EntreContos

Detox Literário.

Resultados do Desafio “Faroeste”

Pawnee_bill_wild_west_show_c1905

Caros participantes, amigos e curiosos de plantão.

Este foi o melhor desafio no quesito comentários-por-participante, o que demonstra o engajamento de todos quanto à escrita e principalmente quanto à leitura. Portanto, parabéns a todos pelo empenho em retribuir as impressões angariadas em seus próprios textos.

Bom, chega de lenga-lenga.

It’s showdown! Hora de saber os vencedores do duelo (ou seria multi-elo?)

Começamos matando a curiosidade sobre a identidade dos pistoleiros.

A lista abaixo contém a relação dos contos, o pseudônimo, e o nome verdadeiro de cada um.

autoria

Também é interessante ver os comentários e a pontuação correspondente. Clique na Tabela abaixo para conferir:

comments

Como se nota, nada menos que dezessete participantes comentaram TODOS os textos (aqueles grafados em azul), merecendo, por isso, um passeio de diligência pelas belas pradarias do Kentucky.

Por outro lado, infelizmente, alguns não atingiram o mínimo de 17 (dezessete) contos comentados, tendo sido, por isso, condenados à custódia do xerife Little Bill Daggett. São aqueles grafados em vermelho e em roxo.

Prosseguindo, a tabela a seguir consolida os votos e a pontuação correspondente, acrescida da bonificação obtida pelo participante em face dos comentários realizados.

votos

Como vencedor, praticamente uma unanimidade, com seis primeiros lugares e seis segundos lugares, com 165,2 pontos, o rápido e sensacional “Um Estranho Duelo“, do estreante no blog Thiago Lopes .

Mas Severino era homem astuto. De modo algum se daria a uma falha tão grosseira. Respeitava os cabelos brancos de seu avô, mas já tinha visto muitos cabelos brancos cometendo atos bárbaros. Então, sem falar nada, sentou-se na cadeira indicada pelo meu avô, sacou sua arma e apontou para mim, que estava na sua frente, segurando o espelho, de modo que se meu avô tentasse alguma coisa, seria em mim que a bala iria cantar.

Em segundo lugar, depois de uma disputa palmo a palmo, com outros três contos, o poético “Planície“, de Ricardo Gondim, com 109 pontos.

Murdoch assentiu. Estavam próximos um do outro e se encararam enquanto o cilindro rolava. A música terminou e recomeçou e recomeçou e ficou mais lenta. Era sempre a mesma, mas se cansava e ficava triste. Jim abria e fechava as mãos languidamente. Murdoch não se movia. Por um momento, uma trovoada ocultou o tema que agonizava. Um dos cavalos na carroça se tornou indócil, relinchando e escavando a terra como se abrisse uma cova.

E, por fim, completando o pódio, o tarantínico “Bananas em Columbine“, do também estreante Rafael Sollberg, com 103 pontos, .

O Apache observou o Xerife caminhar lentamente em sua direção – os passos confiantes e os olhos semicerrados abaixo da longa aba do chapéu vistoso. O bigode prateado descendo até a metade do pescoço. Os pelos“silverados” cintilando na penumbra do local. Os dois revolveres, presos à anca, subindo e descendo na intensidade do gingado. Viu também o cuspe embolatado voar pelo ar e aterrissar no bico de sua bota desgastada. O velho homem da lei tinha boa mira, o Índio precisava reconhecer.

Só para lembrar, o campeão faz jus a um exemplar de “Asa de Sereia”, do autor paranaense Luís Henrique Pellanda. Ao segundo, nossa parceira Caligo Editora oferece um exemplar de “Sincronicídio”, de Fabio Shiva; e, ao terceiro, também a Caligo oferece um exemplar da Antologia “!”.

Ao vencedor será atribuída, ainda, uma página específica como Autor Fixo do blog EntreContos, na qual poderão ser publicados textos de sua autoria.

Ao vencedor e aos segundo e terceiro colocados, será oportunizada a reunião dos respectivos contos em um e-book (formatos .mobi e .epub) a ser compilado pela moderação oportunamente e publicado pela Caligo Editora.

Com o intuito unicamente de valorizar a realização de comentários nos contos postados, promovemos a seguir a entrega de troféus honorários para aqueles que se destacaram:

– O Troféu “Clint Eastwood“, de sumidade na arte de comentar, vai para todos aqueles que se empenharam em passar sugestões e críticas construtivas aos demais. Grata surpresa, verificamos muita gente interessada em ajudar, razão pela qual essa premiação deve ser dada a todo o grupo.

– O Troféu “Shane“, de Gatilho Mais Rápido do Oeste, vai para o Jefferson Lemos, primeiro a votar e, sempre, entre os primeiros a comentar.

