EntreContos

Detox Literário.

Livro de Graça na Praça – Conto (Anderson Prado)

A vida vinha bem, até que me cruzou o caminho a aposentadoria. A frase é boa, mas não faz inteira justiça. Antes de uma coisa, sempre vem outra. É a … Continuar lendo

18 de janeiro de 2021 · 6 Comentários

Gelato (Anderson Prado)

Para seguir em frente, é preciso pisar caminhos. Para quem segue, o pé pesa. Para o chão pisado, pesa também. – Eles são todos assim. Eles quem? Os homens? Os … Continuar lendo

5 de novembro de 2020 · 38 Comentários

Anderson Prado

Anderson Prado nasceu em Resende (RJ), em 1989. Estreou na literatura em 2019, com os contos “De como Tião ficou sendo burro” e “Família do Beco 4”, premiados no 27º … Continuar lendo

19 de outubro de 2020 · 2 Comentários

Velho em azul claro – Conto (Anderson Prado)

Havia uma rua estreita ladeada de gente. Para a cidade pequena, era uma multidão. E toda essa gente aplaudia, sorria e gritava. Ao centro, o velho de azul claro desfilava … Continuar lendo

29 de setembro de 2020 · 6 Comentários

O coronel que, este sim, matou o lobisomem (Anderson Prado)

A bem dizer, esta história já foi contada por um homem batuta cá de minha terra, escrevinhador de letra inteira, o senhor José Cândido, terminado de Carvalho, que bateu na … Continuar lendo

24 de agosto de 2020 · 19 Comentários

Filho de mãe solteira (Anderson Prado)

Atrás da porta da sala, feito folhinha de calendário, minha mãe trazia pendurado, com barbante, prego e tabuinha, “No caminho, com Maiakovski”. E foi assim que eu fiquei sabendo que … Continuar lendo

7 de junho de 2020 · 20 Comentários