EntreContos

Detox Literário.

Resultados do Desafio Filmes e Cinema

The Oscars

Caros participantes, amigos e curiosos de sempre.

Sejam bem vindos ao tapete vermelho do Entre Contos. Brad Pitt e Angelina Jolie queriam apresentar a entrega dos nossos prêmios, mas tivemos que dispensá-los por não estarem à altura.

Definitivamente, nosso desafio foi espetacular. Vinte e oito contos eletrizantes (sem falar das duas desistências e de uma desclassificação), com um nível de participação excelente. Parabéns a todos pelo empenho e pela dedicação.

Bom, vamos ao que interessa!

A lista abaixo refere-se aos bastidores das superproduções, com a relação dos contos, os pseudônimos, e os nomes verdadeiros de cada um.

autoria

Também é interessante ver a relação de comentários.

comments

É de se reparar que dos 28 participantes, seis deixaram de cumprir o previsto no regulamento. Infelizmente, terão seus contos desclassificados e deletados, juntamente com os comentários recebidos.

Prosseguindo, a tabela a seguir consolida as notas, com o total geral e a média obtida por conto. A classificação só foi definida com a postagem do último voto!

votacao.cinema

Como se percebe, a votação foi muito apertada, com meros três pontos separando o primeiro do segundo colocado.

Como vencedor, “Liberdade Condicional“, de Gustavo Araujo:

Certa ocasião pensei em pedir-lhe um exemplar de “Vinte Mil Léguas Submarinas”. Estava certo que ele, com os contatos que tinha, iria consegui-lo sem dificuldades. Porém, acabei adiando e adiando. No fundo tinha medo de que quando tivesse o livro nas mãos, minha vida perderia um pouco o sentido. “Não está precisando de nada, Brooks?”, perguntava Red. E eu respondia “Não, amigo. Obrigado”.

Em segundo lugar, “Homens de Preto“, de Fabio Baptista:

Jaqueline ficou chorando e batendo na parede, pedindo pelo amor de Deus pros caras tirarem ela dali, que não tinha feito nada e tal. Qualquer ser humano normal ficaria comovido. Mas o que as pessoas não entendem é que traficante não é ser humano normal. É muito mais fácil achar PM honesto que traficante com alguma coisa parecida com consciência. A única coisa que amolece o coração desses filhos da puta é chumbo quente, parceiro.

E, por fim, completando o pódio, “A História de uma Vida“, de Marco Piscies:

Sentiu o coração parar. Instintivamente, olhou ao redor procurando o autor da pegadinha. O que era aquilo? Algum tipo de brincadeira do pessoal do trabalho? Leu e releu a opção dúzias de vezes, até estar convencido de que era realmente o seu nome escrito na tela da televisão.

Só para lembrar, o campeão faz jus a um exemplar de “Linha Tênue”, de Rubem Cabral, cortesia da Caligo Editora.

Com o intuito unicamente de valorizar a realização de comentários nos contos postados, promovemos a seguir a entrega de troféus honorários para aqueles que se destacaram:

– O Troféu “O Retorno de Jedi” vai para o Eduardo Selga, ausente do desafio anterior; mesmo não participando com um conto neste certame, comentou todos os demais daquela maneira que só ele sabe (e que deixa todo mundo em estado de aflição contínua enquanto aguarda).

– O Troféu “Zero-Dois” vai para o… bem, vocês já sabem.

– O Troféu “…E o Vento Levou” vai para o para o Renato Batalha, que mandou seu conto para o desafio e….

– O Troféu “Forrest Gump” vai para o Felipe Rodrigues que passou o dia 17 inteiro lendo e comentando todos os contos.

– O Troféu “Garota Exemplar” vai para a Maria Santino, que comentou todos os contos e votou, mesmo sem ter participado com um texto próprio.

– O Troféu “Sin City” vai também para o Rodrigues, que no papel de Kelly, autor(a) de “Filme de Rola” deixou muita gente arrepiada.

Como sempre, lembramos que tudo isto é uma grande brincadeira. Claro, com o intuito de aprendermos juntos, sempre.

