EntreContos

Literatura que desafia.

“Hey Mãe” – Crônica (Marcilene Cardoso)

”Hey mãe!
Eu tenho uma guitarra elétrica
Durante muito tempo isso foi tudo
Que eu queria ter
Mas, hey mãe!
Alguma coisa ficou pra trás
Antigamente eu sabia exatamente o que fazer”
Terra de gigantes
Engenheiros do Hawaii

O problema é exatamente esse, não saber o que fazer. Quando a gente tem autonomia para consumar as coisas, não sabe executar. Queremos tanto a liberdade e não sabemos usá-la. Ter algo que se quer e não saber o que fazer com isto. Aí a gente sente que perdeu algo nessa jornada chamada vida. Cadê aquela inocência, aquela certeza de que tínhamos todas as respostas? Nos falta coragem, tempo, determinação. Talvez a mesma determinação que nos levou a ter algo.

Porque nos boicotamos? Em que lugar da vida ficaram perdidos nossos sonhos? ” Quem roubou nossa coragem”?

 

Anúncios

2 comentários em ““Hey Mãe” – Crônica (Marcilene Cardoso)

  1. Olisomar Pires
    23 de abril de 2017

    É uma dúvida bastante comum no início da jornada, apesar dos inúmeros conselhos.

    Felizmente, o tempo ensina, nós amadurecemos e descobrimos nosso propósito na vida.

  2. Raphael Bezerra
    23 de abril de 2017

    Belíssima reflexão. A vida parece ressumida a incertezas ultimamente… da minha geração de infância um número enorme de adultos buscando certezas se formou. Todas as distâncias parecem ter diminuído, mas as solidão aumentou e com ela a incertezas sobre os passos a seguir. Parabéns pelo texto 😉

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 22 de abril de 2017 por em Crônicas e marcado .