EntreContos

Detox Literário.

Desafio Foras da Lei – 1ª Etapa

Importante: este é um post de instruções, não de avaliação; não poste suas notas aqui. . Olá, EntreContistas! Tivemos vinte e um contos inscritos no desafio. Os textos ficam numa área específica … Continuar lendo

13 de setembro de 2021 · Deixe um comentário

Imagine (Christopher H. D. Wilson)

Como foi que cheguei até aqui? A esse matagal. Costumavam dizer que eu era um sonhador. Quem me visse hoje acharia estranho o adjetivo. As coisas parecem ter saído do … Continuar lendo

13 de setembro de 2021 · 6 Comentários

As balas (Bandido Bom é Bandido Morto)

As balas zunem desvairadas arrancando lascas no reboco e furando as paredes. Era o capitão comandante da grande vitória. A maioria dos monstros abatida, alguns poucos em desesperada fuga morro … Continuar lendo

12 de setembro de 2021 · 6 Comentários

Sob a Luz do Neon Roxo (Saorsa)

1. Naquele quartinho de motel, localizado numa esquina suja e esquecida, os dois podiam se amar. Sem julgamento. Sob o pisca-pisca ritmado da placa de neon roxo do estabelecimento vizinho, … Continuar lendo

12 de setembro de 2021 · 5 Comentários

Dia de sorte (Oscar)

Passada a adrenalina, suas mãos tremiam segurando a faca que ainda pingava sangue no chão. Sentado no sofá, na semi escuridão, Oscar tentava processar o que havia feito. Fechou os … Continuar lendo

11 de setembro de 2021 · 11 Comentários

O corretor (Lobato das Laranjeiras)

A noite de quinta-feira estava perfeita. O céu, carregado de nuvens, escondia a lua, deixando tudo mais escuro e apropriado. As pessoas estavam fechadas em suas casas, fugindo da garoa, … Continuar lendo

11 de setembro de 2021 · 3 Comentários

Névoa (Eileen Myles)

Acordo cedo, mesmo quando não durmo. A manhã é a deusa que afugenta os pesadelos. Ergo-me do canto em que me encolhi, inquieta, com medo de passar algum homem. Acordo … Continuar lendo

10 de setembro de 2021 · 4 Comentários

Lei da Sorte (Homem Suado)

Era noite quente naquelas bandas. Gente direita não dava o ar da graça nas ruas danadas de incerteza. Enquanto fumava, Roberto olhava da janela uma cena velha. Um menino aparentando … Continuar lendo

8 de setembro de 2021 · 7 Comentários

Ele não sabia quem era sonho e quem era pesadelo (Galo)

Os homens naquela roda sabiam que os traços desenhados na terra pelos capitães não passavam de uma orientação dispensável, limitada a dizer por onde começar a atacar. Nenhum deles, mesmo … Continuar lendo

8 de setembro de 2021 · 9 Comentários

Meia dúzia (Frida Khaos)

 – Considere feito. Uma pausa quase dramática. O arfar da respiração entrecortada, os dedos tamborilando em superfície áspera e nodosa. – Aguardo o pagamento para prosseguir. Um acordo. Negócio acertado … Continuar lendo

8 de setembro de 2021 · 6 Comentários

Olê mulher rendeira (Severino de Aracaju)

Mal subiu o sol para castigar o sertão por mais um dia e os pássaros de Angicos já saíam em revoada, assustados pelo barulho das metrancas. Também uma revoada de … Continuar lendo

7 de setembro de 2021 · 8 Comentários

Maria da Penha (Wasp)

Nelson mal podia acreditar na própria sorte. Da janela do café, apreciando seu capuccino, observava a mocinha que estava na calçada do outro lado da rua, encantado. Ela era seu … Continuar lendo

4 de setembro de 2021 · 5 Comentários

De volta a fogueira (Alexandre)

Mandei trazer a menina presa em um dos muitos cômodos de minha casa a fim de vendê-la a um destruidor de nação. Ela chegou silenciosa e triste; calçava um sapatinho … Continuar lendo

2 de setembro de 2021 · 3 Comentários

Pai nosso (Olga Ogra)

Um tiro certeiro no peito, a mulher, pouco mais que uma garota, desaba em câmera lenta; no rosto, a expressão congelada, a meio entre o medo e o espanto. O … Continuar lendo

31 de agosto de 2021 · 9 Comentários

Nunca à terça-feira (Samuel Tuesday)

– Tem filhos, Sr. Celso? Celso abanou a cabeça. Estava a ficar farto de tantas perguntas. Queria apenas alugar um apartamento e aquele custava um terço do que costumavam pedir. … Continuar lendo

31 de agosto de 2021 · 10 Comentários

A Tragédia de Silvina Maria (Matador de Dragões)

Ato I — Não vá se perder por aí, por essas bandas, veredas, traçando um descaminho, trombando a cada curva com um penhasco ou abismo, flertando com a sorte e … Continuar lendo

30 de agosto de 2021 · 6 Comentários

Esporas de Prata (Billy The Kid)

Levada pelo vento, uma touceira de capim seco rolou pela rua de chão batido, precedendo a entrada de um cavaleiro no povoado. Ele parou em frente ao bar, apeou, amarrou … Continuar lendo

29 de agosto de 2021 · 15 Comentários

Um Quilo e Meio de Pão (Cherozo)

Quando parei a picape na bomba de diesel, saiu do posto uma morena grande vestindo um uniforme azul sujo de graxa. Lenta e cerimoniosa, ela dançava dentro da roupa, bem … Continuar lendo

29 de agosto de 2021 · 7 Comentários

Dia de Trabalho (Edinho)

Eu sou o negro gato, eu sou o negro gato. Acordei com essa canção em minha cabeça. Fui beber água cantarolando-a. A boca estava seca, a língua igual a uma … Continuar lendo

28 de agosto de 2021 · 9 Comentários

Anistia (Prudência)

“Você lembra de mim?” “Claro. E você?” “Nunca esqueci.” “Até da última vez em que nos vimos?” “Principalmente.” “Foi o momento mais feliz da minha vida”, ela diz, “e ao … Continuar lendo

24 de agosto de 2021 · 14 Comentários

Marijuana é Espanhol (Chapadinho)

— Cara, tu acha que rola ali? — Tem que ver. — Meio foda. — O meu, mas ali é tipo uma praça legalizada, vão os pinta da heroína, do … Continuar lendo

21 de agosto de 2021 · 11 Comentários

Em cruz ilhada (Nínive)

Gente de muita fé habitava aquelas cercanias do Brejeiro Bravo. Nome esse mais sem razão de ser, ao menos por se considerar a prevalência da seca, cuja sede tinha que … Continuar lendo

20 de agosto de 2021 · 9 Comentários

Regulamento do Desafio “Foras da Lei”

Bem-vindos ao Desafio Foras da Lei! I – Inscrições O desafio é aberto a quaisquer escritores que sejam, com igual orgulho e dedicação, leitores. Para participar basta enviar um conto inédito, abordando de forma livre o tema Foras … Continuar lendo

15 de agosto de 2021 · 3 Comentários