EntreContos

Detox Literário.

Uma Floresta Alucinante (Tiago Volpato)

  Enquanto assistia a criatura comer o cadáver de um desconhecido, seu rosto assumiu uma expressão cartunesca. Os olhos aumentaram, as pálpebras encolheram e o cérebro perguntou: “que merda é … Continuar lendo

17 de fevereiro de 2019 · 19 Comentários

O fim (Tiago Volpato)

Vodka, wisky, cerveja, cigarro… Olhares dissimulados são trocados. A tensão grita. O ódio vem dos dois lados, escondido entre segredos. Não há amigos ali. Apenas desconhecidos que se odeiam. Depois … Continuar lendo

13 de janeiro de 2017 · 84 Comentários

O Engano (Tiago Volpato)

I. A taberna Brinco de Ouro Perdido na Névoa Maldita de Intar, era uma das mais importantes do reino ao se tratar de heróis. Todos os principais aventureiros frequentavam o … Continuar lendo

5 de março de 2016 · 14 Comentários

Esse maldito cotidiano (Tiago Volpato)

A primeira vez que morri, estava andando perto da minha casa. Era um dia aleatório da semana (pensando bem, era sábado ou domingo, pois não havia muitas pessoas na rua). … Continuar lendo

12 de setembro de 2015 · 40 Comentários

Trigger/Gatilho (Tiago Volpato)

I. C01sas Entr3z Uma das coisas que menos gostava de fazer, era quando estava sentado no banheiro e precisava dar uma olhada nas notícias. Ele abominava qualquer tipo/espécie de informação … Continuar lendo

1 de julho de 2015 · 57 Comentários

O Futuro Desfeito (Tiago Volpato)

— Nove e oitenta —disse a moça e ele instintivamente colocou a mão sobre o bolso da calça. “Ótimo, ainda está aí”, pensou enquanto sentia um ligeiro formigamento tomar conta … Continuar lendo

20 de maio de 2015 · 34 Comentários

Fábula de destruição e caos (Tiago Volpato)

(i) Prenda a respiração e… Atire. Exploda a cabeça. Recarregue. Respire. Atire. Exploda a omoplata. Recarregue. Atire e exploda o torax e recarregue e respire e escolha o próximo alvo. … Continuar lendo

24 de março de 2015 · 42 Comentários

Autoavaliação de Lucian ou como os sete pecados mudaram minha (vida) morte (Tiago Volpato)

Acordo e por um segundo fico feliz em ter sobrevivido mais uma noite. Tudo muda quando encaro minha realidade. Pra que perco meu tempo e energia fazendo meu coração bater? … Continuar lendo

22 de janeiro de 2015 · 51 Comentários

Incomum (Tiago Volpato)

Dorival, mais conhecido como Dori, se espreguiçou na cadeira branca de plástico do clube. Coçou os olhos por baixo do seu Ray-Ban de quatrocentas pratas, bocejando. Não sabia por quanto … Continuar lendo

10 de dezembro de 2014 · 38 Comentários