EntreContos

Detox Literário.

“Os Livros Apócrifos” – Vários Autores – Resenha (Davenir Viganon)

“Os livros apócrifos: antologia de histórias inspiradas na Bíblia” da Editora Caligo é uma coleção bastante ousada de contos tirados da mitologia cristã, muitas vezes subvertendo acontecimentos conhecidos mostrando versões … Continuar lendo

30 de janeiro de 2019 · 3 Comentários

POW! SMACK… BANG! Em Cinco Atos – (Bia Machado)

I – QUARTO E SALA Zzzzzzzzzzzzzzzz… Trimmm! Trimmmmmmmmm! Click. Droga! Alô! Hã? Blá-blá-blá- blá-blá- blá-blá- blá-blá- blá-blá-blá! Muito bem! U-hum! Hein?  Grrrrrrr… Alto lá! Sua… Sua… #@&*!$%! #@&*!$%#@&*!$%! E adeus! … Continuar lendo

12 de março de 2018 · 103 Comentários

Memento Mori (Bia Machado)

Quando descobrimos o que conseguíamos fazer, nem dormimos. Passamos grande parte daquela noite em claro, Lúcia revivendo todas as formigas e flores murchas recolhidas no quintal, onde tudo começou. Foi … Continuar lendo

10 de dezembro de 2017 · 100 Comentários

Eu, Gabriela, vinte e tantos anos, solteira, encalhada e obsessiva por gramática (Bia Machado)

Uma hora eu teria que enfrentar aquela situação. Foi por isso que fiz tantos anos de terapia? Faz quase seis meses que as sessões terminaram. Saí do consultório do Fabiano, … Continuar lendo

5 de agosto de 2017 · 47 Comentários

Volta ao passado em certa manhã de primavera (Bia Machado)

Chegou à propriedade pouco depois do amanhecer. Tinha feito aquilo de propósito. Queria rever aquele cenário: as luzes da manhã batendo nas paredes, no telhado, no jardim que ia do … Continuar lendo

20 de maio de 2017 · 127 Comentários

Atemporal (Bia Machado)

O primeiro voluntário de uma viagem ao passado recebeu muitas homenagens em seu retorno. Perguntaram-lhe se tinha valido a pena, o que tinha visto de mais impressionante, para quais lugares … Continuar lendo

13 de janeiro de 2017 · 92 Comentários

A Mecânica do Coração (Bia Machado)

Com a capital da Província de São Paulo em polvorosa por causa da Revolução que finalmente tinha tomado as ruas, decidi que era hora de voltar ao Solar dos Rouxinóis. … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 88 Comentários

Canteiros no Planalto Central (Bia Machado)

“Quem morou aqui? Ele deve ter sido um jardineiro muito preocupado, Que arrancou as lágrimas e cultivou boa colheita. E estamos tão surpresos! Estamos paralisados e aturdidos… Um jardineiro assim … Continuar lendo

24 de setembro de 2016 · 82 Comentários

Da alegria desaventurada da vida (Bia Machado)

O velho era aquela pessoa que dificilmente sorria. Das poucas vezes em que vi um sorriso na boca de meu pai tinha sido estranho. Porque parecia coisa sem jeito, feita … Continuar lendo

13 de julho de 2016 · 76 Comentários

Livre! (Renata Rothstein e Bia Machado)

Eu. Elias Arruda Cordeiro, 58 anos, pai de família, morador de São Cristóvão, professor de geografia, profissão de uma vida inteira, mal remunerada e mal escolhida (agora percebo: quanto tempo … Continuar lendo

12 de julho de 2016 · 74 Comentários

Cumplicidade (Bia Machado)

Paramos diante do túmulo de minha mãe. Evitamos olhar para a lápide ao lado, onde agora havia também o nome do pai dele. – Se eu pudesse escolher, não teria … Continuar lendo

14 de janeiro de 2016 · 123 Comentários

De volta ao paraíso (Bia Machado)

“Sempre imaginei que o paraíso fosse uma espécie de biblioteca.” (Borges)   Ele entrou no prédio desfigurado pelo tempo e pela desgraça. Ficou alguns instantes a imaginar há quantos anos … Continuar lendo

9 de dezembro de 2015 · 72 Comentários

A terapia do obituário (Bia Machado)

Nunca tinha se casado. Dos nove irmãos, apenas ele tinha ficado com a mãe enquanto os outros ganhavam o mundo, constituíam família, viviam suas vidas. Dona Francisca já era viúva, … Continuar lendo

12 de setembro de 2015 · 43 Comentários

Hoje é 23 (Bia Machado)

“Sua participação é muito importante para nós. Por favor, avalie nosso sistema para que possamos melhorar cada vez mais sua experiência de entretenimento com nossa marca”, solicitou a voz metálica … Continuar lendo

24 de julho de 2015 · 116 Comentários

Ossos do Ofício (Bia Machado)

Suaves, alegres, Nunca serão! Ao menos pra mim Horríveis é que são. A minha sina é essa: Não dá pra fugir, O mal é que manda Só me resta seguir… … Continuar lendo

1 de junho de 2015 · 77 Comentários

O passado é um viajante das estrelas (Bia Machado)

“Eu estava esperando por você, papai!”   Abriu os olhos ao escutar a frase que parecia ter sido sussurrada em seus ouvidos. Deparou-se com a imagem lunar diante de si, … Continuar lendo

5 de abril de 2015 · 87 Comentários

A Folha do Oleandro (Bia Machado)

Quando as batidas na porta do quarto finalmente vêm, ainda estou acordada. Já há várias noites não durmo, não conseguiria justamente agora que o fim estava próximo. Tenho que ser … Continuar lendo

