EntreContos

Detox Literário.

Imaginativa – Conto (Anorkinda Neide)

mulher-escrevendo

Os personagens começaram a visitá-la na infância, pulavam dos livrinhos. Eles brincavam e se divertiam entre as cobertas, por cima dos sonhos.

– Mãe, não tá ouvindo o telefone tocar? – A mocinha corre mas o aparelho silencia antes que ela o atenda.

– Guria! Estava distraída…

– Só pra variar, né?

A mãe termina de enxaguar os talheres que estava lavando e, de canto de olho, ela percebe uns gnominhos saindo pela porta, balançando negativamente suas cabecinhas…

“Espero que voltem sem ressentimentos assim que eu puder lhes dar atenção novamente.’ Pensou a mulher suspirando e partindo

para outros afazeres domésticos.

Quando chegou um tempo com menos ocupações, a mulher comprou um caderno e começou a anotar idéias e sentimentos. Formavam contos e  poesias. Espantou-se, até. E empolgou-se. Trouxe às letras o que vivia em sua imaginação.

O tempo para escrever, hoje em dia, só briga com a preguiça, ela resolveu instalar-se entre os dedos e o teclado. Havia um vazio quântico ali…

Anúncios

10 comentários em “Imaginativa – Conto (Anorkinda Neide)

  1. Neusa Maria Fontolan
    24 de agosto de 2016

    O que os chubs foram fazer no portal da escrita? Isso é traição! kkkkkkk

  2. Priscila Pereira
    25 de junho de 2016

    Oi Anorkinda, seu mini conto é uma delícia… quanta poesia e suavidade deve haver na cabeça da personagem, que provavelmente tem um pouco de você, não é? Goste muito. Parabéns!!

    • Anorkinda Neide
      2 de julho de 2016

      Obrigada, querida! Sim, a personagem é mu ito Eu! Obrigada pela leitura!
      Bjão

  3. Maria Santino
    21 de abril de 2016

    Cheiro de Chub no ar 🙂 Curtinho o seu conto, mas é uma leitura agradável.

    • Anorkinda Neide
      21 de abril de 2016

      Oi, amada.
      pois é.. curtinho…
      É pra um desafio com o limite de 1000 caracteres com espaço!!
      Acredita q eu pensei q eram 1000 palavras e escrevi bastante, qd me dei conta, tive q cortar, a sorte é q eu tinha feito uma colcha de retalhos com vários episódios de esquecimentos assim, por estar divagando no mundo da poesia.
      dae peguei um deles e dei este acabamento.
      os Chubs sempre estão comigo! hehe
      .
      Abração!

  4. Brian Oliveira Lancaster
    20 de abril de 2016

    Auto-biografia? Como sempre, carregado de sentimentos puros em poucas linhas, no limiar da melancolia.

    • Anorkinda Neide
      21 de abril de 2016

      Oi! ´É auto-biografia, sim!
      melancolia é? naqueles testes psicológicos (sérios, nao de facebook..kkk) deu que minha personalidade é melancólica 🙂

      sentimentos puros ou puros sentimentos ? rsrs é, eu to sempre conversando com meus sentimentos.
      Abração

  5. Davenir Viganon
    18 de abril de 2016

    Eu vi uns Chubbs fazendo um cameo nesse conto heim.

    • Anorkinda Neide
      18 de abril de 2016

      Fazendo o q?
      Sim, há chubs!! hahaha
      é um miniconto pra participar de um desafio do Portal da Escrita, o limite eram mil caracteres com espaço!!
      fizemos o que pudemos!
      Obrigada pela leitura!

      • Davenir Viganon
        19 de abril de 2016

        Eu gostei do teu conto. Boa sorte no outro desafio 🙂

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 18 de abril de 2016 por em Contos Off-Desafio e marcado .