EntreContos

Detox Literário.

Profissões Liberais – Poesia (Francisco Ferreira)

De menino, gostava de brincar de médico.
De nuvens prenhes de tempestade,
auscultava-lhe trovões
e media o cheiro do gosto
de sua queda em cordões.
Depois via crescer os filhos seus
nos riachos grávidos.

Mas, à sério mesmo, eu era psicólogo
de árvores e arbustos,
chorava com eles a seiva derramada
e a queda das folhas, em calvícies
precoces vegetais. Tratava-lhe os galhos secos.

Mais crescido, formei-me advogado
de cupins e formigas. Ganhei demandas
contra roseiras e causas contra jasmineiros
para o horror estupefato das donas.
Lá de casa e arredores.

Hoje aposentei-me. Virei taquígrafo
traduzo o voo das libélulas e plainar
de borboletas e beija-flores

Anúncios

5 comentários em “Profissões Liberais – Poesia (Francisco Ferreira)

  1. marcilenecardoso2000
    17 de abril de 2017

    Que delícia de poema… Abrilhantado pelo doce sabor de infância, onde tudo é possível. Saudade dela, né?

  2. Olisomar Pires
    16 de abril de 2017

    Belas imagens.

  3. Eduardo Selga
    16 de abril de 2017

    Excelente poema. Escapa ao lirismo fácil, feito de imagens que o leitor é capaz de antecipar durante a leitura. Lembra-me os versos de Manuel Bandeira (“Quero antes o lirismo dos loucos / O lirismo dos bêbados / O lirismo difícil e pungente dos bêbados”). Afinal, de certa maneira, o universo infantil é um mundo bêbado.

    • marcilenecardoso2000
      17 de abril de 2017

      É, não deixa de ser um mundo destrambelhado…

  4. Priscila Pereira
    16 de abril de 2017

    Que lindo, Francisco! Uma delícia de poema, tem a doçura das imaginações da infância! Parabéns!!!

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 16 de abril de 2017 por em Contos Off-Desafio e marcado .