EntreContos

Detox Literário.

Resultados do Desafio Noir

NAME08

Caros participantes, amigos e curiosos de plantão.

É hora de solucionar os mistérios! Quem venceu? Qual o melhor conto? Quem comentou melhor?

Começamos matando a curiosidade sobre quem escreveu o quê.

A lista abaixo contém a relação dos contos, o pseudônimo, e o nome verdadeiro de cada participante.

autoria-noir

Também é interessante ver quem comentou o quê. Clique na tabela para conferir.

comments.noir

Por fim, vejamos a pontuação atribuída por cada qual dos participantes aos contos de suas respectivas preferências, com o eventual acréscimo do bônus pelos comentários.

pontos.noir

Como vencedor – algo próximo de uma unanimidade – surge o multifacetado Rubem Cabral, que levou o caneco com louvor pelo sensacional “Lágrimas São Vãs Sob a Chuva”.

Repetindo o segundo lugar do desafio passado, Gustavo Araujo fica com a prata por “Coração Negro”.

E, na parte mais emocionante da disputa, três contos brigaram até o fim pela medalha de bronze. No fim, Marcellus Pereira, com “A Loira do Banheiro” conquistou o lugar no pódio por UM ponto a mais do que Felipe Falconeri por “Era Uma Vez na Noite…” e apenas três à frente de “O Carcará Sardo”, também do Rubem Cabral.

Eis o pódio!

1) Lágrimas São Vãs Sob a Chuva (Cry Me A River) – Rubem Cabral; 128 pontos

2) Coração Negro” (Sam Spade)  – Gustavo Araujo; 101 pontos.

3) A Loira do Banheiro (Felipe Portugal) – Marcellus Pereira; 71 pontos.

Só para lembrar, o campeão faz jus a um exemplar da sensacional Antologia “!” de contos fantásticos da Editora Caligo.

Os três contos acima vão compor a Antologia a ser lançada pelo EntreContos brevemente.

Conforme prometido,com o intuito unicamente de valorizar a realização de comentários nos contos postados, promovemos a seguir a entrega de troféus honorários para aqueles que se destacaram:

– Troféu “And The Oscar Goes To”, de melhor comentarista – dividido entre Felipe Falconeri e Andrey Coutinho.

– Troféu Cavalo Paraguaio, de quem começou a comentar com todo gás e depois desistiu, vai para o Sérgio Ferrari e para o Abílio Junior.

– Troféu Estrela Solitária, de quem fez apenas UM comentário, vai para o Frederico Guimarães.

– Troféu Frank Abagnale Jr, de melhor história de cobertura, vai para o viking Sigurdur Sigurdsson, ou melhor, José Geraldo Gouvêa;

– Troféu Manifesto do Nada à Terra do Nunca, de quem não comentou conto algum, vai para o Sérgio Lougon de Souza, para o João Gabriel Alves, para o Diego Luccas Barbosa, para o Felipe Rodrigues e para o Vinicius Luccas de Oliveira;

– Troféu Meu Umbigo é Meu Mundo, de quem preferiu comentar o apenas o próprio texto vai para o Jowilton Amaral;

– Troféu Usain Bolt, de quem conseguiu comentar todos os textos num sprint final, em dois dias, vai para a Ana Paula Lemes (Alana das Fadas);

– Troféu Eu Achei que Dava, de quem comentou grande parte dos contos mas não votou, vai para o Frank Bacurau e para o Leandro Barreiros;

– Troféu Maldito Horário de Verão vai para o Pedro Luna Coelho Façanha.

De todo modo, parabéns a todos os participantes, pelos textos e pelos comentários. Sabemos que no fundo todo mundo fez o melhor que pôde.

Só lembrando: os posts relativos à votação agora estão liberados para quem quiser conferir.

Até o fantasmagórico próximo desafio! Desta vez, sem erro!

Anúncios

45 comentários em “Resultados do Desafio Noir

  1. Felipe Holloway
    8 de dezembro de 2013

    Parabéns, Rubão, e a todos os demais vencedores e participantes!

    E duas vezes parabéns ao Gustavo, pela organização primorosa de mais este certame.

    =)

    E que venham as assombrações!

  2. Jefferson Lemos
    6 de dezembro de 2013

    Gostaria de agradecer a oportunidade de mais uma vez estar aqui, participando e aprendendo com essas feras do mundo literário. Agradeço aos comentários, as críticas e elogios. E peço desculpas por não ter respondido todos os comentários. Meu notebook pifou e estou sem pc. Nem sei se conseguirei participar do próximo desafio. D:
    Logo agora…
    Enfim, parabéns aos ganhadores e à todos que participaram.
    Nos proporcionaram ótimas leituras e loucas viagens pelo universo Noir.
    Parbéns, galera. E quem sabe até a próxima!

