EntreContos

Detox Literário.

Resultados do Desafio Viagem no Tempo

Mont St-Michel

Caros participantes, amigos e curiosos de plantão.

Depois de um árduo e prazeroso trabalho, enfim, chegamos aos contos vencedores.

Antes de passar a eles, porém, vamos matar a curiosidade sobre quem escreveu o quê. A lista abaixo contém a relação dos contos, o pseudônimo, e o nome verdadeiro de cada participante.

participantes.out.2013

Também é interessante ver quem comentou o quê. Clique na tabela para conferir.

comentarios

Por fim, vejamos a pontuação atribuída por cada qual dos participantes aos contos de suas respectivas preferências, com o eventual acréscimo do bônus pelos comentários.

classificacao

Pela segunda vez Felipe Holloway sagrou-se campeão. Uma unanimidade, como os números confirmam.

Confiram os três primeiros lugares!

1) Spoiler (Los Pollos Hermanos) – Felipe Holloway; 119 pontos

2) Reconstruindo Sarah Parker” (Miller)  – Gustavo Araujo; 96 pontos.

3) Zorro (H G DeLorean) – Juliano Gadêlha; 64 pontos.

Só para lembrar, o campeão receberá em casa o sensacional livro “As Luzes de Setembro“, de Carlos Ruiz Zafón.

Os três contos acima vão compor a Antologia a ser lançada pelo EntreContos no fim do ano.

Parabéns a todos os participantes!

Agradecemos a quem votou e principalmente a quem comentou. Não há nada melhor para um escritor do que visualizar a reflexo de sua criação.

Só lembrando: os posts relativos à votação agora estão liberados para quem quiser conferir.

Até o fantasmagórico Desafio de Novembro!

36 comentários em “Resultados do Desafio Viagem no Tempo

  1. Glauco Bastos
    31 de outubro de 2013

    Gostaria de agradecer a todos que comentaram o meu conto. Guardarei as críticas com carinho. Para mim todas são positivas, afinal, quando publicamos, o leitor, segundo Jauss, torna-se também autor do texto.
    Desculpo-me pelos erros de digitação e pelo erro crasso e a mim imperdoável de concordância.
    Esta é a minha primeira participação neste desafio. Agradeço à amiga Gina Girão, por ter me indicado o blog. Isto me fez sair do marasmo e voltar a escrever.
    Há escritores bissextos. Considero-me, porém, halleyano, ou seja, só escrevo quando passa o Cometa Halley. rsrsrs.
    Espero participar dos próximos desafios para reverter essa situação.

    Obrigado a todos!

  2. Gustavo Araujo
    30 de outubro de 2013

    Primeiro quero dizer a vocês sobre a satisfação que é coordenar este blog. Eu realmente tenho gosto em organizar, em divulgar e em fazer com que tudo funcione por aqui. Por isso, é muito bom ver a participação ativa e o interesse de todos. Só tenho a agradecer, dizendo que o sucesso do blog é devido a todos que dele participam. Sem vocês, que escrevem, que leem e que comentam, estaríamos às moscas. Por isso, meu mais sincero obrigado.

    Quanto a “Jornada de Arte”, agradeço os comentários e as observações. Trata-se de um conto que escrevi em 2010 e que acabou se tornando um livro infanto-juvenil (disponível, aliás, na seção “Estante” aqui do blog). Eu gosto de escrever para crianças e fico feliz por ver que as pessoas que trabalham com esse tipo de público apreciaram a historinha.

    Quanto a “Reconstruindo Sarah Parker”, o que dizer? Caramba, o conto ficou em segundo lugar – só perdendo para o fantástico “Spoiler” – o que me deixou extremamente contente. Agradeço de coração os comentários, as observações, as sugestões, as críticas construtivas e até mesmo as destrutivas. Fico muito satisfeito pelo fato de a história ter tocado tanta gente, mesmo com as falhas acertadamente apontadas.

    Confesso que mergulhei fundo para escrevê-la: estudei a cronologia dos atentados ao metrô de Londres em 2005, analisei o sistema do underground londrino, seus mapas, seus horários, o comportamento dos seus usuários, além da geografia da própria capital britânica, com seus bairros operários e aqueles habitados por imigrantes. Tudo isso se refletiu na ambientação, algo fundamental para o desenrolar da trama, e que, felizmente, restou compreendida pela maioria das pessoas que leram o conto.