– O Troféu “Wanted” vai para o Alan Cosme Machado, o EdwarT Angst e o Rodrigo Toffolo, que mandaram seus contos e, ao que parece, foram sequestrados pela tribo Sioux do cacique Touro Sentado (e Não Levanto), já que sumiram do mapa.

– O Troféu “Sete Homens e um Destino” vai para o pessoal que não cumpriu a meta de comentários (foram oito, na verdade…).

– O Troféu “John Wayne também erra o alvo” vai para o Rubem Cabral, que comentou bem além do limite mínimo e… desapareceu no horizonte acompanhado pelo por do sol vermelho, sem ter votado.

– O Troféu “Kevin Costner“, de quem começou com tudo e depois perdeu o fôlego, é do Thiago Albuquerque, para quem faltou só UM comentário para atingir o mínimo…

– O Troféu “Deu para Passar” vai para o Thales Soares e o Willians Marc, que comentaram o estritamente necessário para evitar a desclassificação – e também não votaram =/

– O Troféu “Bueno…” vai para a Pétrya Bischoff, que mesmo não gostando do próprio conto acabou comentando tudo. E votando. Este é o espírito ;-).

Mais uma vez, parabéns a todos os participantes, pelos textos e pelos comentários.

Aos desclassificados por não terem comentado o mínimo exigido, informamos que, conforme previsto, os contos serão retirados do blog. No entanto, caso o autor nessa condição tenha interesse em “ressuscitar” seu texto, bastará realizar os comentários que faltam e informar a moderação.

Por fim, lembramos que os posts relativos à votação estão liberados para quem quiser conferir.

Muitas novidades no próximo desafio.

Até lá!

Equipe EntreContos.

21 comentários em “Resultados do Desafio “Faroeste”

  1. Thiago Lopes
    26 de maio de 2014

    Pessoal,

    agradeço imensamente pelos votos, mas sobretudo pelas dicas que me deram. Foram dicas valiosas, que certamente irei usar na revisão e na reescrita do conto. Engraçado como , ao escrever, somos tomados por pontos cegos, que de repente começam a ser enxergados com nitidez depois que o outro (o leitor) passa a intervir com seus comentários. De modo que o texto final resulta de uma participação coletiva. Aliás, esse projeto Entrecontos é justamente isso: uma participação coletiva, daí sua importância. Ao invés da competição, há aqui uma colaboração mútua, feita graças à paixão comum: escrever. Não consigo pensar em nada mais democrático, nada mais coerente com o ato de escrever, que é em si pôr-se para fora, mostrar para outrem aquilo que você pensou ou sentiu.

    Gostei muito ter participado e com certeza participarei mais vezes.

    Obrigado a todos, os que comentaram, os que votaram, e os que idealizaram esses desafios. E já nos preparemos para os próximos!

    Abs

  2. Swylmar Ferreira
    26 de maio de 2014

    Prezados colegas, parabéns!
    Em especial aos três primeiros colocados.Foi a primeira vez que participo de um desafio neste site e fiquei muito contente, principalmente com os valiosos comentários dos colegas. Prometo procurar melhorar.
    Parabéns especial aos organizadores do site, principalmente o Gustavo.
    Agradeço de coração e já espero o próximo desafio.
    Abraço fraterno a todos

  3. rubemcabral
    26 de maio de 2014

    Felicitações aos vencedores, aos participantes e à organização do blog. Infelizmente – foi a primeira vez, relevem – não consegui ler tudo e por conseguinte decidi não votar. Viajei fim no fim de semana e sabia que se não votasse e comentasse até sexta não conseguiria fazê-lo depois (como ocorreu).

    Fiquei feliz em ver meus contos preferidos no pódio. Não sei se teria os elencado na mesma ordem, mas certamente teria votado em todos os três dentre os dez que eu teria que escolher.

    Obrigado pelos votos e comentários para/em meu conto, sei que minha personagem tinha a missão espinhosa de ser antipático e racista e ainda assim contar sua história, o que não resultou numa leitura agradável para muitos leitores.

    Outra vez, obrigado. Grande abraço! Prometo não sumir no próximo desafio.

  4. Rafael Gondim Sollberg
    25 de maio de 2014

    Fala pessoal. Muito feliz por ter participado desse desafio. Adorei a interação e as impressões sinceras de todos os colegas. Obrigado pelas críticas, elogios e votos.
    Um parabéns especial para os dois primeiros colocados, Thiago e Ricardo mandaram muito bem.
    A organização também merece destaque pelo impecável trabalho.

    Abraços e beijos!

  5. Rodrigo Arcadia
    25 de maio de 2014

    Parabens aos vencedores. até votei neles por serem os melhores do desafio. Que bom nao estava errado, como os restantes também.

