EntreContos

Detox Literário.

Envelhecer – Avaliação – 1ª Fase

Caros participantes e amigos, Agradecemos como sempre a presença de todos por aqui. No total tivemos 38 (trinta e oito) contos inscritos para este desafio. Passamos a seguir às regras complementares … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Retrato de Afrodite enquanto jovem (Stanley)

A coisa mais colorida nesse apartamento é a pintura que Simone fez de minha avó. Eu gosto de ficar em frente a ele, olhando para o “Retrato de Afrodite Enquanto … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Velharia (Pretinha)

Caso fossem essas diferenças bobas do tipo: eu gosto de azul e o Jairo adora o vermelho, tudo bem. Só que na nossa situação os contrastes são tremendos e nos … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Lentamente (Raio)

─ Lá vem ele, falou rindo e abrindo os braços.  O netinho de onze anos não se fez de rogado e partiu para cima dele com o mesmo gesto festivo.  … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Dente de leite (Heleno de Freitas)

São velhos como os campos da várzea. Antigos como os cromos com as figuras de Ademir da Guia e de um certo “Diamante negro” – Leônidas. São pesados como a … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Elena e Lena no reflexo (Senhora Elena)

Quando se chega aos setenta anos os ponteiros do relógio chamado tempo começam a girar ao contrário. Como se o presente quisesse se encontrar com o passado e a velhice … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Do que mais me recordo… (O Velhinho)

De sorriso embargado abri, com gestos trémulos, com as mãos enrugadas das vicissitudes do tempo, aquela caixa de cartão. Os meus 80  anos estavam quase todos ali. Aquela caixa… toda … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

A Maldição dos Eternos (Ponce de León)

Nasci com uma condição rara, alguns chamam de doença, mas não acredito nisso, digamos que é apenas a vida tentando retornar seu curso.  Hoje é meu octogésimo sexto aniversário, e … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Juliana de Outrora Alhures (Gary Oldman)

Foi no quase distante ano de 1964 que ela nasceu. Se menino fosse, seria Rômulo Jr., e não se falava mais disso. Se menina, Seu Rômulo Gregório, o pai,  queria … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Amanhã vou ao cinema (Velhinha)

Primeiro dia.  É meu aniversário. Não ligo, nunca me importei. Amo a vida, mas sempre detestei essa coisa de autocelebração. Ainda assim, a Dirlene fez um bolinho de cenoura com … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Asas de graúna (Chiquinha)

Não se sabe se Graúna ganhou o apelido por conta da cor de sua pele e cabelos, ou da potente voz soprano,  que encantava todos os um mil e quinhentos … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Em verdade vos digo (Quarentena)

O que primeiro chamou a atenção de Emanuel foi o cão. Curvado e decrépito, chocalhava os ossos pela rua de calor e poeira, enxovalhado por com quem se cruzava, com … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

João Antônio (Jacaré42)

João Antônio, 84 anos, assiste a TV.  Corona Vírus, Corona Vírus, Corona Vírus… Mortes por Corona Vírus. As ruas estão vazias por conta do Corona Vírus. Na Itália são quase … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

A Escolha de Noninha (Jornalista)

Ao completar meio século de vida, recebi como presente uma missão no mínimo curiosa: ir atrás de dicas para envelhecer bem. Sim, meu chefe ousou me passar a inusitada tarefa … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Não fazer nada é bom remédio (Castanha Dura)

Tarde da noite começava a caçada. Vasculhava memórias, gavetas, agendas. Não buscava um estranho. Nem um desaparecido. Ele estava morto. Eu vivia com um pé no passado, esquadrinhando vestígios de … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Da Janela (Velha Virgem)

Abri a cortina da sala e fiquei observando as crianças brincando na rua. Apesar do tempo frio, o dia amanheceu um pouco mais claro e sem garoa, e por conta … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Viridis (Anteros)

Epopeia de Viridis Em algum lugar no mundo de Prisca,  em águas distantes e solitárias,  Pulchram vivia como sempre viveu:  solitária numa ilhota.  Ser de essência astral, sem definição corporal, … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Os filhos de Egronte (Agripius)

A coluna de soldados romanos atravessava o bosque. O passo era vigoroso mas no rosto era visível o cansaço. De todos eles, Agripius era o mais velho. Tinha 45 anos, … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Minha Família Querida (Estorvo)

“A vida é boa de se viver, a gente é que não presta”.                                                                        (Dito popular) Penso de quantas maneiras eu poderia apresentar e, … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Um Papel Achado Na Rua (Lino Parmam)

Li, certa vez, num papel achado numa rua mais ou menos isso: “Justos são os loucos.”. Até hoje não consegui entender ou até mesmo comprovar para mim mesmo essa ideia. … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Cinzas na primavera (Frotinha)

