EntreContos

Detox Literário.

Joãozinho Pitbull e a Mulher que Engoliu o Sol (Detestável Detetive)

 

Pré luta

Nunca conheci meu pai. Um dia minha mãe trouxe um homem para casa.

Os assassinatos começaram oito meses antes e, por seis deles, após três vítimas, eu sabia apenas o que a televisão mostrava. Eram todos homens, entre 27 e 53 anos. A morte do ator foi a gota d’água, a imprensa queria a cabeça de alguém, se não a do assassino, do secretário de segurança pública que, por sua vez, antes decapitaria Antônio Almeida Álvares, o meu superior. E foi assim, contrariado e sob pressão, que o delegado tirou o caso de Rubens, o detetive mais renomado da Polícia Civil do Rio de Janeiro, e incubiu-o a mim.

Agora, juntamente com dois colegas, aguardo Álvares. Diógenes, o menor deles, após conferir as horas, abre uma das gavetas da escrivaninha do chefe, retira dali o controle remoto, liga a TV, comuta os canais e ajusta o volume. Bruce Buffer sobe ao octógono, mas ainda não toma o microfone. Apesar de praticar o jiu-jitsu, nunca tive saco para os históricos, comentários e especulações analíticas que antecedem as lutas.

 

Primeiro Round – O gigolô

Num outro dia o homem me trouxe um caminhãozinho de madeira e almoçou conosco.

O primeiro, encontrado sem vida por uma garota de programa no próprio apartamento, era branco, 35 anos, nariz e mandíbula fraturados, clavícula deslocada, rosto desfigurado por socos e pontapés. Causa mortis: estrangulamento. De acordo com o depoimento de Selena, a que encontrou o corpo, Audrey e Jenifer, também prostitutas, Marco Antônio Ribas era cafetão e, tal qual meu padrasto há muito desaparecido, costumava molestar suas mulheres, logo, não me recriminei pelo prazer daquela notícia.

Luta chata. Num e noutro sentido, o brasileiro circunda repetidamente o adversário, suas raras investidas por alto são respondidas com chutes baixos até o soar do gongo.

 

Intervalo

Mais alguns dias e o homem veio morar definitivamente conosco.

 

Segundo Round – O escrivão

Uma noite o homem não voltou para dormir. Apareceu no fim de tarde do dia seguinte. Pisou no caminhãozinho de madeira e empurrou minha mãe. Estava bêbado, mas então eu ainda não sabia o que era estar bêbado.

Dois dias após eu assumir o caso, mataram o Antunes. Encontrado boiando na piscina do próprio condomínio, o escrivão costumava nadar pela manhã, antes de ir à delegacia. Para surpresa geral, a autópsia não encontrara água nos pulmões. Apesar de não ter sido espancado, Antunes também fora morto por estrangulamento.

Finalmente Pitbull consegue levar a luta para o solo, porém o adversário fecha bem a guarda. O árbitro reinicia a luta em pé e outra vez os lutadores se limitam a se estudar.

 

Intervalo

Certa manhã, de ressaca, o homem não se levantou para trabalhar. Acordou na hora do almoço, mas saiu sem comer.

 

Terceiro Round – O galã

Ao voltar à noite, o homem revirou as panelas no fogão. Xingou minha mãe, quebrou algumas coisas na cozinha e voltou a sair levando a tevê em que ela costumava ver a novela.

O público voltara-se contra a cantora de funk que denunciou o namorado por estupro. Vítima de estrangulamento, o corpo, igualmente mutilado do galã de telenovela e queridinho das telespectadoras em geral, Jorge Hilton, de 27 anos, foi encontrado ao lado do carro, numa rodovia de pouco trânsito.

Álvares está demorando, mas, entredidos pela programação, nenhum de nós parece se importar. Já no terceiro assalto, a luta, que começara morna, ganha ritmo, porém não intensidade. Após desvincilhar-se de uma montada de Joãozinho Pitbull, Takashi Hudo pena sob a meia guarda de seu antagonista. Enquanto Diógenes e Edson se empolgam com cada nova tentativa de passagem de guarda do brasileiro, em silêncio, eu, e provavelmente todos os não tupiniquins do mundo, torcemos para o nipo-americano.

 

Intervalo

Daquela vez o homem não se demorou, voltou com uma caixa de sapatos e a guardou no quarto, sobre o velho guarda roupas.

Com o caso do estrangulador, ganhei também um pretexto para procurar um antigo contato na Delegacia da Mulher. Descobri o telefone da Menina que engoliu o sol, liguei e marcamos num café. Adriana formou-se em psicologia e serviço social.