  3. Gustavo Araujo
    6 de dezembro de 2013

    Pessoas, vocês não têm ideia de como eu fico contente por ver tantos comentários, por perceber a satisfação de todos com o blog e tudo mais. É muito legal mesmo. A consciência de que o EntreContos promove esse feedback tão necessário e desejado por todos os escritores é algo que nos motiva de verdade, que nos faz buscar um sistema ainda melhor.

    Quanto a este desafio propriamente dito, agradeço uma vez mais o empenho geral num tema tão desconhecido. Parabenizo todo mundo pela dedicação, tanto no que se refere à escrita como principalmente no que tange à leitura e aos comentários. É chavão o que vou dizer, mas aqui é o lugar onde se aperfeiçoa não só a arte de contar histórias, mas principalmente a digerir críticas e a aceitar com parcimônia os elogios.

    Aproveito para dizer obrigado também a todos os que leram o “Coração Negro” e deixaram lá as suas impressões. Confesso que escrever um conto policial foi uma tarefa cansativa, hercúlea mesmo, e que me demandou um bom tempo de pesquisa. Li “O Sono Eterno” do Chandler para ter alguma inspiração, mas quando fui passar minhas ideias para a tela percebi que uma trama consistente dificilmente caberia num limite de 3500 palavras. O resultado foi um conto com “plot holes”, como bem observado por alguns, mas que, de alguma forma, conseguiu passar a ideia de cinismo que era a minha pretensão desde o início. Longe, muito longe do ideal, de qualquer forma.

    Mas tem a foto da Lauren, né? Que foto, vamos combinar, rs!

    Por fim, mais uma vez, agradeço a atenção e a participação de todos. Nosso blog segue de vento em popa rumo ao próximo desafio.

    Bora lá!

    • Ricardo Gnecco Falco
      6 de dezembro de 2013

      Eu disse, anfitrião… Que foto foi aquela, parceiro! (rs!)
      E, mais uma vez, parabéns pela organização, dedicação e pelo espaço que aqui conseguiu criar, reunindo uma expressiva (e já muito querida!) parcela de nossa “nova” literatura!
      Sucesso sempre e vida longa à Entrecontos!
      Abrax,
      Paz e Bem!
      🙂

      • José Geraldo Gouvêa
        6 de dezembro de 2013

        Poxa, Rick. Logo você foi estragar o meu disfarce. Eu cheguei até a criar um blogue para esconder a identidade secreta do autor… hehehe

      • Ricardo Gnecco Falco
        6 de dezembro de 2013

        Rs! Pois é JG… A citação/escolha da “Islândia” foi praticamente uma confissão de crime, para mim! Hauhauhauhau!
        Isso que dá juntar muitos doidos num só lugar! 😀
        Abrax, parceirão!

  4. Frank
    6 de dezembro de 2013

    Por falar em votação, quando vem a escolha do próximo tema e a abertura para as postagens? Hahahaha…como é fim de ano tô com medo de, se demorar, eu não possa participar e receber as esculhambadas habituais! Hahahaha…

    • EntreContos
      6 de dezembro de 2013

      Devemos lançar entre hoje e amanhã, Frank. Já adianto que o tema será “fantasmas”. Nada de enquete este mês, rs

      • Ricardo Gnecco Falco
        6 de dezembro de 2013

        Êba!
        😀

      • Frank
        6 de dezembro de 2013

        Hahahaha…olha aí, Rick!

  5. Jowilton Amaral da Costa
    6 de dezembro de 2013

    kkkkkkkkkkkkkkk, pô, ainda ganhei um troféu. Peço desculpas a quem me achou arrogante, foi uma impressão errada sobre minha pessoa. Como foi a primeira vez que participei do desafio, optei por observar mais e comentar menos. Pretendo participar mais efetivamente dos próximos desafios. Gostei muito do site. Parabéns aos vencedores e aos organizadores. Abraços a todos.

