Sobre a Natureza Morta (Fil Felix)

Giovanni puxou as cortinas púrpuras e pesadas que cobriam a única janela do apartamento, abrindo as persianas de alumínio, deixando o sol afável da manhã banhar o cômodo. Havia um … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 48 Comentários

Memento Mori (Bia Machado)

Quando descobrimos o que conseguíamos fazer, nem dormimos. Passamos grande parte daquela noite em claro, Lúcia revivendo todas as formigas e flores murchas recolhidas no quintal, onde tudo começou. Foi … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 100 Comentários

Helena e a roda gigante (Daniel Reis)

Ruídos, luzes e pessoas podem ser bem assustadores – principalmente quando tudo o que você tem são quatro anos de idade. Helena mantinha-se firmemente ancorada, da forma como era possível, … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 45 Comentários

Morgana (Renata Rothstein)

Meu nome é Morgana, tenho sete anos, gosto de sorrir, amo ler, uso sempre um lenço vermelho na minha cabeça (hoje até acho bonitinho), e para mim a vida é … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 74 Comentários

Águas que atravessam (Claudia Roberta Angst)

“Pela sede, aprende-se a água.” – Emily Dickinson   Era aquela a sua sina: seguir por caminhos que geralmente terminavam em nada. Não era infeliz, dizia que não, mas em … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 46 Comentários

A Triste História de Marcos Santos (Edinaldo Garcia)

O Arrependimento   Relâmpagos clareavam por meros átimos o céu noturno. Raios rasgavam o horizonte enquanto milhões de pingos aquosos despencavam há horas em dilúvio. O vento sacudia os galhos … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 51 Comentários

A Lenda de Joconda (Paula Giannini)

O mundo é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. (…) Carlos Drummond de Andrade   … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 45 Comentários

Mural dos Desejos (João Freitas)

15 de Agosto de 2017 A Mãe permanecia de pé, junto à porta entreaberta do quarto da sua filha Fabiana. Sem as palavras certas para a abordar, contemplava-a no silêncio, … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 48 Comentários

Essa Menina Donalu (Eduardo Selga)

Luísa era filha da ex-princesa Dona Ana, o que fazia dela Luísa de Donana. Aos olhos de seu pai, entretanto, era Naninha. Para a ternura de Véio Bá, lá no … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 46 Comentários

Última Ilusão (Pedro Paulo)

Depois de mais uma sessão de diarreia e vômito, Gilberto Alves soube que morreria naquela noite. Como nas outras vezes, limpou-se como pôde e se deixou cair na poltrona encardida … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 63 Comentários

Uma jornada de herói (André Brizola)

Atravessar o batente e atingir o concreto da calçada foi significativo. Havia mais naqueles poucos passos do que em todos da semana anterior. Letícia olhou por sobre o ombro e … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 92 Comentários

Taxa Zero em Partículas Rhaman (Rafael Penha)

Nasci num dia relativamente frio, talvez isso explique minha condição. Meu pai conta que se lembra de olhar o Termômetro minutos antes do meu nascimento. Fazia uns 67 graus. Mesmo … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 73 Comentários

Retrato em preto e branco (Sigridi Borges)

Sentado em frente à janela de seu quarto, observava os que passavam apressadamente. Homens e mulheres, a passos largos, verificavam as horas para conferirem o atraso em direção ao trabalho. … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 82 Comentários

Bichoman (Catarina Cunha)

O fim: Sentado no banco da praça, apreciando o jardim iluminado pelo sol, lambeu a casquinha do sorvete para não escorrer pela mão. Um coelho branco o observava, ou melhor, … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 97 Comentários

Procela (Marco Piscies)

Fevereiro de 2002 Fabiana ultrapassou apressada os portões da faculdade, singrando o mar de transeuntes na calçada externa, seguindo na direção do estacionamento rotativo. Andava em longas passadas, balbuciando pedidos … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 45 Comentários

Feromônio de Alarme (Fátima Heluany)

A chuva bateu de madrugada, fremente e rápida. As folhas ainda conservavam os respingos e o cheiro de terra úmida purificava o ar. O sol voltava a brilhar deixando a … Continuar lendo

9 de dezembro de 2017 · 46 Comentários

Elementos (Neusa Fontolan)

Ah… a juventude e seus conceitos de fama e poder… Quisera eu ter o poder de plantar sementes de amizade em todos. Quisera poder entrar em cada um e semear … Continuar lendo

8 de dezembro de 2017 · 46 Comentários

Nosso dom (Estela Goulart)

Eu sempre tentei ser feliz, juro. Quando pequena, ia à escola apenas para ser alvo de risadas, comentários cruéis de outras crianças que mal sabiam como funcionava a vida, mas … Continuar lendo

7 de dezembro de 2017 · 50 Comentários

Uma cantora fantástica (Priscila Pereira)

“Cantora asiática tem carreira meteórica!” “Super estrela mundial faz primeiro show no Brasil.” Pedro revirou os olhos enquanto lia as notícias em seu tablet. Não entendia o porquê de todo … Continuar lendo