A vida inteira sonhara ter um carro esportivo, foi o que disse aos amigos.  Aos filhos, não deu satisfação, mas eles logo descobriram. A do meio sugeriu uma reunião de … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Mestiço (Cândida)

Com o tempo acostumara-se ao rangido agudo que escapava das rodas. Com o desequilíbrio enjoado que fazia seu corpo pender de um lado para o outro enquanto a carroça investia … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

A Incrível História do Morto que Estava Vivo (Corono Vérius)

Aposentado, já havia perdido a mulher e os filhos para a vida. Os próprios pais foram bem antes, quando ele estava com 86 anos. E agora, quarenta anos depois, sem … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Listando Desejos (Maria do Carmo)

Corri até o ponto do ônibus, bem, correr é só uma expressão mesmo, caminhei o mais rápido que minhas pernas e fôlego permitiam, e cheguei bem a tempo, ainda bufava … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Mulher-Dama (Guadalupe)

Não fosse a dor lancinante nas pernas, não sairia da cama antes que o sol estivesse a pino. Mas tornou-se insuportável. Precisava de café forte.  Tateando as paredes, chega à … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Vida Roubada (Google)

Há quem diga que nascer é uma dádiva, que viver é uma luta e que envelhecer é uma graça. O que acontece entre essas três verdades é aquilo o torna … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Pau Brasil (Homem Elefante)

“Doutorzinho, manda eles darem comida pra Pau Brasil”. Essa frase surgiu de imediato em minha mente quando aquela figura esquálida atravessou a rua bem em frente ao meu carro. A … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Eu já disse que te amo hoje? (C. Bechstein)

Desde a primeira vez em que o viu, encostado num canto, teve a intuição de que ele seria tudo. Exatamente o que ela precisava e queria, a vida inteira. Ainda … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Em óleo sobre tela (A mulher do quadro)

Um quadro. Eu e o Carlos, lado a lado, retratados em tinta a óleo sobre uma tela de 120 centímetros de largura por 80 de altura. Segundo o Juninho, nosso … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Segunda-Feira (Humpert)

Cheguei no horário de costume, passei pelo segurança, Carlos, que já conhecia bem minha cara, me cumprimentou com o sorriso e o olhar de pena característicos. Meneei a cabeça e … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

A vizinha (Sopro)

Ela tinha cabelos longos. Estava sempre com uma xícara de café, parada no alpendre. Eu ouvia conversas e risadas vindas de sua casa, embora não houvesse movimento. Pela noite, a … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Casa de Contrição (Arthur Laura)

O terreiro amarelo e bem varrido parecia-me agigantado assim como são todas as coisas na infância. Poeira que subia nas tardes de todo dia, nas peladas com menino homem, de … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Velhice e memória (Desconhecido)

Achei uma foto antiga de um homem bem parecido comigo. Deve ser um primo ou um sósia. O curioso é que no verso da foto estava escrito meu nome (André, … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Uma última batalha (Ediard)

Afastou a lona e entrou na enorme tenda onde os soldados em breve se preparariam para a batalha. A luz do sol se arrastou para dentro do recinto vazio e … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Nossa Senhora (Anônima)

É mentira que o tempo afasta as pessoas. No que me diz respeito, percebo que o passar do tempo me tornou saudosa e carente de vozes familiares. Isto explica minhas … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Água Sanitária (Jurapê Jordão)

Eram todos meninos e meninas que mal chegavam aos vinte anos; adultos que se apertavam na fila do supermercado, num encontro de línguas quase esquecidas de mim. Desconfortada naquele desencontro … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Crepúsculo (Thomas Anderson)

Roteiro 2413/35-VRHD.  Cavalo e cavaleiro, haviam transposto montanhas, atravessado pântanos e desertos em busca do Santo Graal. Quem beber o orvalho na taça, terá juventude eterna, dizia a lenda. Heitor … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Cansaço (Gastão Lopes)

Parei de ir à missa – disse. Num tom de voz baixo como se temesse ouvir-se.  O amigo estranhou:  – Por causa daquilo?  – Exatamente, por causa daquilo.   – Está … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Envelhecer (Ana Li)

Sou uma carcaça. Tenho trezentos anos. Quem pensa ser eu algo sobrenatural, está se enganando. Os antigos viviam horrores, e ter essa idade não significa nada. Já vi de tudo, … Continuar lendo

22 de março de 2020 · Deixe um comentário

Regulamento Desafio “Envelhecer”

Capítulo I – Disposições Gerais Art. 1º A participação no Desafio “Envelhecer” é totalmente gratuita. Art. 2º O certame é voltado para ESCRITORES que orgulhosamente sejam também LEITORES.  Capítulo II – … Continuar lendo

29 de fevereiro de 2020