EntreContos

Detox Literário.

Liga 2019 – Rodada 2.2 – Série C

Prezados participantes, segue, em ordem alfabética, a lista dos 12 contos classificados para a segunda etapa da Série C:   – A Fábula de Todos os Tempos – A Lenda … Continuar lendo

25 de maio de 2019 · 14 Comentários

A Fábula de Todos os Tempos (Professora Isabel)

  – Bem, a vovó irá lhes contar uma história, a última história que ouvi de meu pai, de uma lenda que ele ouviu do meu avô, e o bisavô … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 20 Comentários

A Lenda do Urso Polar (Presidente da Ursal)

O que você sabe sobre os ursos? Antes de começar essa história quero saber. Eu vou fazer três perguntas e você vai pensar aí na sua cabecinha e tentar me … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 19 Comentários

Angelical (Nick Tartini)

Deadwood compareceu em peso ao funeral e enterro de Peggy Irons. A mãe de Anne ficou com receio de levar a filha para se despedir da colega de sala, mas … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 23 Comentários

Apatia (Néfesh)

  O cabo áspero da pá machucava suas mãos enquanto cavava em frenesi, o sangue manchando toda a extremidade, o suor encharcando suas roupas. Cantarolava uma canção há muito esquecida, … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 19 Comentários

Incógnita (Engenheiro)

  Com o copo de uísque na mão, a matemática se sentou na poltrona com um suspiro mortificante. Tomou o drinque, sentiu a bebida queimar cada centímetro de seu corpo, … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 22 Comentários

Mater Malum – A Mensageira do Mal (Chris Crawford)

Tem uma luz surgindo atrás da porta, no fim do corredor. As pessoas do quarto tentam espremer-se nos cantos, mas, os pequenos corpos se chocam em objetos frios, fétidos, secos, … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 36 Comentários

Moça Solteira Procura (Apolônio)

Vai, traga-me outra cerveja, Patrício. Ainda sinto o gosto do lodo fétido no canto da boca. O quê? Quer que eu lhe conte, assim, no seco. Cê soube por quem? … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 21 Comentários

O Cão Que Queria Voar (Neves de Souza Abrantes)

O meu cão chamava-se Kazukuta. Um dia, eu, brincando de fazer bonecos de lodo, olhei para os pés dele. Kazukuta olhou de volta para mim, respirava com a boca aberta … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 19 Comentários

O Telefone (Mallone)

Eu nunca quis aquela linha de telefone. Quem ainda liga para número fixo? Só telemarketing ou gente mais velha. Só que a empresa de internet praticamente me obrigou a ter … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 19 Comentários

Os Presentes de Vvitaen (Ilma Conha)

  A mãe estava na cozinha da casa quando um cassaco entrou e sentou na cadeira. “Porque você só escolhe virar isso? Eu podia ter te matado sem saber. Olhe”, … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 20 Comentários

Rolê no Inferno (Valentin Strada)

  A única coisa de que me lembrava era da luz intensa que me cegou. Minha cabeça doía tão forte que pensei que iria vomitar umas duas vezes antes de … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 19 Comentários

Tum! Tum! (Carl Fredricksen)

1   — Essa boneca idiota está atrasando a gente! — disse o menino, afastando duas moitinhas de capim. — Assim não vamos chegar nunca!  Helena fez biquinho, e apertou … Continuar lendo

1 de maio de 2019 · 21 Comentários