EntreContos

Detox Literário.

Mundo Extraordinário, uma homenagem ao desafio Superpoderes (Neusa Fontolan)

Uma vez por mês nós nos sentamos em troncos, por toda volta de uma fogueira, para ouvirmos histórias reais que aconteceram em nosso mundo fantástico. É o dia do CONTA-ME UMA HISTÓRIA. A tradição deste dia é para nós vermos que, apesar de termos superpoderes, não somos deuses. Ou acabar de vez com a nossa arrogância.

Eu já tinha ouvido…

A LENDA DE JOCONDA, uma garota que POR UM PUNHADO DE AREIA se fundiu com a terra, na tentativa de calcificar seu ULTRARROMANTISMO e lá vai ficar POR MUITO TEMPO AINDA.

A INCRÍVEL CAPACIDADE DE REGENERAÇÃO DE ALFRED GOLD foi um caso conveniente. Ele podia sofrer qualquer ferimento ou perder partes do corpo que se recompunha, então, vivia desafiando o perigo. Ficou conhecido como CAPITÃO NARIGUDO de tantas vezes que quebrou o nariz.

A história de Donalu… ESSA MENINA DONALU tinha o poder de controlar os quatro ELEMENTOS e fez um ENSAIO SOBRE A NATUREZA MORTA, mas alguma coisa deu errado e tudo ficou como se fosse um RETRATO EM PRETO E BRANCO.

A SAGA DO HOMEM FOGO que não podia nem ouvir falar sobre as ÁGUAS QUE ATRAVESSAM. Ele queria queimar O INVENTOR que sempre criava uma PROCELA, só para atazaná-lo.

A fábula de HELENA E A RODA GIGANTE. Helena tinha o dom de parar o tempo e seu sonho era recitar VERSOS DO OCASO do alto de uma roda-gigante, isso com o tempo parado porque assim ela poderia colher OS FRUTOS DOURADOS DO SOL. Como aqui não temos roda-gigante, ela partiu em busca de uma.

A história de MORGANA que era UMA CANTORA FANTÁSTICA e capaz de encantar a todos com sua voz, mas A FÚRIA INEXORÁVEL DO TEMPO cobrou O PREÇO DO AMANHÃ e sua voz definhou com a idade.

A passagem de NARA foi interessante. Ela tinha o poder de ir até A ÁRVORE DA VIDA, então vivia repetindo que ELVIS NÃO MORREU e se apegava a isso com fervor. Ela deve de ter se esquecido do que todos devemos nos lembrar, o MEMENTO MORI. Nara tanto vasculhou a procura de Elvis que em uma de suas transições encontrou DONA MORTE. Partiu para sempre com sua ÚLTIMA ILUSÃO.

Sensitiva como sou, com A TOXIDADE EM MIM, senti AS DORES DE CADA UM após ouvirmos A TRISTE HISTÓRIA DE MARCOS SANTOS, um ser que recebeu abrigo em nosso campo secreto. Uma espécie de “Acampamento Meio-Sangue” que só recebe seres especiais, aliás, a magia que envolve nosso mundo não permite que pessoas normais entrem nele. Então, ninguém entendia como ele entrou, já que, tinha TAXA ZERO EM PARTÍCULAS RHAMAN e também o SANGUE VERMELHO COMO ÁGUA.

Muitas vezes NOSSO DOM demora em aparecer. O CHEFE mais os administradores fizeram de tudo para despertar o poder que devia de estar escondido em Marcos. A MUTAÇÃO não acontecia, A COISA que ele poderia ser não aparecia.

Marcos era pura depressão, ninguém o incomodava ou cobrava seu dom inexistente, mas ele sim. Sentia-se o diferente neste nosso mundo.

Ele ouviu falar sobre O LIVRO DA SALVAÇÃO e que nele encontraria solução para seu caso. Agarrou-se a essa esperança. O único problema é que tal livro ficava em cima de um pedestal ao lado do MURAL DOS DESEJOS, em uma clareira no meio da mata fechada. Não era impossível chegar lá, mas seria UMA JORNADA DE HERÓI.

