EntreContos

Literatura que desafia.

Resultados do Desafio X-Punk

Caros EntreContistas, Um dos desafios mais exigentes que já tivemos por estas bandas. Quarenta contos inscritos e apenas três desclassificados, abordando as diversas faces do universo punk, em suas versões cyber, steam, bio, … Continuar lendo

17 de dezembro de 2016 · 26 Comentários

Avaliação – X-Punk

Caros participantes e amigos, Agradecemos mais uma vez a presença de todos por aqui. No total, 40 (quarenta) contos inscritos, demonstrando toda a diversidade dos estilos Punk. Às regras da … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 40 Comentários

Alice (Pedro Teixeira)

I-O MESSIAS HÍBRIDO Quando avistei Eduardo Sangaletti, perguntei a mim mesmo se era verdade o que ele dizia sobre a transformação. Não havia nenhum traço alien em sua figura barbuda. … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 42 Comentários

Esquecidos (Renato Silva)

Há muito tempo, deixei minha humanidade para trás. Habito um corpo cibernético para poder continuar existindo neste planeta frio e seco. Impossível sobreviver às condições inóspitas a qualquer forma de … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 39 Comentários

O Híbrido – Olhos biônicos não choram (Thiago de Melo)

“O inferno está vazio. Todos os demônios estão aqui”. (A Tempestade – William Shakespeare)   – Fui encontrado agonizando em meio a diversos outros corpos. O último borrão de luz … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 41 Comentários

Uísque, rainha e um punhado de colhões (Rafael Sollberg)

O estupro coletivo acontecia em todos os cantos do lugar. Sem gritos, lágrimas ou qualquer resistência. Apenas a violência pura dos anos de castidade forçada. No centro da nave espacial, … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 42 Comentários

A Mecânica do Coração (Bia Machado)

Com a capital da Província de São Paulo em polvorosa por causa da Revolução que finalmente tinha tomado as ruas, decidi que era hora de voltar ao Solar dos Rouxinóis. … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 88 Comentários

CTRL-X (Daniel Reis)

CTRL-X (Narcopunk) Nanocomprimidos nucleares revestidos (50 mg). A embalagem pode incluir entre 28 e 31 unidades, de acordo com o mês de referência para distribuição do lote.   COMPOSIÇÃO Cada … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 86 Comentários

Indignação (Pedro Luna)

De vez em quando, Lorenzo parava o que estava fazendo para contemplar a chuva. Ficava imóvel, de queixo erguido, fitando as nuvens vermelhas no alto e recebendo as gotas no … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 39 Comentários

As Fronteiras de Topázio (Fil Felix)

A Corte Interseccionista de Terra Nova estava cheia: humanos e androides ocupando todos os assentos do lugar, enquanto uma multidão se concentrava do lado de fora, erguendo placas e proclamando … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 42 Comentários

Assassinato no Lula Molusco (Leonardo Jardim)

Acordei muito tarde naquele dia. O despertador instalado no meu implante ótico não tocou, não sabia bem o motivo. Desde que troquei para a nova versão bioquímica, essa joça não … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 85 Comentários

Crias Áridas (Wender Lemes)

– Então… vocês são filhos do deserto? – o soldado de olhos azuis nos perguntou, logo antes de sua gargalhada contaminar seus companheiros no armazém. Mantínhamos a expressão séria, mas … Continuar lendo

26 de novembro de 2016 · 40 Comentários

Eu Quero é Ficar Sedado (Fátima Heluany)

Zav corria descalço pela grama úmida. A chuva cessara, e o azul do céu era cortado por um arco íris. O vento balançava os galhos das árvores e desmanchava os … Continuar lendo

25 de novembro de 2016 · 40 Comentários

Por um fio de memória (Anorkinda Neide)

Por um tempo um tanto curto ousei acreditar no futuro. Sabem, aquela fé de que tudo seria melhor, mais bonito, mais fraterno, mais justo, blábláblá. Ainda bem que foi por … Continuar lendo