Queremos uma vez mais parabenizar todos os participantes pela preocupação que demonstraram em dar o melhor de si, tanto na elaboração dos próprios contos, como principalmente nos comentários realizados e nas sugestões que têm tornado nosso espaço cada vez melhor.

A partir de agora todos os comentários estão liberados.

Até o próximo desafio.

Equipe EntreContos.

42 comentários em “Resultados do Desafio Filmes e Cinema

  1. Fabio Baptista
    20 de novembro de 2014

    Agora vamos às sugestões de melhoria nas regras.

    1 – Sistema de votação

    Depois de 3 desafios com as notas para todos os contos, cheguei à conclusão: Escolher os 10 favoritos era melhor! kkkkkkkkkkkkk

    Acho que o sistema de notas traz mais emoção e deixa a coisa mais equilibrada. Porém está sujeito a algumas “anomalias” (assim como qualquer outro, pois nenhum sistema é perfeito).

    No último desafio, por exemplo. Dois contos (Marcela e Besouro) estavam numa competição acirrada, disputando voto a voto o título. O conto do Besouro vinha numa sequência fenomenal de 10, 8, 10, 10, 9, 10, 8, 8, 10, 10… e de repente aparece um… 4!!! Enquanto o conto da Marcela seguiu sua igualmente fenomenal sequência com uma nota 8 do mesmo participante.

    Nesse desafio, um único participante cravou uma diferença de 8 pontos entre o primeiro e o segundo colocado (1 para o Tropa de Elite e 9 para Um Sonho de Liberdade).

    Resumindo… acredito que deveríamos adotar um critério para minimizar os efeitos danosos de uma nota ruim (e também os efeitos igualmente danosos de uma nota exagerada).

    Acho que seria simples:

    Entre 2 e 19 participantes: desconsideramos a pior e a melhor nota de cada conto.
    Entre 20 e 39 participantes: desconsideramos as duas piores e as duas melhores notas de cada conto.
    40+ participantes: Desconsidera-se as 3 piores e 3 melhores notas.

    Dessa forma, a nota final se aproximaria mais do sentimento médio geral deixado por cada conto, o que na minha opinião é mais justo para se definir a colocação final.

    2 – Comentários abertos x fechados.
    Já faz algum tempo que defendo os comentários fechados. Um dos pontos da argumentação em defesa dos abertos é a interatividade. Infelizmente eu não vejo muito isso… ou o autor responde um “obrigado pela leitura” e acaba por isso mesmo, ou não responde nada (que parece ser a melhor estratégia), ou corre o risco de parecer que é um mau perdedor que não aceitou muito bem a crítica. nesse desafio até tive uma boa interatividade, mas em determinado momento fiquei com a impressão que estava sendo visto somente como um animal selvagem protegendo as crias. E não posso culpar ninguém por isso, porque eu mesmo acabo, na maioria das vezes, vendo dessa forma os autores que tentam argumentar.

    MAS… com os comentários fechados não tem como o “circo pegar fogo” e os comentários abertos são muito mais legais nesse sentido, não resta dúvida. 😀

    3 – Definição do próximo desafio
    Acredito que a votação deveria ser restrita aos participantes do último desafio. Ou dos últimos três desafios.

    Na última enquete tivemos 120 votos se não me engano. E 28 participantes de fato. Quantos desses 28 escolheram os parâmetros (tema, sistema de votação, limite de palavras) que foram empregados no desafio?

    A sugestão é no sentido de não permitir que “fantasmas” influenciem na vontade da maioria dos que vão realmente participar. Claro, nada garante que o cara vai participar do próximo e também é chato não deixar alguém que vai participar pela primeira vez votar, mas acho que é melhor do que deixar 90 votos “aleatórios” decidirem a parada.

    Bom, era isso!

    Abraço.

    • Anorkinda Neide
      21 de novembro de 2014

      boas sugestões (mesmo levando em conta q vc legisla em causa propria…kkkk)
      mas desconsiderar a maior e a menor nota é bom, é justo.

      e trazer amigos só pra votar no tema preferido é o Ó, né gente… tem q ter mecanismos pra impedir isso.