    É muito bacana ver esse esforço recompensado, especialmente considerando o número de excelentes contos enviados este mês.

    Obrigado mesmo!

  3. bellatrizfernandes
    30 de outubro de 2013

    Oi gente!
    13º lugar? Não achei que ia chegar tão longe. Gustavo cantou a bola no seu comentário: Foi escrito “só para ver no que vai dar”, uma ideia que veio tão do nada quanto foi escrita. Tão sem nexo que seria plausível. E ainda assim, toda aquela gente curtiu. Acho que eu escrevo melhor do que eu pensava!
    Obrigada todo mundo de comentou! O Rodrigues, a Cláudia, o Ricardo, o Rubem, a Selma, o Alan, o Elton, o Gustavo (cantou a bola, ein, sabichão?), Charles, o Marcellus, o Marcelo (dá uma dupla sertaneja de posto de gasolina da estrada), Fernando, o Felipe (estou lisonjeada que você me comparou com o Douglas Adams. Ele provavelmente está se revirando no túmulo), a Gina, o Frank, a Thata, o Sérgio, o Andrey, Régis, Juliano, Marco, José (duas vezes. Tá certo! Tem que meter o palavrão! Ninguém fala certinho o tempo todo!), e a Bia. Se esqueci alguém, obrigada também!
    Estou super feliz com os primeiros lugares porque eu votei em dois deles. Todos os três foram muito bons e de autores muito competentes! Mereceram!
    Sucesso e até Dezembro (Porque Novembro é mês de NaNoWriMo)!

    • Gustavo Araujo
      30 de outubro de 2013

      Boa sorte no NaNoWriMo, Isabella. Mas fique de olho por aqui, afinal, nunca se sabe, né? Vai que vc consegue participar lá e aqui…

  4. Marcellus
    30 de outubro de 2013

    Puxa, pessoal, estou tão contente que nem sei bem o que escrever. Ter completado o conto numa tarde e ainda conseguir votos (e ótimas críticas) já foi uma vitória. Uma “Menção Honrosa”, então… estou com um sorriso besta de quem se entupiu de clonazepan…

    Muito obrigado a todos vocês, que me deram um naco do precioso tempo, tanto lendo quanto comentando. Obrigado também ao Gustavo, pela oportunidade. E parabéns, claro, aos vencedores!

  5. Felipe Holloway
    30 de outubro de 2013

    Gente, gente, agora algo para se pensar. “Pelo Amor de Katy Perry” foi escrito por uma garota que, segundo minhas investigações matinais, tem apenas 15 anos!

    Reflitam. O_O

  6. Marco Nazar
    30 de outubro de 2013

    Pensa na minha felicidade; primeiro conto escrito e ainda consegui aparecer na lista! (Ufa, quase não deu. Obrigado pelo voto, Francisco!). Obrigado Gustavo pela oportunidade, paciência e atenção. Obrigado a todos pelos comentários, elogios, dicas e críticas, os quais serão bem utilizados nos próximos contos. Peço desculpas pela irresponsabilidade de postar um conto com tantos erros. Sei que não serve como desculpa, mas esclareço que tudo foi concebido no último dia, postado nos últimos minutos. Mesmo com um imenso receio (ou pavor mesmo, afinal, só tem fera aqui!) das críticas que por ventura iria receber, resolvi arriscar, e estou imensamente feliz com o resultado, especialmente com o feedback proporcionado pelo desafio; não há dinheiro que pague os conselhos recebidos dos autores e leitores de tão alto nível. TODO SUCESSO DO MUNDO A VOCÊ, GUSTAVO! Abraços e parabéns a todos.

  7. Pedro Viana
    30 de outubro de 2013

    Parabéns aos senhores vencedores!

    Fiquei muito feliz de ter participado e espero que este seja o primeiro de muitos desafios. Peço perdão por não ter comparecido lendo e votando os contos dos colegas; afinal, com a proximidade do Enem voltei toda minha atenção para a prova, aniquilando qualquer tempo livre que eu dispunha. Espero que nos próximos eu participe mais ativamente.

