EntreContos

Detox Literário.

Fica a Música (Marina Melo)

Fica a música. Mesmo quando se vão os momentos, juntamente com ele, que deles fez parte. Momentos não voltam; as pessoas poderiam. Deveriam ficar. Mas passam como folhas ao vento, uivando um lamento do que deveria ser uma melodia alegre. E vão embora. A música chora, mas fica.

E aqueles acordes, que tocávamos de brincadeira, tomam um significado totalmente novo. Se era antes um canto qualquer, vira melancólica trilha sonora de um final infeliz. E gruda, como óleo na pele, chiclete no sapato; quando menos se quer ouvir, aí que ela toca nas profundezas do hipotálamo, ecoando na alma. A revolta: se ele se foi, por que não a levou junto?

Mas então, o momento passa. As lembranças já não doem, fica só a leve nostalgia. E a melodia, sempre ela. Mas agora, outra vez, uma canção que só traz coisas boas. Agora, outra vez, apenas música.

Anúncios

59 comentários em “Fica a Música (Marina Melo)

  1. Renato Silva
    30 de janeiro de 2016

    Um belo texto, muito bem escrito e que consegue transmitir o sentimento da perda. É interessante citar que a obra pode durar para sempre, mas Homem, este sempre terá uma existência curta.

    Um dos motivos que lavam uma pessoa a escrever é a possibilidade de se tornar “imortal” através de suas ideias. Pode até ser que nem todos tenham a mesma intenção ao se lançarem como escritores, mas esse sentimento faz parte de muitos nós.

    Esse micro conto me lembrou um filme chamado “Amadeus”, sobre o compositor Johann Amadeus Mozart, que viveu apenas até os 35 anos. Estas poderiam ser as palavras de sua viúva, ainda jovem e com duas crianças pequenas para cuidar?

    Boa sorte.

  2. Fabio D'Oliveira
    29 de janeiro de 2016

    ௫ Fica a Música (Lilly Aldrin)

    ஒ Estrutura: Microconto puxado para a poesia, quase pura, mas descomplicada. A autora soube harmonizar. A narrativa leve e natural provam isso.

    ஜ Essência: Estória linda, que prova que tudo é passageiro. Mas também levanta a questão. O próprio indivíduo precisa ir embora depois do ciclo? Ou ele pode escolher ser como a fênix e renascer? Oras, o mito não é nada mais que isso!

    ஆ Egocentrismo: Gostei, e achei a aceitação no final crível. Algumas pessoas vão porque não estão prontas para ficar.

    ண Nota: 9.

  3. Tamara Padilha
    29 de janeiro de 2016

    Não senti tanto como um conto, mais um texto reflexivo. De qualquer forma eu gostei bastante da sua escrita, de tudo que mencionou sobre a música, diria que é um texto belo.

  4. Nijair
    29 de janeiro de 2016

    .:.
    Fica a Música (Lilly Aldrin)
    1. Temática: Reminiscências.
    2. Desenvolvimento: A textura da narrativa tem a ver com a proposta – ambas são melodiosas.
    3. Texto: Mesmo quando se vão os momentos, juntamente com ele, que deles fizeram parte… Oração confusa. Aconselharia revisão para mais clareza.
    4. Desfecho: Excelente! Todos nós temos nossos temas musicais que nos remetem a vários acontecimentos que nos foram caros e raros.
    Muito bom!

  5. mkalves
    28 de janeiro de 2016

    Forma interessante de contar uma história, através das sensações que a música produz em diferentes etapas da vida e de uma relação, mas o tom generalista, que não conta um fato preciso, apenas oferece uma divagação do narrador não me fez sentir impactada.

  6. Swylmar Ferreira
    28 de janeiro de 2016

    Muito bem escrito o texto, mas não é criativo fazendo do enredo algo rígido. A leitura foi complicada, e a conclusão não ajudou.
    Boa sorte.

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 14 de janeiro de 2016 por em Micro Contos e marcado .