EntreContos

Detox Literário.

Desafio Engrenagens da Criação – 1ª Etapa

Caros participantes, as engrenagens estão funcionando e suas criações estão no ar! Todos os contos foram postados e as listas de leituras enviadas. Lembrem-se de que as listas foram enviadas … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

As Crônicas de Corpo (Hélio Crosta)

Nos recônditos mais remotos da Carne, onde o calor reconfortante das franjas limítrofes abraça as infinitas terras estéreis que há além; foi lá onde minha história começou. Vivíamos numa casa … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Euterpe (Léonin)

Euterpe já não era mais a mesma: a rotina pesada e monótona do bacharelado fazia com que ela questionasse sua decisão de carreira. Parecia que toda aquela beleza e inspiração … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

O Vale das Cachoeiras Invertidas (Yauh)

Imaginar é o princípio da criação. Sim, isso mesmo, primeiro imaginamos, depois criamos. Antes do cinzel, o artista desenha, sensível e mentalmente, o abraço dos amantes de granito. Antes do … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Circular (M.Martin)

Clanc! A pá bateu em alguma coisa metálica. Que droga, era só o que faltava. Jurandir estava com pressa, queria terminar de fazer logo o canteiro dos tomates e ir … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

O desarranjo que não planejei (Thereza)

O que vamos dizer a ele? Eu imaginava, porque apesar de enfraquecido, Guto estava esperançoso: Talvez eu possa retomar o trabalho na escola. Já estou de licença há dias, reclamara. … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Pavana para um jovem no morro (Maurice Ravel)

“Caraca, o bagulho está podre. Isto que dá subir o morro na madrugada para comprar de algum avião perto da boca. A cara, a roupa e o jeito de playboy … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

O Sopro do Vento Criador (Javali Cheiroso)

Levou 2 horas para chegar na cidade. Se não precisasse de remédios não teria ido. O cenário ali era o mesmo das cidades e povoados da região. Carros abandonados, enferrujados, … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

A Banda Conceitual (Neném)

Uma vez Suzana insistiu tanto que acabei por levá-la numa reunião da banda. Foi um erro. Ela não entendeu nosso conceito. Não parava de perguntar onde estavam os instrumentos, quem … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

GIRA-MUNDO (ANACLETO GRALHA)

− Anda logo, moleque! Vá se jogar na água limpa antes que esse barro todo vire pedra! Avie! Era o fraseado de todos os dias. O pai falava por falar, … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

FIAT LUX (Costela de Eva)

Ela aperta os olhos como se quisesse enxergá-lo melhor. Os hormônios escapando pelos poros, a juventude corroendo qualquer bom senso. Jovens são sempre felizes, não são? Do jeito deles, de … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Junte Deus, um relógio, um coronel e chame Sebastião (Screw Loose)

Raramente, percebemos que fazemos parte de uma singular engrenagem; responsável por fazer este mundo girar. Excepcionalmente, conseguimos enxergar onde exatamente, os nossos atos interferem na roda e no alheio. Nada … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

O Movimento do Coração (Stela)

“Eu preciso mesmo ir?”, resmungou Vitor, fazendo careta. “Precisa, sim. Todos passam por isso quando completam dezoito anos. Faz parte da vida. Há uma necessidade de experimentá-la. É uma viagem … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Gênese (Duk)

Naquele ponto, bastou-lhe um escorregão. Uma casca de banana deixada à toa no caminho do trabalho e ali estava ele, a epítome do patético: o homem no auge da evolução, … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Caminho do Céu (Battousai)

Faz tanto tempo… mas ainda lembro daquela época . Foi quando o continente de Lastania passou anos sem chuvas e nosso verdejante país havia se tornado um grande e desolado … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

A Cela de Ferro (Fast Fingers Dwight)

Ela lançou-se novamente contra as grades da cela onde se encontrava, mas apenas conseguiu machucar o ombro. Sentou-se no chão de ferro oxidado, e esfregou a parte de cima do … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

O Mendigo e o Livreiro (João Maria)

O mendigo seguia olhando, na continuação dos anos, o passar do tempo vagaroso e baforento da Rua Misael Cordeiro. Via os saltos descascados, nas sandálias outrora chiques, e que arrastavam … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Estações (Condutor)

I O cavalgar da máquina sobre a linha eletrificada gera um silvo constante. Uma senhora sentada observa um homem desenlaçar sua máscara da orelha, desrosquear uma garrafinha d’água e beber. … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Teoria ou verdade da Criação (Ceuci Gaia Darwin)

“Neste dia, os meios de comunicação noticiam a morte do maior ícone da ciência moderna e descobridora da verdadeira Teoria da Criação. Aquilo que para nossos estudantes é captável em … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Magnum Opus (Dróide)

A menina avançou timidamente pelo trilho da floresta. Vestia um simples vestido branco surrado, tinha o cabelo em desalinho, a cara suja, os olhos lacrimejantes, o coração apertado de quem … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

A máquina de remoer remorsos (Da Vintze)

INSTRUÇÕES Parabéns! Você é o feliz proprietário de um equipamento extremamente complexo, especialmente projetado para controlar todas as funções básicas e avançadas da sua vida. Antes que você proceda qualquer … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Broto de Bambu (Alvo Dumbledore)

Viver a própria vida é bem fácil, quando nos isolamos dos problemas alheios e de apegos doentios. O universo é inconstante. Num dia uma oração, noutro explosão. Vivemos dos cacos … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Mata matraca catraca (Adorável Mundo Novo)

Cinco e cinco, nasce em noite de lua nova e céu estrelado. O pai ouve o primeiro choro no momento em que um risco de fogo corta caminho pelo meio … Continuar lendo

21 de fevereiro de 2021 · Deixe um comentário

Regulamento do Desafio “Engrenagens da Criação”

Bem-vindos ao Desafio Engrenagens da Criação! I – Inscrições O desafio é aberto a quaisquer escritores que sejam, com igual orgulho e dedicação, leitores. Para participar basta escrever um conto … Continuar lendo

29 de janeiro de 2021 · 7 Comentários