      😉

    • rubemcabral
      21 de novembro de 2014

      Já eu sugiro um cálculo simples para apurar a “nota real” do conto, considerando as participações históricas do candidato, as CNTPs, a posição dos planetas (Plutão não) sobre as coordenadas de Brasília quando no momento da apuração, a velocidade (em nós) dos ventos a favor e contra, a deformação do tempo-espaço causada pela massa do meu ego e uma variante de ajuste de criatividade Rubiana (que no meu caso sempre deve valer 100).

      NRC = (Σ(nota 1 -> nota n) / n * T ** P – Σ(p1 -> p8) * V * Em) * IF(“Rubem”, 100, 0)

      Sim, assim eu ganharei TODOS os desafios antecipadamente, mesmo se eu escrever “Ode ao pedacinho de massa de vidraceiro verde que encontrei no meu sovaco numa manhã de verão“.

      (Risada maníaca e trovões e raios ao fundo).

      ***

      Agora, a sério, gostei da sugestão Fabulosa do descarte de melhores e piores notas. Acho também que, se possível, poderíamos restringir os votos quanto ao tema a somente gente que já tenha participado de algum dos desafios, mas aí talvez tenhamos que votar usando comentários num tópico (e não as enquetes bacanas do blog). Quanto aos comentários abertos, embora eu não tenha respondido neste desafio às impressões de ninguém, ainda prefiro assim.

      Abraços!

    • EntreContos
      21 de novembro de 2014

      Obrigado, pessoal. Sugestões são sempre bem vindas. Aliás, se repararmos, os sistemas dos desafios raramente se repetem, seja no que se refere aos comentários, seja nas avaliações, fruto, exatamente, das observações e das propostas de todos por aqui.

      Como é costume, vamos colocar em votação a ideia do descarte das notas extremas. Ainda que dê um pouco mais de trabalho para a apuração, também creio que é o mais justo. No entanto, valerá a opinião da maioria.

      Quanto à escolha dos temas, receio que restringir os votos àqueles que participaram de X ou Y desafios não seja o melhor. Além de criar uma espécie de casta, dá a impressão que o site é um mundo em si mesmo, controlado por uma panelinha. A ideia é sempre juntar mais e mais gente, democratizar mesmo, e isso só se consegue abrindo mão de restrições ou regras complicadas.

      Dessa forma, a escolha do próximo tema, assim os sistemas de votação, limites de palavras e comentários continuarão a ser feitos mediante enquete aberta, todavia aperfeiçoada, com controle por cookies e IP, evitando, assim, votos repetidos.

      Abraços!

      • Brian Oliveira Lancaster
        21 de novembro de 2014

        Talvez fosse interessante não repetir temas, afinal, o desafio justamente é esse. Ou então deixar em fonte vermelha na enquete o que já foi, não sei.

    • Maria Santino
      22 de novembro de 2014

      Passando só para dizer que adorei essa ideia de desconsiderar as notas mais baixas na proporção do número de participantes. 10 = -1 nota mais baixa, 20 – 2, 30 – 3, 40 – 4… É justo e muito bem bolado. Acho também que seria bom deixar um lembrete na chamada a respeito do número de palavras. É ótimo ter para onde correr se a trama pedir mais caracteres, mas vale ressaltar que é para escrever ATÉ certo limite e não para o texto POSSUIR EXCLUSIVAMENTE 4000 palavras, 3000 ou 2000. O certame com comentários fechados foi maravilhoso, mas a curiosidade foi matadora também, fora o clima gélido por essas bandas. 😀

  2. Fabio Baptista
    20 de novembro de 2014

    Um pouco atrasado, mas vamos lá…

    Fiquei um pouco surpreso e, confesso, um pouco decepcionado com o 2º lugar. Surpreso porque pensei que a rejeição ao conto, tanto pelas questões políticas quanto pela linguagem/violência, seria muito maior. Decepcionado porque, de fato, infelizmente o asco aos palavrões e fatores “ideológicos” acabaram se manifestando em algumas notas e quebraram minhas pernas na busca pela medalha de ouro (imagine a musiquinha de superação da olimpíada agora, pra ter mais impacto emocional).

    Mas foi ótimo por ter tirado a zica do 4º lugar que estava me perseguindo desde a minha primeira participação. 😀

    Mas também não quero fama de vice! kkkkk

    Então, que venha o próximo desafio!

    Abraço.