  6. Claudia Roberta Angst - C.R.Angst
    6 de dezembro de 2013

    Oba! Meu favorito – Lágrimas são vãs sob a chuva – venceu! Ainda sofro pelas criancinhas sacrificadas…sniff, mas mereceu o lugar mais alto do pódio, Rubem Cabral (que ainda abocanhou o quinto lugar com Crime em Pindorama – é, tô de olho…rs).
    Parabéns ao Gustavo pelo seu segundo lugar com o seu coração satânico, digo Coração Negro e por todo o trabalho e boa vontade que tem comigo e os coleguinhas. Quem sabe, sabe.
    O terceiro lugar também foi bem merecido, Marcellus Pereira, apesar de assustar criancinhas no banheiro…rs. Valeu muito.
    Por fim, congratulações a todos nós que metemos a cara num assunto um tanto nebuloso, noir. Acho que aprendi um pouco mais, espero. Fico exausta e louca após ler e comentar todos os contos, mas adoro esses desafios. Até a próxima, pessoal.

  7. Andrey Coutinho
    6 de dezembro de 2013

    Opa, fico honradíssimo em dividir o “And the oscar goes to…” com o Falconeri! Esses desafios do EntreContos estão sendo uma experiência literária sem igual pra mim. Criar um texto do nada e absorver feedback diferente de tantos ótimos autores, e poder contribuir da mesma forma com todos eles… muito bom. Se você parar pra pensar, isso é uma das regalias da modernidade e da tecnologia. Graças a isso, escrever e editar um texto pode se tornar um processo bem mais divertido e interativo.

    Esse mês eu estava decidido a não participar. Passei Novembro inteiro enlouquecendo com o NaNoWrimo (que, por sinal, usei o conto do desafio do mês passado, Naoto, como draft para o romance, que agora já tem mais de 50.000 palavras e não está nem perto de acabar). Quando finalmente venci o NaNo, já no dia 28, bateu aquela vontade de dar uma espiada no EntreContos. Não consegui resistir ao tema. Eu amo Noir. Já tinha até escrito o prólogo de um livro Noir, mas não levei para frente. Vi no desafio a minha desculpa pra ter pelo menos um texto com começo, meio e fim seguindo aquele estilo.

    Agradeço em especial ao Gustavo e ao Marcelo Porto, por terem votado no Mellitus (aliás, o agradecimento ao Gustavo vai em dobro, por ser também o organizador dessa maravilhosa competição), e também a todos os que comentaram no texto.

    Acho que um dos principais presentes para mim nesse desafio foi o próprio texto que eu produzi. Sei que recebi duras críticas, mas nada vence o sentimento de gostar bastante do seu próprio conto. Isso aconteceu comigo em relação ao Mellitus, e por isso estou investindo mais nele para, quem sabe, tentar conseguir transmitir melhor o que tanto me empolga nessa história. Já estou implementando muitas das sugestões dadas e adicionei várias coisas (ele já tá pulando das 5.000 palavras). Quando estiver pronto, postarei uma versão repaginada no meu site (pra quem tiver interesse, é só clicar no meu nome aqui nos comentários, que ele redireciona para o site).

    Fora isso, só tenho a parabenizar os vencedores. Todos os três estavam no meu top 10 pessoal (acho que essa recorrência foi quase que unânime). Aliás, a escolha dos dez primeiros foi algo bem difícil pra mim. E a surpresa maior foi descobrir que o autor do Crime em Pindorama era o mesmo do Lágrimas… isso é que é ter um repertório variado!

    Parabéns a todo mundo que participou, e que venha o desafio de Dezembro!

  8. Felipe França
    6 de dezembro de 2013

    Parabéns a todos os participantes e amigos, principalmente ao Gustavo. Entrei na edição passada de forma tímida, e através dos comentários dos amigos percebi que minha escrita precisava melhorar e muito. Neste desafio tentei dar o máximo de mim, e graças ao auxílio de todos, melhorei bastante o meu texto. Muito obrigado aos amigos de pena, ou teclado, e até o próximo desafio.

  9. Ana Paula Lemes
    6 de dezembro de 2013

    Parabéns a todos os participantes e principalmente, parabéns aos vencedores! Foi muito justo o pódio final. Realmente, o “Lágrimas São Vãs Sob a Chuva” é FENOMENAL, troféu super merecido! Engraçado que o outro texto do autor, “Crime em Pindorama”, não me convenceu nem um pouco! Só fiquei triste de ver os meus queridos Homicídios Manchados de Rosa (É TÁTA viu?) e Detroit de fora. Mas fazer o que, são apenas os três lugares, não é?

    Gustavo, prata de novo? Virou moda agora? Parabéns pelo texto, é um dos que mais se encaixaram no tema proposto e é um texto incrível, que gostei muito e estava entre os meus favoritos. Parabéns também ao terceiro lugar, que foi sem dúvidas um dos mais criativos nesse desafio!