  6. Eduardo Selga
    25 de maio de 2014

    Obrigado a todos pelos votos, pela leitura, e parabéns aos vencedores.

    Como escrever western sem repetir o mais do mesmo, sem se tornar um repetidor de fórmulas que transmitem algumas concepções ideológicas bem marcadas (o caubói clássico, por exemplo, é um elogio à justiça pelas próprias mãos)? Difícil, sem dúvida, pois toda marca de gênero narrativo é muito forte.

    Alguns contos conseguiram fugir a esse discurso matraqueado, como a metalinguagem de “Duelo Final”, a caixinha de música de “Planície”, que é uma bela metáfora, o lobo no telhado de “A Noite do Cão Vermelho”, meus três primeiros colocados.

    De minha parte, tentei, como outros, a narrativa fantástica, com alto grau de carga simbólica (o que pode ser entendido como nebulosidade), totalmente proposital por fazer parte de um estilo que busca demonstrar o quão unidos estão os elementos que aparentemente são fragmentários e sem sentido. Perceber o fio que une os fragmentos é tarefa que demanda um texto bem construído e um leitor preparado para o conjunto de referências explícitas e implícitas que fazem essa união.

    Não considerei razoável esclarecer tais referências no decorrer do desafio. Mas agora, e também em função de alguns comentários, algumas delas, sem haver aqui nenhuma tentativa arrogante de exibicionismo intelectual, mesmo porque muito do que citei no texto direta ou indiretamente eu não conhecia: foi pesquisa que fiz por causa do desafio. Do mesmo modo, não estou afirmando indiretamente que a não percepção dessas referências (se é que de fato isso aconteceu em larga escala) foi a causa do 9o. lugar. Na verdade, eu não esperava ficar entre os 10. É mesmo um texto denso, indigesto, a ser assimilado aos poucos. Além disso, há contos nesse desafio que estão mais bem escritos que o meu, sob determinado ângulo.

    Shibone City: referência a Shinbone, cidade cenário do filme “O Homem que Matou o Facínora”, clássico do western;

    Liberty Valance: referência direta ao personagem de Lee Marvin no mesmo filme.

    Wayne: Nome também usado como pseudônimo, numa tentativa de intertextualidade, refere-se ao famoso ator John Wayne, que no mesmo filme faz o papel de um vaqueiro.

    Quando, na carta, o personagem escreve “velejam as nuvens vermelhas de céu”: referência ao chefe indígena sioux Nuvem Vermelha;

    Wyatt Earp: Referência a um delegado real e meio mítico na história do Velho Oeste;

    As frases entre aspas, intercaladas, dando a sensação de esquizofrenia, logo após a carta e no fim do texto: versos de “Dor Elegante” e “Aviso aos Náufragos”, respectivamente, do “poeta maldito” Paulo Leminski.

    A elipse do “que” foi proposital, e faço isso com certa frequência em meus textos, a depender do personagem. Especificamente em “Persecutório” a intenção foi gerar a sensação de que o personagem é tão esquizofrênico que isso atinge sua linguagem. Mas de fato não ficou claro, pareceu erro.

    Houve, sim, falha de revisão (e olha que sou muito chato com isso), de modo que algumas palavras ficaram “coladas”.

  7. Pedro Luna
    25 de maio de 2014

    ”Muitas novidades no próximo desafio.

    Até lá!”

    Algo que sempre gera ansiedade. Rs… legal ver como esses desafios, de uma forma ou de outra, uns para mais, outro para menos, passou a fazer parte da vida da gente.

    Agradecimentos ao Gustavo e a quem mais formar essa equipe. 😉

  8. Pedro Luna
    25 de maio de 2014

    Parabéns a turma, e a organização.
    Bom, nesse desafio aprendi uma lição da vida. Procrastinar, nunca mais.

    Enfim, faço questão de ressuscitar meu conto. Quando ler todos, eu aviso.

    Abração.

  9. vitorts
    25 de maio de 2014

    Parabéns aos vencedores, aos participantes, e ao Gustavo, que deu conta da encrenca toda sozinho! 😀

  10. Davi Mayer
    25 de maio de 2014

    Salve galera do entre contos. Minha primeira participação (gostaria de ter participado de todas!), mas fiquei muito feliz pela interação, pelos comentários, pela oportunidade de comentar…

    Cara, mudei muito minha escrita graças as criticas construtivas… algumas percebi que foram mais de cunho pessoal, outras mais ligadas a estrutura, narrativa, etc, enfim, gostei. E com certeza me fez evoluir muito. Questão de acentuação, uso dos pronomes oblíquos, desenvolvimento melhor das histórias e escolha apropriada dos nomes… ehehehehe pois escolhi o nome de um dos personagens de Johny Bravo, e acredito que isso tenha atrapalhado um pouco. Mas juro que não sabia que era do desenho animado! KKKKKKKKK apenas o tinha escutado de longe, sem ligar a “pessoa”, e achei que cairia bem num filhinho mimado aprendiz de pistoleiro.