25 de novembro de 2016 · 40 Comentários

Os sonhos não morrem (Waldo Gomes)

“- Não sabemos bem o que o aconteceu, estávamos tranquilos, trabalhando normalmente;  Aí do nada veio essa explosão surda que chamou o prédio inteiro pra dançar, dança rápida, um passo … Continuar lendo

25 de novembro de 2016 · 86 Comentários

Chips (Cilas Medi)

Um leve ruído que fez, o comparsa deu-lhe um cascudo, no sombrio entrar daquele local, escuro e com bastante possibilidade de serem descoberto, já que o laboratório continha tudo fora … Continuar lendo

25 de novembro de 2016 · 40 Comentários

A Condição Humana (Leandro Barreiros)

Harlam ouvia sobre Quilbrum desde a infância. A cidade ficava a longínquas léguas do Arquipélago de Florais, tão bela quanto os jardins de Tamuachan e tão avançada quanto a lendária … Continuar lendo

25 de novembro de 2016 · 40 Comentários

Meia aliche, meia quatro queijos (Zé Ronaldo)

— E, aí, sabem que dia é hoje? — perguntou uma criatura que se assemelhava a uma planta, se não fosse toda metálica. — Num me diga que sou eu … Continuar lendo

25 de novembro de 2016 · 39 Comentários

Ideology (Bruna Francielle)

Não tinha certeza do que eram aqueles rabiscos no canto esquerdo, em cima. Se olhasse para o quadro ligeiramente de lado, pareceriam aviões, se olhasse de frente, poderiam ser mariposas. … Continuar lendo

25 de novembro de 2016 · 43 Comentários

O Sonho de Yago (Ricardo de Lohem)

No final do século 10101 – 21 em binário – o mundo mudou. Neste novo mundo tudo se pode ser. Ou quase tudo. E tudo se pode curar. Ou quase … Continuar lendo

25 de novembro de 2016 · 41 Comentários

Voz do sopro (Vitor Leite)

Fugir. Sim isso, estava decidido, acabou! chega! e nem olhou para trás. Mochila às costas e partiu. Não posso contar nada da viagem até que parou num monte sobre um … Continuar lendo

25 de novembro de 2016 · 41 Comentários

Esperança Negra (Priscila Pereira)

Logo no início da Nova Era todos os humanos foram cadastrados, catalogados, seus óvulos ou espermatozoides foram coletados e seus órgãos reprodutores foram esterilizados. Com o avanço da biotecnologia e … Continuar lendo

24 de novembro de 2016 · 86 Comentários

A Flautista (Marco Piscies)

Rheinland-Pfalz, Alemanha. 1953 A temperatura caía junto com a noite. Empoleirada ao relento no terraço de um dos prédios da base militar alemã, Libby não conseguia controlar a tremedeira. Sentia … Continuar lendo

24 de novembro de 2016 · 85 Comentários

Náusea e vômito (Luis Guilherme)

Náusea e vômito O conto que dá origem a uma nova categoria do Punk: o Glitter Punk   Seguem as buscas por homem desaparecido no interior de Aniorama. Jovem de … Continuar lendo

23 de novembro de 2016 · 43 Comentários

Lupércio e o Príncipe Encantado (Eduardo Selga)

I Há uma voz doce flutuando na metrópole onde não existe dia. Fala alto, mas não é um grito nos ouvidos: instalada em diversos zepelins estacionados nos céus da cidade … Continuar lendo

23 de novembro de 2016 · 43 Comentários

Café (Catarina Cunha)

Antes de pensar o dia perguntei-me se haveria outra noite suficiente para alimentar todas as bocas estelares. A mudez solar sepultou todos os meus pensamentos óbvios na cova rasa da … Continuar lendo

22 de novembro de 2016 · 47 Comentários

Despertos (Claudia Roberta Angst)