    Meu troféu Usain Bolt foi merecedor demais! Rsrsrsrs! Tive que me desdobrar, transformar meus dias de 24 em 72 horas, pra dar conta de ler todos os textos e ainda comentá-los em tempo recorde! E um viva às férias! Senão tal feito jamais seria possível!

    De qualquer forma, obrigada a todos que votaram no meu texto, sei que não se encaixou muito ao tema proposto, mas eu tive que aproveitar um texto antigo, por conta da falta de tempo. Prometo que vou me esforçar mais das próximas vezes e elaborar algo especialmente para o desafio! Foi um prazer participar!

    Abraços!

    • Thata Pereira
      6 de dezembro de 2013

      Ana, foi tão bom tê-la aqui! Eu já disse o quanto me afeiçoei por sua personagem em “Ardor e Dor”, aquele crime foi lindo demais para ser um crime! rsrs’
      Fico ainda mais feliz de saber que continuará participando, assim como o Davide tem participado. ^^

  10. vitorts
    6 de dezembro de 2013

    Parabéns aos vencedores e a todos os participantes!

    Desde já, peço desculpa pela minha participação quase que nula. Na próxima não vou deixar passar tantos contos sem comentar. Justamente por isso não votei. Seria um voto no escuro, já que estaria especulando qual foi o conto melhor visto que não cheguei a ler metade do total.

    Mais uma vez, parabéns a todos que fazem esses desafios acontecerem!

  11. Frank
    6 de dezembro de 2013

    Parabéns ao Rubem, Gustavo e Marcellus pelos EXCELENTES contos! Parabéns ao Marcelo Porto pelos gêmeos e desde já muita saúde e felicidade para ambos. Menção honrosa para mim pelo troféu “achei que dava”…hahaha…assim como o Marcelo Porto consegui comentar os primeiros à medida que iam sendo postados, mas diversos compromissos profissionais me atrapalharam e..deu no que deu; achei injusto votar sem ler todos. Independente disso, nos próximos dias vou ler e comentá-los.
    Como sempre, participar é, para mim, uma fonte de aprendizado e prazer.

    Abc a todos

  12. Marcelo Porto
    6 de dezembro de 2013

    Comecei o mês com todo gás lendo os contos à medida em eram postados, de repente minha vida virou ao avesso. Descobri que serei pai novamente, de gêmeos (já tenho dois), fui obrigado a refazer o meu planejamento para 2014 (que ainda não finalizei) e ai meu mundo caiu.

    Por infelicidade não li o vencedor, erro imperdoável que corrigirei ainda hoje.

    O desafio realmente quebrou paradigmas, principalmente para mim que achava que o noir seria um tema desinteressante, ledo engano. Me surpreendi com a qualidade dos contos e com a gama de possibilidades que a criatividade humana é capaz quando desafiada.

    Parabéns a todos!

    • Marcellus
      6 de dezembro de 2013

      Parabéns pelos gêmeos, Marcelo! Que venham com saúde e transbordando felicidade!

  13. Thata Pereira
    6 de dezembro de 2013

    Parabéns para todos os vencedores! Desconfiei que Coração Negro fosse do Gustavo, mas não conheço todos ainda muito bem como o Rubem para me arriscar dar algum palpite. Eu estava mesmo curiosa para saber quem escreveu “Era uma Vez na Noite” por ter, como eu, base em Contos de Fadas.

    Parabéns mais uma vez!! 😉

    • Thata Pereira
      6 de dezembro de 2013

      PS: Obrigada, todos que votaram no meu conto “Homicídios Manchados de Rosa”.

    • Felipe Falconeri
      6 de dezembro de 2013

      Eu também estava curioso pra saber quem mais tinha resolvido brincar com os contos de fadas nesse desafio.

      Engraçado que, apesar de não te conhecer – aliás, prazer, Falconeri 🙂 – fiquei surpreso ao descobrir que você era a autora do “Homicídios…”. Achei tua forma de responder os comentários como Celine muito diferente da que tu comenta como Thata (se lê Táta ou Tatá?). E teu comentário no próprio conto, falando sobre desengavetar personagens, me enganou bonito, rs.

      Interessante ver como, mesmo utilizando a mesma matéria-prima, nossas abordagens foram muito diferentes. Inclusive utilizando personagens bastante antagônicos para ser o detetive.

      Parabéns pelo conto. Espero que você ceda à vontade de expandir o universo da Annelise e que poste aqui para que a gente possa ler.