– Júlio! – Virei-me e foi como se o dia abruptamente rompesse a noite. Ela sorriu meu nome e se abriu para o abraço como se se tivessem passado não anos, mas apenas dias desde a formatura no colégio militar.

Pragmática como sempre, não fez nenhuma menção ao passado, sequer perguntou sobre mim, mas foi diretamente ao ponto:

– Pois então, o Rubens já me procurou sobre isso antes de você e aparentemente eu não fui lá de grande valia…

Passei a seguir alguns suspeitos que, segundo os arquivos de Adriana, molestavam mulheres.

 

Quarto Round – O crente

Certa tarde, enquanto ambos trabalhavam, eu coloquei uma cadeira sobre a cama e alcancei a caixa de sapatos. Um revólver, pesado e preto como os dos mafiosos da televisão que agora mamãe e eu assistíamos na vizinha. Guardei-o de volta.

A quarta vítima, José Gomes Leocádio, 53 anos, evangélico, foi encontrado por transeuntes nas primeiras horas de uma manhã de segunda-feira, numa viela do seu próprio bairro. Mesmos sintomas, mesma causa mortis do gigolô, do escrivão e do ator. Detalhe adicional: a bicicleta até então utilizada pelo morto, aparentemente arremessada por diversas vezes contra o pavimento, foi encontrada destroçada ao lado do corpo. Segundo testemunho de vizinhos e filha maior de idade, o homem espancava regularmente a mãe. A viúva negou.

A maioria das paredes internas da delegacia é metade composta de vidro e, através de uma delas eu vejo o setor de atendimento ao público. Dois atendentes e, conforme a rotina, uma legião de pessoas aguardando para registrar boletins de ocorrência por meio de um sistema  obsoleto e burocrático.

Takashi Hudo, após safar-se de um armlock, desfere um chute alto, acertando em cheio o peito de Johnny Disgrace, apelido conferido pela imprensa internacional em alusão à crueldade e aos golpes sujos constantemente utilizados por João Maria dos Santos, manauara, 28 anos, invicto a 22 lutas, 16 por nocaute, 2 derrotas por desclassificação.

Diógenes, Edson e os telespectadores que na repartição ao lado assistem a luta em outra tela balançam junto com Joãozinho Pitbull. Estão todos atônitos, após livrar-se do estrangulamento com uma cotovelada maciça no rim de seu oponente, Takashi Hudo parece finalmente ter encontrado seu jogo. Em pé, o japonês, além de chutar bem, revela-se um exímio pugilista. A cara de cachorro do Pitbull está toda ensaguentada e, enquanto os rostos dos meus pares Diógenes e Edson e, inclusive do detetive Rubens, estão ensombreados, o meu brilha, mas não por muito tempo. Através da vidraça, vislumbro-os, os olhos do meu eterno adversário fixos na tevê, enquanto a mão repousa sobre as dela. Maldito!

 

Intervalo

Acordo suado na cama de Adriana – há anos não durmo ao lado de mulher nenhuma -, em seu sono pesado, ela de certo não ouviu os meus sussurros noturnos. O mesmo pesadelo, o velho bêbado, de costas para mim, torcendo-lhe o pulso, queimando o braço dela com a ponta do cigarro. Acordo sempre ao ouvir o estampido. Levanto-me para ir ao banheiro e me dou conta de não estar nu ou em trajes íntimos, mas de haver dormido vestindo camisa, calça e sapatos.

 

Quinto Round – O nocaute

Às vezes ele usava a arma para intimidá-la, metia-lhe o cano pela garganta e, enquanto eu me mijava, ela sentia náuseas.

Urinei na rua e, ao fechar as calças, avaliei minha aparência. Fui até o carro estacionado num beco escuro, além de um revólver apreendido, busquei uma flanela no porta luvas. Amanheceu enquanto remanejava os corpos na calçada. A um lado, estrangulado, o que antes eu seguia e que estava prestes a ser assalto. Ao lado desse, o assaltante, morto com um tiro entre os olhos. Limpei o sangue dos sapatos. Não havia manchas na roupa. Liguei para a delegacia. Sentei ao volante e repassei a história a ser contada.

Rapidamente a câmera corta para o campeão, pois mesmo para policiais, a expressão desfalecida do japônes, desmaiado antes de se render ao ser estrangulado num triângulo de pernas, não é uma visão em nada agradável. Aqui e na tela, o público urra alucinado.

 

Pós luta

Àlvares chega para ouvir a minha história e, ao menos aqui, o público se cala.

O corpo, juntamente com a arma, ela enterrou na latrina que, com uma pá, eu ajudei a fechar.

Anúncios

Sobre Fabio Baptista

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

Publicado em 20 de novembro de 2018 por em Copa Entrecontos.