  3. Rodrigues
    19 de novembro de 2014

    valeu pessoal! me senti como naqueles bailes de carnaval! parabéns a todos e to feliz, sim, pelo sexto lugar! ; ****

  4. Gustavo Araujo
    18 de novembro de 2014

    Parabéns a todos, galera (2)! Este desafio foi um dos mais difíceis. Apresentar algo novo sobre o que já foi consagrado nas telas de cinema é algo que realmente põe a criatividade à prova. Sucesso para todo mundo e até a próxima!
    Bora lá, Zero-Dois!

  5. daniel vianna
    18 de novembro de 2014

    Parabéns para todos, galera. Esse ‘mortal kombat literário’ foi show de bola. Até a próxima.

  6. simoni dário
    18 de novembro de 2014

    Parabéns aos vencedores! Pena que é pouco pódio para tantos contos excelentes.Ficaram de fora, (na minha humilde opinião): Chanchada Decadente, Ópera Espacial, Em Três Tocs e Tendências Sombrias. Gostei muito e os autores estão de parabéns!

    Foi a primeira vez que escrevi alguma coisa e que participei de um desafio e agradeço a todos a paciência e o carinho nos comentários, tive aulas aqui e o que aprendi em tão pouco tempo não teria aprendido em uma sala de aula em um semestre, certamente.

    Gostei muito! Abraços e sucesso a todos!

    P.S: Fui traída pelos ícones ao lado do nome e pseudônimo, já me entreguei na primeira semana, não sabia se podia ter solicitado a moderação para a troca, preciso aprender a mexer nisso para o próximo desafio.

    • Claudia Roberta Angst
      25 de novembro de 2014

      Que bom que gostou do meu conto “Em Três Tocs”, Simoni. Sou bem desligada e não reparei nas pistas que deixou da sua autoria. Agora, já está escolada e vai conseguir manter o anonimato. Seja sempre bem-vinda!

      • simoni dário
        26 de novembro de 2014

        Obrigada Claudia! Continue escrevendo assim, de forma cativante. Tens a escrita impecável e simples e o resultado é uma delícia de leitura. Parabéns!

  7. rubemcabral
    18 de novembro de 2014

    Parabéns ao pessoal que subiu ao pódio! Felicitações aos participantes que também foram ótimos leitores.

    Muito obrigado pelo 4° lugar – que roubei do Fábio! Fiquei feliz com o feedback dos meus colegas ultranerds, haha.

  8. Fil Felix
    18 de novembro de 2014

    Parabéns aos vencedores ^^ Dessa vez o Fabio só não ganhou pela nota 1 kkkkk

    Apesar de não estarem no pódio, parabéns aos autores de O Sono de Akira, Tendências Sombrias, Filme de Rola e Correndo (novamente) sobre a lâmina, alguns dos que mais gostei desse desafio.

    • Capitão Nascimento
      18 de novembro de 2014

      O senhor também quase me fodeu com aquele 5, senhor Zero-Três!

      • Fabio Baptista
        18 de novembro de 2014

        kkkkkkkkkkk

      • Claudia Roberta Angst
        25 de novembro de 2014

        O senhor não tem permissão para reclamar de uma nota 5! 😛

  9. Leonardo Jardim
    18 de novembro de 2014

    Foi minha primeira participação e gostei muito. Foi um desafio e tanto pra mim, principalmente por ser avaliado por tanta gente com pensamentos diferentes, fugindo do meu público-alvo tradicional. Todos os comentários foram muito legais e já estou me preparando para melhorar no próximo. 🙂

    A melhor parte, porém, foi ser “obrigado” a ler todos os contos e analisá-los criticamente. É muito importante para nós que gostamos de escrever ler contos tão bons e sermos “forçados” a procurar defeitos. Análise crítica é uma característica essencial a todos nós e aqui nós a treinamos da melhor forma possível.

    Por fim, não poderia deixar de parabenizar os primeiros colocados, que escreveram contos excelentes, que marcaram e emocionaram. Se tivesse que ordenar os contos, do primeiro ao quarto eu só mudaria um pouco a ordem. Parabéns ao anfitrião por esse espaço fantástico, pelas excelentes críticas e pelo texto emocionante; Ao Fabio que merecia a medalha de ouro na minha humilde opinião, mas parece que nasceu para “bater na trave”, penalizado por uma nota revoltosa 🙂 ; Ao Piscies pelo conto tocante e ao Rubem pelo conto mais legal (e nerd) que eu li nesse certame.

