EntreContos

Detox Literário.

Resultados do Desafio Minicontos 2021

Olá, entrecontistas. Chegamos ao fim de mais um desafio. A tabela abaixo revela as autorias dos contos de ambos os grupos (os nomes em vermelho são dos autores eliminados por … Continuar lendo

25 de julho de 2021 · 6 Comentários

Minicontos 2021 – Finalistas

Hora de conhecermos nossos finalistas. Abaixo, os cinco melhores colocados de cada grupo, em ordem alfabética: . Grupo Chihuahua Estou indo embora Peixes Dourados Quando o adeus não machuca Um … Continuar lendo

19 de julho de 2021 · 20 Comentários

Voo cego (Catarina Cunha)

— Alberto, ela começa um assunto emendando no outro, vários projetos incompletos e sabem-se lá mais quantos esquecidos. Decididamente enlouqueceu. — Claro que não. É o jeitão dela. — O … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 35 Comentários

Peixes Dourados (Andre Brizola)

– Não farei isso! Não assim. Não é hora, ela é muito nova! – Não existe idade certa para isso, tem que aprender logo. Você devia ter pensado nisso quando … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 33 Comentários

Pedro Pedreiro (Antonio Stegues Batista)

Pedro desperta às 6:30 da manhã. Muda de roupa. Prepara a marmita, feijão, arroz, um ovo, um pedaço de linguiça, duas bananas. Coloca na mochila. Pega o ônibus. Quarenta minutos … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 29 Comentários

Quase (A. Capelli)

A menina urgente tinha pressa. As horas passavam lentas, os dias eram meses e ao fim de um mês era como se houvesse se passado uma década. Dormia estática a … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 27 Comentários

Quando o adeus não machuca (Regina Ruth Rincon Caires)

Dia sim, dia não, a peleja se repetia. De casa, até pisar na estação do trem, era um bom pedaço, e eu sempre chegava esbaforido. Esperava o trem iniciar o … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 33 Comentários

Estou indo embora (Fernanda Caleffi Barbetta)

O habitual beijo, aguardado nos lábios, foi desviado para a testa, e aquele gesto, após os demais que a vinham inquietando, pareceu-lhe o derradeiro. Desfez o bico seco e o … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 36 Comentários

Nuances (Natália Koren)

O vestido era amarelo e sem graça. O sorriso também. Não conseguia entender aquele lugar. Como podia ser cidade grande quando tudo era tão pequeno? As ruas estreitas, o apartamento … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 29 Comentários

Ciclo (Maria Santino)

A escuridão do velho casebre foi quebrada pela faísca e chama do fósforo a acender o cachimbo nos lábios da idosa. Lampejos em prévia de tempestade adentraram pelas frestas sendo … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 26 Comentários

Um javali por dia (Victor O. de Faria)

“Haviam um mundo em que um javali gigante habitava densas florestas de pinheiros e sequoias”. — De que tamanho era o javali, papai? – Indagou a menina curiosa. — Bem, … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 33 Comentários

O Expresso Fantasmão (Welington Pinheiro)

Te segura que lá vem ele, o Expresso Fantasmão. Todo preto, chei’de marra; sem luz, sem buzina; lá vem ele à toda, cavalgando endiabrado na buraqueira do morro. Não é … Continuar lendo

5 de julho de 2021 · 45 Comentários