EntreContos

Detox Literário.

Crônica de uma morte anunciada – Gabriel Garcia Márquez

Para quem enxerga Gabo como um abismo assustador, eis a chance de se atirar do precipício.

Literateca

Se um dia eu tivesse que responder qual autor é mais importante pra minha formação como leitora, um dos primeiros (pra não dizer o primeiro) nomes que eu pensaria seria Gabriel Garcia Márquez. Foi com Cem Anos de Solidão que eu realmente me interessei por leitura, foi esse o livro que mais me tocou, que mais me marcou e que me fez ter vontade de conhecer tantos outros livros.
Há muito tempo que eu não lia nada do Gabo, mas em abril fez um ano que perdemos esse autor tão incrível e de tanto ver coisas dele pela internet resolvi ler mais algum livro do Gabo para matar as saudades.

“No dia em que iam mata-lo, Santiago Nasar levantou-se às 5 e 30 da manhã para esperar o barco em que chegava o bispo.”

De forma alguma isso foi um spoiler. Na verdade, essa é a primeira frase do livro…

Ver o post original 502 mais palavras

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado às 18 de maio de 2015 por em Resenhas e marcado , , .