7 de dezembro de 2017 · 81 Comentários

Por um punhado de areia (Miqueias Dell’Orti)

“Do lugar mais alto ela olha o invólucro que protege o universo.” Autor desconhecido.   Conheci o velho na época em que as obrigações ainda me afligiam. Eu caminhava pela … Continuar lendo

7 de dezembro de 2017 · 64 Comentários

Conta-me uma história (Ana Maria Monteiro)

(Nota prévia: texto escrito em Português PT. A ortografia, conjugação verbal e pronominal, estrutura narrativa e demais regras gramaticais seguem as normas de Língua Portuguesa oficial em Portugal) O primeiro … Continuar lendo

6 de dezembro de 2017 · 78 Comentários

Vicentão, o Semideus (Regina Ruth Rincon Caires)

Vicentão, caboclo indecifrável, estava velho. Cansado, agigantado. A voz grossa soava quase ininteligível, era um sussurro entrecortado por pigarros e tosse. Mas as filas continuavam, desmedidas. Ainda penaria por vários … Continuar lendo

6 de dezembro de 2017 · 49 Comentários

Asas (Juliana Calafange)

Quando ele chegou, mudou completamente a minha vida. Nunca fui do tipo ‘Poliana’, que acha que filho é solução para os problemas, para a solidão. Mas me surpreendi, porque o … Continuar lendo

6 de dezembro de 2017 · 48 Comentários

Elvis Não Morreu (Iolanda Pinheiro)

Na primeira vez em que o vi eu tinha apenas oito anos e corria em ziguezague tentando escapar das pedras que passavam zunindo por mim. Em 1957 eu morava na … Continuar lendo

6 de dezembro de 2017 · 103 Comentários

O Livro da Salvação (Givago Thimoti)

“Estereótipo”. Aprendi essa palavra no início desse ano. Acho a definição do dicionário muito ruim. Para ser sincero, nem precisa de muita explicação para entender essa palavra. Basta um sinônimo … Continuar lendo

5 de dezembro de 2017 · 50 Comentários

Por muito tempo ainda (Olisomar Pires)

Ele notou ser diferente no dia em que foi cortado do coral infantil. “Queremos um padrão vocal”, comunicaram a seus pais sem coragem de colidir olhares. A mãe se levantou … Continuar lendo

3 de dezembro de 2017 · 50 Comentários

O Chefe (Paulo Luis Ferreira)

“Moro em minha casa própria, nada imitei de ninguém e ri de todo mestre  que não riu de si também”. (Nietzsche)   Estava confirmado. Como sempre, o Chefe viria à … Continuar lendo

3 de dezembro de 2017 · 60 Comentários

A mutação (Jorge Santos)

Paula fechou-se no quarto. Com a respiração ofegante procurou algo que servisse de arma, mas em vão. Fixou os olhos na porta. Toda ela tremia, tentando-se esconder na esquina daquela … Continuar lendo

1 de dezembro de 2017 · 46 Comentários

Os frutos dourados do sol (Antonio Stegues)

Quando criança, Rubens considerava a mãe uma super enfermeira. Com algumas simples palavras, ela tinha o poder de sarar as feridas e amenizar a dor. Quando ele se machucava, ela … Continuar lendo

1 de dezembro de 2017 · 47 Comentários

As dores de cada um (Rubem Cabral)

(O texto foi retirado a pedido do autor para a participação num concurso literário).  

1 de dezembro de 2017 · 84 Comentários

Sangue vermelho como água (Mariana Carolo)

Eduardo, 27 anos de sobrepeso e calvície precoce, possuía o poder da invisibilidade. Não, ele não era uma experiência de laboratórios secretos ou um alienígena que foi mandado para a … Continuar lendo

29 de novembro de 2017 · 63 Comentários

A Incrível Capacidade de Regeneração de Alfred Gold (Angelo Rodrigues)

A vida é um enorme tombo de um lugar bem alto. Alfred Gold   Alfred Gold tinha uma incrível capacidade de se regenerar de danos físicos, e percebeu isso logo … Continuar lendo

29 de novembro de 2017 · 49 Comentários

A árvore da vida (Luis Guilherme Florido)

Nascimento   A árvore da vida inúmeros frutos, abriga em seus ramos. Quando um apodrece e à morte entrega seu néctar, dá lugar a novas existências num ciclo infindável de … Continuar lendo

28 de novembro de 2017 · 54 Comentários

O inventor (Felipe Rodrigues)

Já passava das onze da noite quando apareceu na praça o inventor. Farto de suas apresentações falidas, o povo postou-se sonolento ao seu redor, num último suspiro de esperança. Então … Continuar lendo

27 de novembro de 2017 · 56 Comentários

Regulamento Desafio “Superpoderes”

I – Disposições Gerais 1) A participação no Desafio “Superpoderes” é totalmente gratuita. O certame é voltado para ESCRITORES que orgulhosamente sejam também LEITORES, observadas também as seguintes condições: 1.1. O … Continuar lendo

25 de novembro de 2017 · Deixe um comentário