EntreContos

Detox Literário.

Perfume de livro (Daniel Amorim)

bechara

A ideia era genial: engarrafar a fragrância de um livro novo. Aquele cheiro, quase misterioso, que leva pessoas a abrir livros em meio a livrarias lotadas, colocar o nariz lá dentro e, olhos fechados, puxar o ar como se a função última daquelas páginas fosse serem cheiradas, e não lidas, degustadas, e não folheadas.

Tomou empréstimo, alugou laboratórios, contratou alquimistas, químicos e fármacos e, esfuziante, deu a ordem: Eu quero um perfume com esse cheiro!

Sentia-se ótimo! Imaginava seu nome esculpido ao lado do de grandes homens: Graham Bell, Thomas Edison, Santos Dumont e, agora, ele mesmo, o inventor do perfume perfeito.

Mas a aventura não terminou como esperado. A fragrância recusou-se a abandonar as páginas dos livros e se encalacrar dentro de um frasco de perfume. O homem, que ambicionava esculpir seu nome na história, não conseguiu mais do que ganhar uma menção anônima em um micro conto medíocre.

Anúncios

58 comentários em “Perfume de livro (Daniel Amorim)

  1. Silas Falcão
    29 de dezembro de 2016

    Texto criativo. Ideia de um perfume com cheiro de livro está excelente. Escrita segura, porém, retiraria a referência metalinguística na palavra medíocre. E o conto não tem essa qualidade. Abraços.

  2. Fabio D'Oliveira
    29 de janeiro de 2016

    ௫ Perfume de livro (Bechara)

    ஒ Estrutura: Escrita agradável e estilo simples, mas com narrativa natural. Bechara tem a capacidade de escrever contos grandes e não enjoar seus leitores.

    ஜ Essência: A ideia foi super interessante, até original. Porém, a frustração no final não acompanhou a grande potência do texto. Foi medíocre.

    ஆ Egocentrismo: Gostei de tudo, menos do final. Ficou um tanto raso. Parece que o autor viu que o limite estava terminando e não conseguiu pensar em nada mais criativo.

    ண Nota: 8.

  3. Pedro Luna
    29 de janeiro de 2016

    Não gostei muito porque o final me deu uma broxada.

    Explico: a ideia é boa, o cheiro do livro novo realmente é encantador pra quem gosta de ler. No entanto, tudo estava interessante demais até você simplesmente dizer que a fragrância se recusou a deixar o livro. Isso ficou muito vago e soou como uma explicação rápida para finalizar o conto. Por isso não gostei muito.

  4. Matheus Pacheco
    28 de janeiro de 2016

    Coitado, mas eu seria uma das pessoas que investiriam nesse perfume.
    Infelizmente para o personagem não deu certo.
    Mas a comicidade foi uma coisa que deu certo, principalmente pelo final.

  5. Swylmar Ferreira
    28 de janeiro de 2016

    Gostei do enredo,diria quase cômico. Bastante criativo,mostrando a necessidade do ser humano de se diferenciar, seria famoso. Também achei legal se inserir no texto.
    Parabéns.

  6. mkalves
    28 de janeiro de 2016

    Gostei do humor empregado. Cativou-me pela forma como anuncia a desdita do obcecado empreendedor.

  7. Nijair
    28 de janeiro de 2016

    .:.
    Perfume de livro (Bechara)
    1. Temática: Amor, paixão, devoção, experimentação, sonhos. Liberdade. Ambição. Vaidade. Pedantismo.
    2. Desenvolvimento: Início atraente, em ração da temática, mas que se perdeu – faltou agregar mais os parágrafos, dando coesão ao todo.
    3. Texto: Respeitou as regras, direitinho.
    4. Desfecho: Ficou chata a colocação micro conto medíocre. Parece uma referência ao próprio texto, não acham?
    Boa sorte!

  8. Kleber
    27 de janeiro de 2016

    Olá!

    Uma das melhores propostas até aqui! Gostei da metalinguagem no final. Acho interessante um autor brincar com seus escritos, fazer pilhéria de si mesmo. Texto rico, bem amarrado e muito criativo. Está incluído na minha “Lista de Schindler”….

    Sucesso!

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 14 de janeiro de 2016 por em Micro Contos e marcado .