Nós somos do tecido de que são feitos os sonhos. – William Shakespeare   Corria em direção a um penhasco gigantesco. O vento batia em seu rosto e Marlon podia … Continuar lendo

22 de novembro de 2016 · 41 Comentários

O Homem da Federação (Jowilton Amaral)

Poção dos Anjos parecia abandonada quando um homem montado num cavalo tordilho trotou sobre a terra mortiça da avenida da cidade. As casas de madeiras amareladas pela poeira, misturadas ao … Continuar lendo

21 de novembro de 2016 · 40 Comentários

Sozinho no Fim do Mundo, Eu Chorei Lágrimas de Vapor (Fabio Baptista)

Conheci Suzana na fatídica viagem que fiz a Oslo, tantos anos atrás. Estávamos a bordo de um dirigível LZ-129, um colosso de madeira que, à época, era a expressão máxima … Continuar lendo

17 de novembro de 2016 · 42 Comentários

Biscoitos de Queijo (Paula Giannini)

Ingredientes 250 gramas de manteiga 1 ovo 2 ½ xícaras(chá) de farinha de trigo 1 ½ xícaras(chá)de maisena 1 colher(sopa) de fermento químico 1 xícara(chá) de queijo parmesão ralado Dia … Continuar lendo

17 de novembro de 2016 · 84 Comentários

O Catador “Tunado” (Rubem Cabral)

Rio de Janeiro, 01 de setembro de 2038. Aquele velho sonho recorrente: no rosto da filha recém-nascida se desenhava, quadro a quadro, um belo sorriso banguela. Saudoso, Cleverson percebeu o … Continuar lendo

15 de novembro de 2016 · 40 Comentários

Esfera 8 (Evelyn Postali)

Esfera 8. Período 2-9, 3090 Mesmo distante, o som das armas lasers do lado de fora aponta: a força-tarefa corporativo-governamental consegue transpor a cortina de segurança em um dos laboratórios … Continuar lendo

15 de novembro de 2016 · 40 Comentários

O Odu de Marte (Davenir Viganon)

I Acordou naquela manhã desejando a Terra intensamente, como em todas manhãs que lembrava. Os campos verdes, o cheiro de terra molhada e o ar puro prometidos nos anúncios e … Continuar lendo

14 de novembro de 2016 · 74 Comentários

Traição das Máquinas (Olisomar Pires)

Nas paredes do pequeno quarto do hotel, as marcas de tiros nunca eram consertadas. “Pra quê? aparecerão outras”, dizia o senhorio e então, elas ficavam. Infelizmente não eram datadas, um … Continuar lendo

13 de novembro de 2016 · 41 Comentários

Filho do Sol (Victor O. de Faria)

Era uma mãe dedicada… Mas agora, segurando uma tesoura banhada em sangue de outrem, já não sabia quem era. Yosef Hamashia, perplexo com as manchas que se multiplicavam em seu … Continuar lendo

10 de novembro de 2016 · 41 Comentários

O Silêncio das Deusas Desnudas (Evandro Furtado)

Heath sempre foi um sujeito centrado, daqueles que se detém sobre algum aspecto particular da vida e nele se prende por um longo tempo. A primeira vez que nos encontramos, … Continuar lendo

10 de novembro de 2016 · 40 Comentários

Distante Encontro (Tatiane Mara)

Levantei-me às 04 horas da manhã. Nem preciso do relógio-parente me cutucando os ouvidos com suas melodias terríveis. Deve estar em algum canto nesse canto onde moro, cheio de quinquilharias … Continuar lendo

9 de novembro de 2016 · 42 Comentários

Regulamento Desafio “X Punk”

I – Das Disposições Gerais e da Inscrição 1) A participação no Desafio “X Punk” do EntreContos é totalmente gratuita. O Desafio é voltado a ESCRITORES que orgulhosamente sejam também LEITORES. 2) … Continuar lendo

4 de novembro de 2016 · Deixe um comentário