    Agradeço imensamente todos os comentários e votos que meu conto recebeu. Era uma maldita ideia que estava querendo sair durante meses. Agora é hora de usar os feedback’s e arrumar o que for preciso, pois ainda quero levar esse conto adiante. Mais uma vez, muito obrigado por disponibilizarem seu Tempo lendo e comentando (ou foi o Tempo que disponibilizou vocês? rsrs) o conto.

    Grande abraço!

  8. Felipe Holloway
    30 de outubro de 2013

    Puta que pariu, nem acredito que ganhei este mês! Mês passado também não acreditei, mas acho que todos concordamos que mês passado o nível não estava tão assustadoramente elevado como agora. (Certos temas parecem ter musas mais prolíficas que outros, e eu não culpo nenhuma musa por torcer um pouco o nariz para a temática do cemitério, haha). Meu pódio mesmo sofreu umas 6 alterações de posição, antes de ser definido, embora o texto do Rubão (que autor desgraçadamente camaleônico, esse cara! O_O) não tenha se desencastelado do topo em momento nenhum — à exceção, talvez, dos primeiros parágrafos de Cronometrofobia e dos últimos de Uma nem tanto revolucionária máquina do tempo. Agradeço a todos os comentários, leituras e votos, e a cada um deles. O fervor com que o Ricardo “defendeu” o texto foi algo emocionante de ver, e não apenas por se tratar de um conto meu, mas porque é bem assim que a gente se sente quando se afeiçoa a uma história: quer que os outros percebam as nuanças que percebemos, quer que fiquem impactados ou emocionados ou perturbados, dependendo da habilidade do autor e do gênero/intenção do texto, como nós ficamos. Da mesma forma, os comentários do Elton Menezes, Andrey Coutinho, Marcelo Porto, Juliano Gadêlha, Thata, Rubem, Gustavão, Rodrigues, Claudia, Sérgio, Bia, Gina, Fernando, Charles, Marcellus, Glauco, Alexandre, Frank, Isabella, Zé Geraldo, Selma e DiBenedetto. É esse feedback, que envolve menções sinceras a vícios e virtudes, que nos impele a seguir criando, que provê de sentido o ato de juntar palavra a palavra, num pedaço de papel que, citando o grande Zafón, certamente viverá mais do que nós. Escritores são criaturas eternamente inseguras, e seria hipocrisia dizer que um reconhecimento desses não nos envaidece, não faz calar aquela vozinha pessimista que insiste em dizer “velho, larga mão disso e vai capinar um lote, não é a tua praia”. Mas o saldo final é muito maior do que isso. É a experiência de apreciar trabalhos que em nada ficam devendo aos de muitos autores clássicos, de ver a criatividade que breve encherá as prateleiras das livrarias do país jorrando direto da fonte, como um paleontólogo sendo transportado numa máquina do tempo para a época em que as criaturas que se acostumou a estudar, mortas, vivem, cara, respiram! Cabe-nos, portanto, aprender tudo o que pudermos sobre elas antes que seja tarde, antes que o asteroide caia, antes que os autores assinem contrato com uma Companhia das Letras e se tornem intelectuais distantes de nossa realidade, ocupados como Hector Bonilla, e cujas engrenagens criativas só vamos poder voltar a apreciar se desembolsarmos um valor X. O que plataformas como a do EntreContos oferece é isso: a oportunidade de aproveitar enquanto é de graça. Só fiquem longe da bandeja dos quindins! ò_Ó

    Parabéns aos demais vencedores, a toda a galera que participou, seja enviando textos ou comentando (sugiro, aliás, se for possível, a inserção do “like” no rodapé dos comentários, porque teve cada comment tão foda quanto o texto ao qual aludia!) e, principalmente, ao Gustavo Araujo e demais adm, pela competência organizacional na realização de um concurso desse porte, que, nas mãos de um desses blogueiros fuleiros que se vê às pencas por aí, teria tudo para desandar feio.

    Abraços, meus amigos, e meu muito, muito obrigado mais uma vez!

    • Felipe Holloway
      30 de outubro de 2013

      P.S.: onde está “agradeço a todos”, leia-se “agradeço por todos”. [/TOC]

    • rubemcabral
      30 de outubro de 2013

      Hahaha, obrigado pelo “desgraçadamente camaleônico”! Fiquei muito envaidecido por sua leitura e por seus comentários. E, efetivamente, tento sempre escrever alguma coisa diferente toda vez.

