EntreContos

Literatura que desafia.

Saudade, palavra triste (André Luiz)

1082056543

É maravilhoso quando recebo visitantes. São sempre poucos, mas muito especiais para mim. Quando os vejo chegando ao portão, emocionados por me reencontrar, emociono-me junto. Depois, lembramo-nos de momentos felizes que vivemos e de como eu costumava sorrir quando estávamos todos sentados à mesa, unidos como uma verdadeira família.

Difíceis são as despedidas, quando deixamos escorrer lágrimas que molham a terra. Ao final, são apenas as velas, as flores e a velha saudade que me fazem companhia…

Anúncios

59 comentários em “Saudade, palavra triste (André Luiz)

  1. Amanda Trindade
    15 de março de 2016

    Gostei muito, a meu ver o conto transcendeu a palavra saudades nos deixando bem íntimos dela, apesar do conto ser curto.Bem elaborado , sutil e poético, sendo a saudade sentimento mais nobre que o amor, pois não há exigências, apenas o sentir.

  2. harllon
    29 de janeiro de 2016

    O título entrega o que está por vir, mas a emoção ao ler o conto ainda se mantém, e mesmo após a leitura ela não mperde sua vivacidade.

    Muito bom!!!

  3. Nijair
    29 de janeiro de 2016

    .:.
    Saudade, palavra triste (Solitário)
    1. Temática: Despedidas. Recordações.
    2. Desenvolvimento: Muito bom, na medida certa.
    3. Texto:
    a) emocionados por reencontrarem-me, emociono-me junto…
    b) unidos como verdadeira família – sem o ‘um’ fica mais leve. O que acha?
    4. Desfecho: Reflexivo. Gostei das perguntas que me fiz depois da leitura.
    Top 15!

  4. Tamara Padilha
    29 de janeiro de 2016

    Simples, nostáugico… Adorei, principalmente seu título, já me conquistou com ele.
    Parabéns, autor, fiquei imaginando muitas coisas.

  5. Thales Soares
    29 de janeiro de 2016

    O principal objetivo do conto aqui é emocionar o leitor. Comigo, falhou.

    Não gostei da proposta central. Prefiro histórias que se desenrolam com um começo, meio e fim. Porém, isso é apenas um gosto pessoal meu, e não significa que o autor não fez bem seu trabalho. Tecnicamente falando, o conto está muito bem escrito, bastante fluido e bem construído.

    Boa sorte no desafio.

  6. Tom Lima
    29 de janeiro de 2016

    Ficou bonito, mas não muito interessante pra mim.

    O fantasma que sofre com a solidão não me prende, não causa empatia.

    Ele fica preso ao túmulo, ou só vai lá pelas visitas? Se não fica preso, por que ele não visita aqueles de que tem saudade? Essas explicações faltaram e a falta incomodou.

  7. rsollberg
    29 de janeiro de 2016

    Ao contrário de alguns outros textos do desafio, “saudade…” se destaca pela execução e não pela ideia.

    De forma hábil, o autor consegue criar empatia, criando imagens universais como “eu costumava sorrir quando estávamos todos sentados à mesa, unidos como uma verdadeira família”

    O final não surpreende, mas emociona. Impossível não imaginar algum ente querido a espera de uma visita. De quebra, ainda nos leva a pensar na efemeridade da vida e na importância dos pequenos/habituais, encontros familiares.

    Parabéns e boa sorte!

  8. Fil Felix
    28 de janeiro de 2016

    A escrita está muito boa, a leitura é gostosa e não trava. Bem desenvolvida. Mas acho que faltou uma sustança. A história é bonita, fala sobre saudade, talvez sobre abandono, mas não vai além. Não há espaço para uma subtrama, um questionamento, algo que leve o leitor a outro lugar. Ficando um relato bonito, apenas. Infelizmente.

  9. Wilson Barros Júnior
    28 de janeiro de 2016

    Muito poético e melancólico, uma espécie de auto-elegia. Provoca sentimentos nostálgicos, evoca alguma coisa feita de ausências. Uma bela e original homenagem à saudade, um sentimento mais generoso até que o amor, pois nada pede, nada exige, apenas sentimos. Muito legal o ponto de vista do “de saudosa memória”.

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 13 de janeiro de 2016 por em Micro Contos e marcado .