EntreContos

Detox Literário.

Adágio de Santino (Felipe Moreira)

Um acontecimento insólito rompeu para sempre o mundo de Santino, esta cidadezinha cujo nome homenageia o santo padre que aqui chegou há tantas décadas, montado num jegue e acompanhado do … Continuar lendo

20 de maio de 2017 · 51 Comentários

Retratando um sonho (Felipe Moreira)

Eu soube da guerra pelo meu avô. Resolvi ler a respeito nos livros de história que faziam disto algo romântico, mas aprendi numa manhã que vieram buscar o meu pai. … Continuar lendo

12 de setembro de 2015 · 39 Comentários

Al Kahf (Felipe Moreira)

BAHARYIA, DESERTO OCIDENTAL. Como uma onda no mundo físico, Sherine Abdel Masr sentiu a escuridão inundar o planeta quando ela e sua lanterna desabaram, em sincronia olímpica, no fosso do … Continuar lendo

23 de julho de 2015 · 49 Comentários

503 (Felipe Moreira)

“Boa tarde, Ícaro. O Chrome tem uma novidade para você”. Ele bufou quando interrompido. Demonstra ser algo habitual. Não seria necessário iniciar qualquer análise para sentir a tensão ao volante. … Continuar lendo

4 de abril de 2015 · 40 Comentários

Aurora (Felipe Moreira)

“On borderland we run. I’ll be there tonight. A high road, a high road out from here”. Quando Adeba viu a bandeira negra dançando sobre seu vilarejo, sentiu a ardência … Continuar lendo

20 de setembro de 2014 · 37 Comentários

Entre o Rifle e o Coração (Felipe Moreira)

1 Éramos apenas dois; Dedo-Torto e eu, lamentando o inverno tenebroso de Silverland. Não me lembro de ter passado uma noite tão fria desde que chegamos há dois anos. Caminhávamos … Continuar lendo

4 de maio de 2014 · 20 Comentários

Sinfonia Inacabada (Felipe Moreira)

“Até quando ficaremos sentados observando, perniciosamente, Marte se transformando na Terra, a custo da Terra transformando-se em Marte?” – Ana M. Schaefer, jornalista alemã. O regresso reservava para ela o … Continuar lendo

17 de março de 2014 · 30 Comentários