EntreContos

Detox Literário.

Cinzas (Miquéias Dell’Orti)

  O soldado caía nas profundezas do abismo e ouvia mil vozes sussurrando coisas incompreensíveis. Ele não sentia suas pernas nem seus braços. Não sentia calor, nem frio. Sua vida … Continuar lendo

20 de novembro de 2018 · 16 Comentários

Anéis (Miquéias Dell’Orti)

As bombas de gás fizeram um arco no céu pálido de São Paulo e caíram como batatas esfumaçadas na multidão reunida no Vale do Anhangabaú. Quinze soldados faziam a investida … Continuar lendo

29 de agosto de 2018 · 38 Comentários

Por um punhado de areia (Miqueias Dell’Orti)

“Do lugar mais alto ela olha o invólucro que protege o universo.” Autor desconhecido.   Conheci o velho na época em que as obrigações ainda me afligiam. Eu caminhava pela … Continuar lendo

7 de dezembro de 2017 · 64 Comentários

A Herança (Miquéias Dell’Orti)

Quando o pai de Thomas estacionou a caminhonete em frente da casa, um garoto olhava pela janela do seu quarto, no segundo andar. Thomas assoprava no vidro e sua respiração … Continuar lendo

13 de outubro de 2017 · 44 Comentários

Verdades Submersas (Miquéias Dell’Orti)

Quando emergi das águas do rio, o Sol fazia um arco laranja no horizonte, como um gigantesco gomo de tangerina. Lembrei, ao olhar para aquilo, do que Bartolomeu contava em … Continuar lendo

10 de março de 2017 · 42 Comentários

Perseguição (Miquéias Dell’Orti)

Corro pela rua sem olhar para trás. Dobro à direita, pelo beco. Escuro, é claro. Sem saída, é claro. Ouço passos. Rápidos, pesados. Vejo um muro. Lixo. Nenhuma escada. Vozes … Continuar lendo

13 de janeiro de 2017 · 94 Comentários

Por trás dos sonhos – Conto (Miquéias Dell’Orti)

Não considere este pedaço de papel estúpido. Não o considere. É só mais um trecho de rabiscos desesperados, palavras de alguém no limite da sanidade, sabe? Sa-ni-da-de. Aquela linha que … Continuar lendo

5 de janeiro de 2017 · 4 Comentários

Agulhas (Miquéias Dell’Orti)

O relógio marcava o tempo como se estivesse brincando com a paciência de David. O tamborilar dos seus dedos acompanhava a métrica dos segundos e ele tentava não fixar seu … Continuar lendo

14 de novembro de 2015 · 2 Comentários