      Na próxima vou tentar não ser enganado e te identificar, hehe.

      Abs.

      • EntreContos
        6 de dezembro de 2013

        Um dos grandes mistérios do EntreContos: Táta ou Tatá?

      • Thata Pereira
        6 de dezembro de 2013

        Engraçado, um amigo descobriu que aquele conto era meu justamente comparando os comentários feitos por Celine e por Thata.
        Sim, nossas abordagens foram bem diferentes e achei a sua muito interessante, principalmente a ideia de criar um envolvimento entre a Fada Madrinha e o Lobo, que você apenas mencionou nos comentários. Estou escrevendo um conto que acontece após o conto da Chapeuzinho e ela tem um envolvimento com o filhote do Lobo da sua história, após crescida, claro.

        Já Annelise, acho que será difícil a missão de desenvolver uma história que esteja à sua altura, mas também não descarto a possibilidade…

        Quando ao Táta e Tatá, respondo os dois, mas normalmente é Tatá, contradizendo a posição do “H”.

  14. charlesdias
    6 de dezembro de 2013

    Esse desafio foi muito interessantes. Os ganhadores mereceram, todos eles. Parabéns a todos os participantes pelo esforço de escrever, comentar, votar.

  15. rubemcabral
    6 de dezembro de 2013

    Faltou um troféu “Bola de Cristal Rachada” para mim. Como errei nas autorias dos contos! Mas, caramba, “Desatinos de um noir invertido” tem tudo a ver com o estilo do Sérgio Ferrari! “Era uma vez na noite…” parece texto do Leandro…

    Ao menos o troféu “Sam Spade”, pela descoberta do autor do “Gelo Negro”, eu ganhei, haha.

    Bem, não é nem preciso dizer que fiquei superfeliz com a colocação. Resolvi escrever o “Lágrimas…” qdo vi que muita gente havia gostado do “Crime em Pindorama”, mas havia visto nele poucos elementos de noir.

    Sinceramente, escrevi o “Lágrimas…” em pouco mais de uma hora e vi um monte de errinhos depois de publicá-lo, erros esses que já acertei no texto original.

    Já o “Crime em Pindorama” deu um trabalhão para escrever, checar diversos elementos históricos, usar um glossário de expressões e ditados antigos, copiar algumas falas de filmes “noir”, etc, etc. O pior é que o conto pronto ficou com quase 4000 palavras e eu tive que espremê-lo nos 3500 (exatos). Daí, senti que perdi um tanto de história e que o final ficou apressado e com um belo de um “Deus ex” (que é atenuado na versão full 3d dolby thx).

    Outra vez meu muito obrigado a todos, em especial ao Gustavo pela organização e tbm a todos que conseguiram dedicar um tempão à leitura dos textos.

    Abraços!

    • rubemcabral
      6 de dezembro de 2013

      Ah, Gustavo, “O Carcará Sardo” é o meu pseudônimo, o conto se chama “Crime em Pindorama”. O pseudo é uma óbvia homenagem ao “Falcão Maltês” (ave de rapina + natural de outra ilha europeia, a Sardenha).

  16. Bia Machado
    6 de dezembro de 2013

    Que legal! Muito bom ver o quanto rendeu o tema noir, e o quanto o pessoal se empenhou. O mês de novembro foi uma loucura pra mim, mas achei que ia conseguir comentar todos… Ledo engano! Acho que mereço também o troféu Cavalo Paraguaio, hahahha! Comecei o desafio comentando, bonitinho, tive que parar, achei que ia conseguir fazer como no anterior, comentar tudo em uma maratona, mas… infelizmente não deu! Parabéns a todos que fizeram o melhor que podiam, e aos ganhadores! Merecido, sem sombra de dúvidas! E quer dizer que o próprio organizador vai levar o exemplar? =D

    • rubemcabral
      6 de dezembro de 2013

      Nunca é demais! Mais um livro para eu ler e reler…

      • Bia Machado
        6 de dezembro de 2013

        Um livro desse tem que ler mesmo, todas as edições, hahahah! =D

  17. Felipe Falconeri
    6 de dezembro de 2013

    Aê! Parabéns Rubão!

    Vitória justa. Não foi o conto que coloquei em primeiro, mas a vitória de qualquer um dos que pus no meu top 3 me deixaria contente.

    Parabéns também ao Gustavo, pela medalha de prata e pela excelente organização do blog. E ao Marcellus por fechar o pódio com o seu inventivo e divertidíssimo Loira do Banheiro.