    • Ricardo Gnecco Falco
      31 de outubro de 2013

      Cara… Paixão sem fervor não é paixão! (rs!) 😉
      Parabéns novamente pelo seu Dom de criar e conduzir o leitor por entre (e sobre, sob, à esquerda, direita…) as linhas de suas criações! E, espero sinceramente, que nunca se transforme (nem nenhum de nós aqui!) em um intelectual distante, pois iria ser muito triste assistir na tv os entraves jurídicos de uma insana disputa pela legibilidade de alguma “Biografia não autorizada” de alguém que, temendo a revelação de suas origens, julgasse digno impetrar quaisquer impedimentos de acesso ao “Pré-Sal” aqui na EntreContos contido! 🙂
      Claro que nada contra a qualquer um daqui conseguir fechar contrato com alguma Cia das Letras da vida! (rs!) 😛 Muito pelo contrário!!!
      Sucesso sempre!
      Abrax!
      Paz e Bem!

  9. mportonet
    30 de outubro de 2013

    Que satisfação em ver a lista dos ganhadores! Os três estavam entre o meus melhores e o Felipe Holloway sem dúvida nenhuma mereceu o bicampeonato pelo conto brilhante.

    Agradeço a todos que viajaram na história do Brasil junto comigo. As críticas foram excelentes e os elogios recebidos com júbilo, principalmente por terem sido feitos por gente que sabe o que diz.

    Muito obrigado!

    • Felipe Holloway
      30 de outubro de 2013

      Muito obrigado, Marcelão!

      E, cara, parabéns digo eu! Náufrago foi um soco e tanto no meu queixo, e o final só terminou de nocautear. *-*

  10. selma
    30 de outubro de 2013

    parabens aos vencedores e participantes, vencedores tambem! foi dificil a tarefa mas ao mesmo tempo prazerosa! aprendi muito com as criticas construtivas, deletei as negativas e cresci lendo tanta coisa boa! vamos em frente. parabens gustavo araujo, por esse blog fantastico!

  11. Claudia Roberta Angst - C.R.Angst
    30 de outubro de 2013

    Parabéns aos vencedores! Deu um trabalhão ler e comentar todos os contos, mas valeu a pena. Estou ainda um pouco espantada com a minha classificação. Não esperava tanto. Muito obrigada a quem votou, comentou, elogiou e criticou (inclusive quem quer sair na porrada comigo…aff…rs). Estou aprendendo, sendo bem caxias e salvando todos os comentários para análise posterior. Valeu!

    • EntreContos
      30 de outubro de 2013

      Seu conto é MUITO bom, Claudia. Agora só falta a gente promover um encontro entre você e o Holloway, como vocês mesmos desejaram – ambos solteiros?

      • Felipe Holloway
        30 de outubro de 2013

        huahuahuahuahua!

        Mas muito bom mesmo, o teu texto, Claudia! Parabéns!

  12. Thata Pereira
    30 de outubro de 2013

    Sensacional! Apensar de bem cansativo o desafio desse mês conseguiu ser melhor que o do mês passado. Parabéns aos vencedores e todos que participaram. Vou dar um pulinho lá no meu conto para responder os comentários 😉

    • EntreContos
      30 de outubro de 2013

      No próximo Desafio vamos pensar em algo menos exaustivo 🙂

  13. Ricardo Labuto Gondim
    30 de outubro de 2013

    AGRADECIMENTO EM QUBITS
    Parabéns aos vencedores. Parabéns e obrigado ao Gustavo Araujo pela laboriosa organização do ‘Desafio’. Muito obrigado a todos pelos comentários. Espero participar no futuro – ou no presente, já não estou bem certo. Um abraço, amigos, e até a próxima.

  14. rubemcabral
    30 de outubro de 2013

    Parabéns ao Holloway pelo bicampeonato! Parabéns também a todos os participantes, em especial os que encararam a “maratona literária” e leram e comentaram todos os textos.

    Excelente a orginização do concurso e o nível dos contos foi igualmente impressionante.