    PS: Adorei os autores que comentaram os próprios textos, principalmente o Fabio que se deu nota máxima e dialogou com seu pseudônimo, quase exercendo uma dupla personalidade 🙂

    • Gustavo de Andrade
      18 de novembro de 2014

      Repito o Leonardo. Tomara que cresçamos juntos como escritores e escritoras!

    • Fabio Baptista
      19 de novembro de 2014

      Que bom que você gostou!

      Na verdade fiquei me sentindo meio ridículo tentando disfarçar a autoria com aquele artifício do bate-papo comigo mesmo 😀

  10. Claudia Roberta Angst
    18 de novembro de 2014

    Parabéns aos primeiros colocados! Parabéns ao anfitrião pela vitória. Finalmente, FB subiu ao pódio, poupando as paredes de mais sofrimento. Participei de todos os desafios, nem sempre com bons contos, mas aprendendo sempre. Viciei nisso! Será que consigo largar?

  11. Capitão Nascimento
    18 de novembro de 2014
    • Claudia Roberta Angst
      18 de novembro de 2014

      KKKKKK…Rindo muito aqui! D. Sonia, cuidado com o homem de preto, magoado pra c@r…

      • Sonia
        19 de novembro de 2014

        Bem, ele escreveu um conto de horror para provocar emoções fortes, então foi um sucesso total. ele me horrorizou e provocou uma forte emoção de .. rejeição. rsrsrs

    • rubemcabral
      18 de novembro de 2014

      Nascimento: é hora de trocar de estratégia, em grego strateegia, em latim strategi, em francês stratégie…

      • Fabio Baptista
        18 de novembro de 2014

        KKKKKKKKKKKKKKK

      • Gustavo Araujo
        18 de novembro de 2014

        O próximo desafio pode ser sobre “personalidades da História”. O Fabio Baptista pode encarnar o Gandhi e mudar a tática para conquistar os votos 🙂

    • Sonia
      19 de novembro de 2014

      Grandes escritores como Victor Hugo e Dickens falam da grande miséria humana sem citar os detalhes sórdidos que em minha opinião beiram a pornografia. Detesto textos com excesso de gíria, linguagem chula e violência. Duvido que você tenha ficado magoado, levou boas notas de outros concorrentes e deve me achar uma piegas antiquada, não é mesmo?
      Vou confessar: quase dei um zero.
      Para o texto, não para você, que nem conheço.

      • Fabio Baptista
        19 de novembro de 2014

        “(…) não para você, que nem conheço”

        Caramba, Sonia… falando assim você dá a entender que sou um escritor completamente desconhecido, um anônimo no meio da multidão.

        Acho que antes de falar esse tipo de coisa, você deveria levar em consideração que… a verdade dói pra caramba! 😦

        #xatiado

    • Sonia
      19 de novembro de 2014

      Fábio, só para esclarecer, se eu fosse escrever para o Saramago, também diria ‘você eu não conheço’. Conheço os livros dele.
      Andei passeando pelo seu blog, li alguns outros textos seus.
      Bem mais palatáveis. Finalista entre os melhores do SESC, parabéns.
      ‘Eu conheço você’ vai ser só no dia em que a gente se encontrar ao vivo e em cores.
      Abraços,

      • Fabio Baptista
        20 de novembro de 2014

        Oi, Sonia!

        Eu só estava brincando 😀

        Meu, nem lembrava que tinha um blog! Caramba, preciso atualizar aquilo lá… ou fechar de uma vez.

        Sobre o 1, pensei a princípio que você tinha levado pro lado pessoal, porque falei que era melhor você ler novamente o final do conto e tal kkkkkkkk. Até aproveito para pedir desculpas novamente, acho que fui meio rude na ocasião – estava muito na pegada Capitão Nascimento e exagerei (tentei me redimir depois, não sei se você chegou a ler).

        De qualquer forma, águas passadas!