    Confesso que entrei aqui com mais curiosidade para descobrir de quem era cada conto do que para ver o resultado (não que isso seja mais importante, mas a curiosidade tava me corroendo por dentro, rs). Acertei alguns (poucos): um do Ferrari, um do Rodrigo Sena, o do Ricardo eu já conhecia… Já outros me surpreenderam bastante, eu jamais ligaria a criatura ao criador.

    Mas o mais divertido foi ter descoberto os dois contos do Rubem e vê-lo errar duas vezes o meu. Rá! 😀

    E agradeço pelo “Oscar dos comentários”, rs. Realização do meu sonho impossível de ganhar o careca dourado, hehe.

    Só acho que ficou faltando um troféu: de melhor construção lírica dos comentários pro Ricardo Falco. xD

    É isso aí. Parabéns a todos e até uma próxima. o/

    • Ricardo Gnecco Falco
      6 de dezembro de 2013

      Há!
      😛

    • rubemcabral
      6 de dezembro de 2013

      Acertei um conto do Ferrari, o do Rick, o do JG, o do Gustavo. Errei todos os outros chutes, haha.

      Pô o “Crime em Pindorama” parece conto meu, mas o outro é bem diferente. Como foi que eu me “entreguei”?

      Abraços, Falcon!

      • Felipe Falconeri
        6 de dezembro de 2013

        Eu comecei a suspeitar logo na primeira parte do conto. Tua maneira de descrever é muito peculiar. Mesmo que o enredo e a temática fujam do que tu costuma escrever, as descrições saltam aos olhos gritando “Rubem, Rubem”, rs.

        As citações ao Watchamn e à Blade Runner só ajudaram na confirmação meu palpite.

        Já o Crime em Pindorama eu tinha certeza absoluta que era teu. Mesmo que fosse relevado aqui que não era, eu não acreditaria, rs.

        Ah, sendo justo com você mesmo, você também acertou o do Vítor.

        E valeu pelo elogio – e pelo voto – ao meu texto. O resultado ficou apressado, mas gosto da ideia dele. E depois me manda o Crime em Pindorama completo, se possível.

        Abraço.

    • rubemcabral
      6 de dezembro de 2013

      Ah, e parabéns pelo “Era uma vez na noite…”, fiquei muito impressionado pelo texto e muito surpreso ao saber hoje que ele era seu. Você tem muito jeito com histórias policiais!

  18. Marcellus
    6 de dezembro de 2013

    Puxa, que legal! QUE LEGAL! 😀 Tive que ler umas três vezes para ter certeza.
    Minha ideia ao participar do site é exercitar, “dar a cara a tapa” e aprender. Mas conseguir um lugar no pódio é fantástico! Obrigado, pessoal e parabéns ao Rubem, ao Gustavo e a todos os que participaram. Somos todos vencedores aqui.
    Agora que já foram revelados os autores, que coincidência incrível a imagem que ilustra o “Crime em Pindorama”, do Rubem, com a que escolhi para o protótipo do meu livro (“Viagem a Pindorama”)! Foi o melhor, maior e genuíno exemplo de sincronicidade que já vi!

    • Masaki
      6 de dezembro de 2013

      Parabéns, Marcellus! Gostei muito do seu conto. Valeu pelo terceiro lugar!

      • Marcellus
        6 de dezembro de 2013

        Muito obrigado, Masaki!

    • rubemcabral
      6 de dezembro de 2013

      Parabéns, Marcellus! Ótimo conto, premiação merecida!

      • Marcellus
        6 de dezembro de 2013

        Muito obrigado, Rubem! E, mais uma vez, parabéns pelo ótimo conto!

  19. Pedro Luna Coelho Façanha
    6 de dezembro de 2013

    Hahahahaha..nem a pau eu ganho esse troféu de novo 🙂

    Muito bom participar e seguirei participando. Parabéns para os primeiros colocados e para todo o restante também.

    • rubemcabral
      6 de dezembro de 2013

      Parabéns pelo conto, Pedro. Eu não cheguei a votar no “Olhos de Gato”, mas a história é realmente muito boa.

      • Pedro Luna Coelho Façanha
        6 de dezembro de 2013

        Valeu, Rubem. Dos seus contos nem tenho muito o que falar. Estão excelentes. Assim como no concurso passado, eu acertei um conto seu com o Crime em Pindorama, mas o Lágrimas não dava para saber. rs..

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado às 6 de dezembro de 2013 por em Noir e marcado .