VICENTÃO, O SEMIDEUS, decidiu que era DIA DE (HERÓI) PRETO e resolveu acompanhá-lo. Esta decisão tornou a jornada de Marcos fácil, já que Vicentão sabia exatamente onde ficava a tal clareira. Lá chegando Marcos se aproximou do livro, este se abriu, sozinho, como se um vento forte agitasse suas folhas, parou de repente e ele leu.

“O seu poder é grande, você só tem que ativar seu FEROMÔNIO DE ALARME com os animais, mas tenha cuidado, lembre-se do que aconteceu com O PODER DE DÂMOCLES.”

— Como faço para ativar meu feromônio? – Marcos perguntou ao semideus, após pensar e não encontrar solução.

— O livro fala de animais, então concentre-se em um animal e tente chamá-lo.

Foi o que ele fez, nas primeiras tentativas nada aconteceu, mas a persistência o levou ao sucesso. Uma enorme onça pintada apareceu e se esfregava nele feito um gatinho. Marcos, deslumbrado, a acariciou e pensou “bela, queria ser uma onça também”. Foi grande a surpresa quando seu corpo começou a tremer e se transformar em uma onça. O contentamento foi enorme em perceber que seu poder não se limitava apenas em chamar os animais, ele podia se metamorfosear em um.

Acompanhado de sua nova amiga, e com seu novo corpo, correu ao redor da clareira comemorando, enquanto Vicentão ria de toda aquela alegria. Marcos voltou a forma humana apenas pensando que assim o queria, e a onça partiu mato adentro. Ele não se aguentava de tanta felicidade por ter encontrado seu superpoder.

— Tente outro animal! – Vicentão gritou.

Foi o que ele fez, um coelho, uma cobra, um tatu, foi passando de um animal pra outro em uma exibição sem fim, até em uma formiga ele se transformou! O semideus ainda sorrindo, em uma autentica comemoração por seu amigo, disse em alta voz.

— E assim nasce o BICHOMAN.

Marcos não estava satisfeito, queria ASAS e se transformou em uma grande e vistosa borboleta. Voava alto por toda clareira. Seu grande erro foi não ter dado atenção para o aviso, do livro, sobre Dâmocles que tinha uma espada pendurada e apontada para sua cabeça. Então não viu acima dele um gavião… que em um mergulho o abocanhou. Vicentão só conseguiu gritar, mais nada a fazer.

Este foi O CURTO VOO DA BORBOLETA e também de Marcos que só queria ser igual aos outros.

Anúncios

7 comentários em “Mundo Extraordinário, uma homenagem ao desafio Superpoderes (Neusa Fontolan)

  1. Fil Felix
    7 de janeiro de 2018

    Oi, Neusa! História bastante divertida, muito legal como conseguiu reunir os títulos numa roda de conversa, com as histórias indo e vindo, ainda ficou uma homenagem ao conto vencedor, com o protogonista se transformando no Bichoman, porém tendo um final fatídico. Deve dar uma trabalheira danada encaixar tudo, quase um tetris, e ainda fazer sentido numa narrativa. Parabéns!

  2. Bianca Amaro
    3 de janeiro de 2018

    Que legal! Ótima homenagem!!! Fechou perfeitamente o desafio, achei muito legal como você conseguiu incluir todos os textos do desafio em um conto só, e fazendo tanto sentido! Muito criativo, mesmo! Me diverti muito ao ler isso.
    Parabéns!

  3. Bianca Machado
    2 de janeiro de 2018

    Obrigada, Dona Neusa! Haja criatividade e jeitinho pra encaixar um título no outro desse tanto. Muito divertido ler isso. 😉

  4. Iolandinha Pinheiro
    2 de janeiro de 2018

    Haha. Muito bom. Neusa, minha linda. Gostei muito. Este desafio nem existe sem o seu arremate textual. Ficou top, mas falar isso já é redundância, pois sempre fica. Somos todos gratos pelo seu carinho, sua criatividade. Um abração e que 2018 venha com novos concursos e esta convivência fantástica da qual não conseguimos nos afastar.

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

Publicado às 2 de janeiro de 2018 por em Superpoderes e marcado .