        Espero que tenha gostado do desafio e que continue participando. Agora tenho três metas aqui:

        – Ficar em primeiro lugar
        – Ganhar um 10 seu
        – Ganhar um 10 da Camila Bragança (que na edição passada falou que meu texto era “morno” kkkkkkk)
        – Uma quarta meta seria um 10 da moça (Mamá) que disse que escrevo textos pífios, mas acho que ela era só um troll, infelizmente.

        (Não que eu seja um cara rancoroso!!!)

        Desculpe pelas brincadeiras, asseguro que a intenção foi só descontrair um pouco. 🙂

        Grande abraço!

  12. piscies
    18 de novembro de 2014

    Pôô!

    Com tanto conto bom, é uma honra estar em terceiro!

    Agradeço ao pessoal que deixou suas críticas. Conforme Brian já falou: são elas que nos fazem melhorar.

    A comunidade daqui é muito legal. É bom estar de volta!

  13. Wender Lemes
    18 de novembro de 2014

    Foi muito bom mesmo. Parabéns a todos que contribuíram de alguma forma! Um salve para o Fabio Baptista, que nos desafios que acompanhei rachava paredes por conta do codinome 04 e agora terá que mudar para 02 – acho que isto representa o ponto principal dos certames: a evolução.

  14. Brian Oliveira Lancaster
    18 de novembro de 2014

    Participar aqui tem sido uma experiência única. Pulei um ou outro tema que não “me encaixava”, mas lá se vão cinco desafios. Apliquei muito do que foi dito por aqui. Ironicamente melhoramos apenas com críticas negativas (mas positivas… quero dizer… vocês entenderam). Então deixo um recado aos novos amigos: não fiquem chateados com alguns “desgostos”, a maioria tem fundamentação e vale aplicar os conselhos – sei como é ver “seu filho” sendo malhado, mas estamos aqui justamente para isso, aprender. A equipe é bastante unida e apesar de alguns conhecidos estarem levemente sumidos, como diria Sherlock, “The game is on”. E claro, parabéns aos primeiros colocados, seus textos mereceram!

  15. Maria Santino
    18 de novembro de 2014

    Bem, eu imagino que tenha gente borrando a maquiagem, então deixa eu parabenizar a todos e dizer que foi muito bom ler os contos de vocês. Torci e torci muito por alguns que achei excelentes e adorei ler outros que realmente cativam por apresentar bem mais do que só uma trama, mas sim toda uma atmosfera, imagens e reflexões… Parabéns ao anfitrião pela vitória, ao Capitão, ops, ao Fábio Baptista que levou o segundo lugar. Mando um abraço para o Brian Oliver Lancaster pelo seu excelente Ópera Espacial e ao Gustavo Garcia por sua escrita pra lá de febril que me cativou deveras (Relevâncias Desventurosas aos Envolvidos era o meu favorito), ah! sim, e o Kelly pela atmosfera que impregnou em mim como nenhum outro conto que li aqui fez.

    Boa Semana e sucesso a todos!

    • Brian Oliveira Lancaster
      18 de novembro de 2014

      É ótimo quando encontramos amigos(as) de “outras bandas” participando na mesma comunidade. Achei que veria algum texto seu por aqui, até achei que aquele da Gravidade era seu, mas fica para a próxima. Agradeço o elogio, mesmo sabendo que o texto não ficou 100%.

    • Gustavo de Andrade
      18 de novembro de 2014

      Abraçada, Maria! Que bom que curtiu, de verdade. Espero surpreender no próximo e, também, ver um conto seu! 😉

  16. Capitão Nascimento
    18 de novembro de 2014

    ATENÇÃÃÃÃÃÃOOOOOO, SENHORA SÔNIA RODRIGUES…

    😀

    • Sonia
      18 de novembro de 2014

      ?????
      atenção ao que?
      eu realmente não vi aonde as outras pessoas colocaram suas notas
      nem havia nenhum email espe´cifico para isso
      acho que fiz alguma bobagem, mas o que??????

  17. Gustavo de Andrade
    18 de novembro de 2014

    Aê! Ótimo desafio, serei definitivamente um participante ativo!

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado às 18 de novembro de 2014 por em Filmes e Cinema e marcado .