EntreContos

Detox Literário.

“Divergente” – Resenha (Marcia Harumi Saito)

DIVERGENTE_1343154852P

No futuro de uma grande metrópole (no caso Chicago) , a sociedade é dividida em 5 facções. Entituladas Abnegação, Erudição, Amizade, Audácia e Franqueza, formam a sociedade com um todo, em uma aparente harmonia funcional.

Este delineamento rígido e sufocante, ditam o encaminhamento dos mais jovens, que devem optar em qual facção deverão pertencer. Após testes que determinarão seus destinos, cada jovem é treinado de acordo com regras rígidas sociais o qual pertencerão o resto de suas vidas. Os que não se adequam e fracassam, são rejeitados e destinados a viver à margem da sociedade, e pertencerão aos sem-facção.

Cada facção possuem papéis, encargos e atribuições dentre esse conglomerado social. Para se ter ideia o tipo de divisão social, os sem-facção executam os trabalhos braçais, sujos e sem direito a regalias, que outras facções desfrutam de acordo com suas atribuições. Os que pertencem à Audácia fazem o papel de segurança de toda a sociedade. A Abnegação cuida da manutenção social, distribuindo suprimentos aos que não tem acesso. Erudição cuida da parte intelectual e erudita da sociedade. Assim vai as atribuições sociais.

Quando um jovem possui atributos que englobam mais de uma qualidade típica de uma das facções, é considerado um “Divergente”. Ou seja, um que não pode ser encaixado em nenhuma das facções e destinado a ser um sem-facção.

A personagem principal, Beatriz, criada por uma família da facção Abnegação, está em processo de realizar os testes que determinarão seu destino. Obrigada a fazer a opção que a afastaria de tudo que ama e conhece, ela vive o dilema e o terror de ser destinada a ser uma marginal da sociedade.

Reviravoltas, cenas de ação alucinante, conturbados treinos e testes violentos, além do surgimento de fatores e pessoas cruciais para a transformação de Beatriz, que muda seu nome para se adequar à sua mudança e preservar o seu verdadeiro eu, seu destino entrelaça juntamente com o futuro das facções.

A leitura flui leve e rápida, o que é surpreendente em suas 502 páginas. Pensa-se por ser destinada ao público juvenil, não é tola e muito menos fútil. É pelo contrário, retrata muito bem os anseios, dúvidas, sentimentos contraditórios e aflitivos, próprios desta fase marcante de todo ser humano.

A história deste livro, na verdade é uma metáfora à passagem da vida, da adolescência para a vida adulta, confrontando problemas ou traumas que todos já passaram ou que ainda estão por passar. As escolhas que remontam responsabilidades que demandam grandes testes emocionais e físicos.

A brutalização desta passagem não é muito diferente que muitos jovens enfrentam, principalmente quando faltam-lhe um embasamento emocional, psicológico e mental para suportar as agruras desta fase.

As armas emocionais que municiam todo jovem são para sua proteção de sua psique e sanidade mental, e delineiam a base de caráter de personalidade que farão o personagem suportar os testes e massacrarão tudo que fora aprendido por sua criação familiar. Somente alguém dito “especial”, munido de consciência de sua importância como ser pertencente a uma formação familiar sólida, que conseguirá sobrepujar as barreiras impostas nesse teste que é a passagem da vida.

Por ser um distopia, as esperanças de um futuro seguro e brilhante são postos à prova e massacrados pela revelação de atributos na personalidade da pessoa, que se não for adequado aos moldes aceitáveis da sociedade, projeta um futuro sombrio e incerto para aqueles que são considerados “especiais”, os não-adequados.

Por ser o primeiro livro de 3 livros, o próximo, que se chama “Insurgente”, comprarei sem ter dúvidas e para ver se realmente o futuro estará em chamas.

—————————————–

Outras resenhas de Marcia Harumi Saito em htttp://torrenteliteraria.wordpress.com

Anúncios

Um comentário em ““Divergente” – Resenha (Marcia Harumi Saito)

  1. juliano cesar de oliveira
    23 de abril de 2014

    Oi adorei sua resenha amiga…mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei… se trata de um livro arrebatador…ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos…..e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história…..acesse o link da livraria cultura e digite reverso…a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado às 7 de janeiro de 2014 por em Resenhas e marcado , .