EntreContos

Detox Literário.

Faça Boa Arte, de Neil Gaiman

Faça-Boa-ArteEditora Intrínseca
80 páginas

Não espere por uma apresentação usual deste discurso que o escritor Neil Gaiman proferiu na graduação de formandos da Universidade de Artes de Filadélfia, em 2012. Espera-se que seja um texto corrido do discurso, tal como uma transcrição como conhecemos.
À primeira vista, causa estranheza a apresentação do discuros de forma gráfica, com jogos de palavras associadas com figuras simples, formando uma linguagem gráfica visual original para um texto que incentiva a quem quer se inspirar no exemplo de carreira e de escrita que Neil Gaiman trilhou brilhantemente ao longo de sua vida.
Vencendo a primeira impressão, ao analisarmos o contexto da mensagem de Gaiman, é de fato algo inspirador e divertido também. Temos a visão descrita de um homem que mostra que realmente faz o que gosta e que o faz com uma destreza poética que exercitou ao longo dos anos. São conselhos até simples, mas da maneira que cada um recebe e analisa, traz o aprofundamento filosófico que cada um busca no aprimoramento de sua escrita. Digo até, que dependendo do humor do espírito de cada um, traz um certo alívio para as angústias normais que atormenta os escritores em geral.
Livros no geral trazem mensagens de todo tipo, Há aqueles onde as mensagens aparentes são as que as pessoas logo captam. Ora odeiem, ora apreciem, o importante é que cada um compreenda que cada a história evoque o pensar e a compreensão da mensagem que ela quis passar. Muitas vezes o autor transmite por sua história mais de um contexto, mas que somente um leitor mais atento e com uma certa abertura em seu pensar, aceita receber essas novas mensagens. É por isso que existam tantas opiniões a respeito de cada livro. Para alguns, que adoraram, para estas a história impactou de modo diferente da pessoa que odiou o mesmo livro. Cada um recebeu e impactou de sua maneira, trazendo um sentido que cada um buscava ou compreendeu, completando a importância da mensagem contextual em suas vidas.
É um livro de tamanho pequeno (13 x 18), mas grande em sua mensagem contextual.

Anúncios

Sobre Marcia Saito

Escrever e desenhar são os sentidos que fazem o meu caminho. Criar sempre. Desistir jamais.

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado às 20 de junho de 2014 por em Resenhas e marcado , , .