    Realmente careceu de revisão (descobri o desafio no ultimo dia de envio dos contos!!) e depois de lê-lo com mais calma, verifiquei erros de narrativa que foram inclusive pontuados pelos participantes, e sou grato por isso.

    No mais, agradecido e que venham novos desafios!!!!!!!!!

  11. Brian Oliveira Lancaster
    25 de maio de 2014

    Parabéns aos vencedores! O primeiro colocado foi muito bem merecido. Agradeço também os comentários construtivos em meu texto, irei aplicá-los. Não “retruquei” os comentários porque tenho uma opinião muito forte a respeito disso – se o autor tem de explicar pontos de seu texto, falhou em sua premissa básica (mas, apenas queria deixar um adendo: as “falhas” de português são propositais. Ninguém fala 100%; impossível. O resto foi a maldita autocorreção do Word que retirou algumas vírgulas). Terminando, quero dizer que é muito estranho comentar o próprio texto como alguém desconhecido, fato bem engraçado.

  12. Pétrya Bischoff
    25 de maio de 2014

    \o/ Primeiramente, parabéns ao pódio – com estreantes! E parabéns aos bravos guerreiros que estão sempre na ativa por aqui 😀
    Obrigada pelos votos e comentários no meu Renegado, prometo maior empenho no próximo Desafio.
    E cada vez um MUITO obrigada maaais especial ao Gustavo e toda gente que compõe essas engrenagens. Me sinto muitíssimo bem aqui.
    E que venham os próximos Desafios \o/

  13. Ricardo Labuto Gondim
    25 de maio de 2014

    Moçada, estou honrado. Parabéns ao Thiago Lopes e ao Rafael Sollberg por seus notáveis textos. Parabéns a todos os participantes. Minhas desculpas aos que não pude comentar (estou em um período de muito trabalho e longe de casa). Muito obrigado por todos os comentários e críticas – em especial ao doutíssimo Eduardo Selga (eu sabia que mais alguém além da minha mãe iria me entender); à Bia Machado (você tem razão, a penúltima frase está sobrando); e à Claudia Roberta Angst (que me concedeu o melhor elogio que eu poderia ter recebido). Obrigado de coração.

    • Claudia Roberta Angst
      25 de maio de 2014

      Francamente, Ricardo, o seu conto é lindo. Queria roubar para mim, para minha autoria. Inveja sincera. Por isso até te perdoo por não ter lido nem comentado o meu conto. 😛

  14. mariasantino1
    25 de maio de 2014

    Parabéns a todos. Obrigada, sobretudo, pela interação. Foi muuuuuito bom ler todos vocês e receber seus pareceres.

    Fico feliz em ver que os mais votados também fazem parte das minhas preferencias.

    Obrigada (também) pelos votos 😀

    Um forte abraço. INTÉ 😉

  15. Felipe Moreira
    25 de maio de 2014

    Parabéns, pessoal. Todos fantásticos. Fico feliz demais em poder participar com vocês.

  16. Claudia Roberta Angst
    25 de maio de 2014

    Parabéns aos primeiros e a todos nós. Mais uma vez valeu a pena participar do desafio. 🙂

  17. Leandro B.
    25 de maio de 2014

    Parabéns, pessoal. Como sempre, muito bacana participar.

  18. Thata Pereira
    25 de maio de 2014

    Parabéns aos vencedores e todos que participaram do desafio Faroeste, principalmente os que comentaram todos os contos. Parabéns ao Gustavo pela dedicação ao Blog.

    Poxa, estou extremamente feliz com a minha posição. Aproveito para agradecer todos que votaram no meu conto “Duelo Final”. Optei por não responder os comentários, mas vocês não sabem como cada um deles me deixou contente. Durante a semana passo lá para responder.

    Que venha o próximo desafio!! ^^

  19. Bia Machado
    25 de maio de 2014

    Parabéns, pessoal! Muito bom participar mais uma vez, e aos três primeiros, estão de parabéns, ótimos contos!

  20. Marcellus
    25 de maio de 2014

    Muito bom, pessoal! Parabéns mais uma vez a todos, especialmente ao Thiago, ao Ricardo e ao Rafael pelos ótimos contos e o merecido pódio!

    Mais uma vez, também, parabéns ao pessoal do Entre Contos, que trabalha tanto para a nossa diversão. 🙂

    E, por último, peço desculpas aos poucos autores cujos contos não comentei, por uma total desorganização da minha parte. :-/

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado às 25 de maio de 2014 por em Faroeste e marcado .