EntreContos

Literatura que desafia.

Soslaio (Rubem Cabral)

guy

Contudo, não sei bem dizer quando o percebi pela primeira vez, embora creia que foi ao visitar certa mansão decrépita à venda.

Algo, visto de soslaio, que estava lá, eu tinha certeza, mas que também não estava. Nunca esteve…

Pensei que fosse raro problema de visão, notar aquela mácula nevoenta, qual impressão engordurada em superfície de prata polida, sempre que girava os olhos, mas não! Logo, senti sua gélida presença; invejosa, de voz encharcada com ofídica paciência milenar, de quem espreitara pela vítima exata.

No dia seguinte, de volta à minha casa, caminhava sonâmbulo, dormente. As pessoas falavam-me sobre mil problemas, eu somente anuía, desinteressado.

Fascinado, observei sua crescente renderização, que não mais se envergonhava e me sorria familiar.

Despertei, sem lembrança de ter dormido e descobri meu agora sósia, gerenciando meus negócios, enquanto eu apenas o incomodava e evanescia do canto de seus olhos, faminto, necessitando, desesperadamente, dum receptáculo.

Anúncios

64 comentários em “Soslaio (Rubem Cabral)

  1. harllon
    29 de janeiro de 2016

    Intrigante e denso. Só queria ter entendido melhor, mas muito bacana.

  2. Nijair
    29 de janeiro de 2016

    .:.
    Soslaio (Guy de Maupassant)
    1. Temática: Enigmas, suspense.
    2. Desenvolvimento: Excelente!
    3. Texto: Muito bem escrito, com referências ao mestre Guy.
    4. Desfecho: Não captei a ideia do receptáculo – isso dificultou meu entendimento, erro meu, portanto. Preciso melhorar minha interpretação.
    Gostei das palavras – rebuscadas, mas elegantes.
    Show!

  3. Tamara Padilha
    29 de janeiro de 2016

    Muito bem escrito mas não me atraiu. Só no final comecei entender a loucura do personagem, o clone, mas… não sei ficou algo pendente no ar para mim, precisando de algo mais, sabe.

  4. Thales Soares
    29 de janeiro de 2016

    Nossa!

    Comecei lendo o conto meio que com um pé atrás (não sei dizer porque).

    Porém, a narrativa impecável logo me conquistou. A foto que acompanha o conto também foi muitíssimo adequada!! Uma das melhores do desafio (só perde para o conto do cachorro), pois se encaixa perfeitamente com o que está sendo narrado.

    O final do conto deu um novo folego à história, com um ar de Além da Imaginação, o que me agrada muito!

    Parabéns! Um conto realmente acima da média.

  5. Tom Lima
    29 de janeiro de 2016

    Me lembrou de O Duplo, e acho que isso não foi bom.

    A comparação me faz pensar que o impacto da história fica melhor com mais espaço. Aqui acontece tudo tão rápido, que não dá tempo de sentir tudo que alguém sentiria nessa situação, todo o desespero, a sensação de estar enlouquecendo, e tudo o mais. O processo é o que mais interessa aqui, e não o fato.

    Mas a escrita esta muito bonita.

  6. Renato Silva
    28 de janeiro de 2016

    Parece que temos aqui um micro conto no seu modo mais “tradicional”, com o começo, meio e fim. Você conseguiu sintetizar em 150 palavras o enredo de um bom filme.

    Falando em filme, cada conto que leio, algum filme ou música acaba me vindo à mente. Lembrei daquele filme estrelado pelo Arnold Schwarzenegger, “O sexto dia”. É sobre um homem que foi clonado. Um belo dia , ele chega em casa e tinha outro dele. Não lembro direito do filme, mas ele precisava provar que ele era o verdadeiro e chutar a bunda do usurpador.

    Além da temática escolhida, seu micro conto foi muito bem escrito. Seu domínio da língua é perfeito. Parabéns.

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 14 de janeiro de 2016 por em Micro Contos e marcado .