  15. Jefferson Lemos
    30 de outubro de 2013

    Gostaria de agradecer a atenção e as críticas construtivas que recebi em meu conto, e dizer que guardei tudo, e será tudo muito bem usado posteriormente.
    Nunca antes eu havia feito parte do mundo literário, e comecei a escrever há três meses. Não é tarefa fácil fazer textos de boa qualidade, e tenho feito o máximo para conseguir evoluir.
    Gostaria também de parabenizar à todos pela participação no desafio. Sei como é difícil você ter coragem para expor seu texto de forma tão aberta, sabendo que corre o risco de ser criticado, e sei como é difícil ouvir certas coisas. Mas de qualquer forma, o desafio foi muito lindo, e peço desculpas aos autores dos contos que não tive a oportunidade de ler, de qualquer forma, estarei lendo assim que possível.
    Parabéns a vocês, vencedores! Mereceram suas posições elevadas.
    E parabéns a vocês, todos participantes pelo ótimo trabalho.
    Sem esquecer do nosso amigo Gustavo Araújo, por essa maravilhosa iniciativa. (Vale ressaltar que seu conto foi o máximo, cara).

  16. RicK
    30 de outubro de 2013

    É isso aí, pessoal! Parabéns pelo ÓTIMO nível – tando dos contos quanto dos comentários! – deste Desafio e assino embaixo do comentário do grande Frank: quem não comentou em algum… Bora lá! 🙂
    O maior prêmio (já aceitando a mediocridade frente ao insuperável Holloway… Antes tarde do que nunca…) destes Desafios é exatamente o feedback que os comentários (de grandes escritores!) trazem para o aprimoramento de nossa escrita!
    Forte abraço em todos e parabéns também a todos os participantes!!!
    😉

    Paz e Bem!

    • Felipe Holloway
      30 de outubro de 2013

      “Mediocridade frente ao insuperável” o quê, muchacho! Tinha tanto conto foda esse mês que estou quase considerando minha vitória como um prêmio de loteria, hahaha!

      Um agradecimento especial a ti pelo entusiasmo com que “defendeu” meu conto, Rick. Fiquei do lado de cá, só pensando, orgulhoso, “será que o Daniel Galera tem leitores assim? Porque se tiver, esse negócio de inventar histórias é gratificante mesmo!”

      Abração, bro!

      • Ricardo Gnecco Falco
        31 de outubro de 2013

        Háháhá! Como disse lá em cima, paixão sem fervor não é paixão! (rs!)
        E todos nós aqui, neste verdadeiro “Olimpo Criativo”, acabamos nos deixando levar, antagonicamente, por este que é o mais mundano de todos os sentimentos: o prazer!
        Prazer de tocar e de ser tocado por ela, a verdadeira musa de todos nós aqui…
        A Palavra Escrita! 😉

  17. Bia Machado
    30 de outubro de 2013

    Pessoal, muito obrigada mesmo a quem leu o conto do Danton Clarke, rs… Esse concurso teve uma questão especial pra mim, que vou explicar aos que comentaram lá no tópico do meu conto. E claro, parabéns pra todo mundo que escreveu e depois se empenhou em comentar os contos dos colegas, vale demais! 😉

  18. Elton Menezes
    30 de outubro de 2013

    Cadê Hollow-boy pra comemorar o bicampeonato? hehehehehehe
    Vamo ver se consigo participar do de novembro… Mas acho que tá barra! 😦

    • Gustavo Araujo
      30 de outubro de 2013

      Bora lá, Elton! Pelo jeito o tema vai ser “fantasmas”. Já vai pensando em alguma coisa aí!

      • Frank
        30 de outubro de 2013

        Tô com umas ideias malucas aqui sobre fantasmas…hahaha…vamos ver se esse vence e se eu consigo dar luz em alguma.

    • Felipe Holloway
      30 de outubro de 2013

      Será uma honra para todos os demais contistas, a tua participação, rapaz!

      =)))))))))))))))))))

  19. Frank
    30 de outubro de 2013

    Parabéns aos vencedores e aos demais participantes. E obrigado pelos comentários dispensados ao meu conto! Todos foram considerados com carinho. Ah, quem não comentou e tiver com disposição passe lá e deixe sua opinião. Abraços.

    • Elton Menezes
      30 de outubro de 2013

      Primeiro pensamento ❤

      • Frank
        30 de outubro de 2013

        Obrigado pelos comentários e pelo votos, Elton.

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado às 30 de outubro de 2013 por em Viagem no Tempo e marcado .