8 de fevereiro de 2015 · 86 Comentários

RedruM: Contos de Crime e Morte (Diversos Autores)

Sete contos dão corpo a “RedruM – Contos de Crime e Morte” que, naturalmente, transitam pelos campos do assassinato em seus enredos. Em “Refração”, conto que abre este livro, Diogo … Continuar lendo

25 de agosto de 2014 · Deixe um comentário

Rapsódia Imperfeita (Bia Machado)

Isso é a vida real? Isso é só fantasia? (Freddie Mercury)   Então vocês vieram. Exatamente da forma como meu pai disse. Quase uma profecia. Isso se encontrarem esta carta. … Continuar lendo

21 de junho de 2014 · 37 Comentários

Eu Atirei no Xerife (Bia Machado)

Ted emudeceu diante da confissão da garota. Tinham finalmente parado, depois de se distanciarem muito de Carlson Valley. Assim era Lilly: louca, quase insana, capaz de gargalhar de repente, sem … Continuar lendo

1 de maio de 2014 · 54 Comentários

Suna Sistemo 2.0 (Bia Machado)

A menina tailandesa, o menino grego, a moça cubana, o rapaz angolano, a senhora boliviana, o homem canadense, o senhor australiano. Todos, de todos os cantos do mundo, puderam ver … Continuar lendo

5 de março de 2014 · 80 Comentários

“A Peste” – Resenha (Bia Machado)

Este foi um dos livros que separei lá, no início de 2013, para ler. Isso mesmo, 2013. Comecei, avancei umas dez páginas… E parei. Naquele momento, não estava conseguindo me … Continuar lendo

28 de fevereiro de 2014 · 3 Comentários

! – Antologia de Contos Fantásticos – Resenha por Marcia H. Saito

Vários autores Editora Caligo 415 pags. O tema relacionado ao fantástico dão margem a muitas enveredagens criativas, onde o impossível se mescla a uma realidade plausível ao que entendemos e … Continuar lendo

14 de fevereiro de 2014 · 3 Comentários

Recordações de uma estrela (Bia Machado)

Não tenho quase lembranças. Renunciei a quase todo o meu passado, pela vontade de deixar para trás tudo o que eu era, antes de Victorine e Serge. E o que … Continuar lendo

31 de janeiro de 2014 · 54 Comentários

“O Caçador de Pipas” – Resenha (Bia Machado)

Decidido: nada de seguir técnicas de resenha. Quero que este texto seja um retrato de todas as minhas sensações com essa leitura. Talvez uma forma de aliviar tudo o que … Continuar lendo

30 de janeiro de 2014 · 5 Comentários

“Anardeus” – Resenha (Bia Machado)

Anardeus realmente me fisgou. Lá estava eu, pensando no que ler, quando olho para a estante e pego o livro do Walter Tierno sem pensar duas vezes. Porque eu penso … Continuar lendo

27 de janeiro de 2014 · 2 Comentários

Bia Machado

É a feliz proprietária de uma máquina do tempo. Com ela pode (quase) tranquilamente ser mãe, esposa, professora com carga horária de 40 horas semanais na rede municipal de ensino de … Continuar lendo

17 de janeiro de 2014

“O Leitor” – Resenha (Bia Machado)

Publicado pela primeira vez em 1995, O Leitor (Der Vorleser, no original alemão) foi escrito por Bernhard Schlink (O Outro, A Menina com a Lagartixa), sendo traduzido para 39 idiomas.

9 de janeiro de 2014 · Deixe um comentário

Gente Morta (Bia Machado)

Eu tinha oito anos. Isso, oito anos. Foi a primeira vez em que vi um fantasma. A gente se lembra pouco dessa época, só as coisas bem, bem marcantes mesmo. … Continuar lendo

28 de dezembro de 2013 · 48 Comentários

Quatrilho (Bia Machado)

Já dizia o poeta: “João amava Teresa que amava Raimundo que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili que não amava ninguém.” Quase sempre é assim. Essa história que acompanham agora não … Continuar lendo

17 de dezembro de 2013 · 66 Comentários

Antologia “!” – Coletânea de Contos Fantásticos (Diversos Autores)

Trinta e quatro contos com elementos clássicos do gênero fantástico e que também ousam na busca por novas possibilidades. Das páginas da Antologia “!”  brota a essência que faz do gênero fantástico … Continuar lendo

25 de novembro de 2013 · 4 Comentários

A Mulher Falsa (Bia Machado)

O último gole da noite de um uísque barato. Lembrou-se daquele papel há dias amassado dentro do bolso do casaco. Por algum motivo, não o tinha jogado fora. Na verdade, … Continuar lendo

7 de novembro de 2013 · 64 Comentários

Resolver seu problema é uma questão de tempo para nós (Bia Machado)

Nem dez da manhã ainda e ele já perdera a conta de quantas vezes praguejara: “Merda de vida!” E era o dia do seu aniversário. Era provável que quando voltasse … Continuar lendo

6 de outubro de 2013 · 52 Comentários

Flor de Lótus (Bia Machado)

Já devia estar acostumada ao frio de noites geladas como aquela. Minhas lembranças iam e vinham, em um turbilhão, e isso fazia também com que eu não conseguisse me sentir … Continuar lendo

19 de setembro de 2013 · 43 Comentários

Setenta e Duas Horas – Conto (Bia Machado)

Sábado, 5 de dezembro de 1992. Richard levantou os olhos ao receber o livro que deveria autografar. O gesto mecânico acabou paralisado. Estranhamente, algo fez com que congelasse: a visão … Continuar lendo

10 de setembro de 2013 · 6 Comentários

Siga a Estrada de Tijolos Amarelos – Conto (Bia Machado)

19 de agosto de 2013 · Deixe um comentário