EntreContos

Detox Literário.

Votação – Tarô

paa

Caros participantes,

Agradecemos mais uma vez a presença de todos por aqui.

A sorte está lançada; chegou a hora da votação

O tema “Arcanos Maiores do Tarô” representou um desafio verdadeiramente fantástico, resultando 28 contos.

Parabenizamos a todos pelo empenho de conceber e dividir conosco essa lasca do fruto de suas imaginações!

Agora, às regras!

1) Os contos concorrentes são aqueles constantes da Área do Desafio do blog.

2) Somente serão computados os votos dos participantes do Desafio. Excepcionalmente, não-participantes poderão votar, desde que tenham comentado TODOS os contos do Desafio.

3) Não é permitido votar no seu próprio conto.

4) Os votos deverão ser inseridos por meio de comentários neste post, até as 23h59 do dia 26 de fevereiro de 2014 (horário de Brasília, DF).

5) Uma vez enviado o comentário, não caberá arrependimento. Portanto, pense bem antes de eleger os seus contos preferidos.

6) Os comentários da votação permanecerão “aguardando moderação” até o dia da divulgação do resultado. O voto, portanto, é secreto, para evitar as influências de parte a parte.

7) No dia 27 de fevereiro, quando da divulgação do resultado, também em post específico, os comentários dos votantes no tópico de votação serão liberados, de modo a atestar a transparência na apuração.

8) Os votantes poderão relacionar até 7(SETE) contos de sua preferência. A maneira de indicar os escolhidos será a seguinte:

“1) Nome do Conto (Pseudônimo do Autor);

2) Nome do Conto (Pseudônimo do Autor)….”  e assim por diante. Desse modo, o primeiro indicado receberá 07 pontos, o segundo, 06, o terceiro, 05, e assim sucessivamente.

9) A bonificação para quem ler e comentar TODOS os demais textos será de 10 (DEZ) pontos.

10) Apenas serão válidos os votos feitos para contos comentados pelo votante.

11) Os participantes que não comentarem pelo menos seis contos dentre aqueles enviados pelos demais concorrentes terão seus textos desqualificados e deletados do Desafio quando da divulgação dos resultados.

***

Não nos esqueçamos de que o principal combustível de um escritor é o feedback que ele consegue com seus textos. Por isso, todo empenho para comentar os contos dos colegas é louvável.

Caso ainda não o tenham feito, não se esqueça de curtir a página do EntreContos no FB (https://www.facebook.com/entrecontos ) e selecionar a opção “todas as atualizações”, para não perderem as novidades.

E está aberta a votação! Vamos privilegiar o Arcano nº 8.

Obrigado a todos pela participação e… Boa sorte!

Equipe Entre Contos.

Anúncios

34 comentários em “Votação – Tarô

  1. EntreContos
    27 de fevereiro de 2014

    Votação Encerrada!

  2. Blanche
    26 de fevereiro de 2014

    1 – Cartas na mesa (James Cagney)
    2 – Infiltração (Le Fol)
    3 – O quadro vazio (Lilá Brown)
    4 – A roda da fortuna (Cigano Sandro)
    5 – É… Namorados! (Sue Gorbufit)
    6 – Recordações de uma estrela (Étoile)
    7 – A Aprendiz (Pedro Faust)

  3. Pedro Luna
    26 de fevereiro de 2014

    1- Contracorrente – Gargamel
    2- Tábula Rasa – André Lima
    3- Daihachi – Shinmen Takezo
    4- O grande Clapton – Galeazzo M.
    5- Infiltração – Lefol
    6- Açoita-me com tua partida –Blanche de Santis
    7- Royal Straight Flush – Nick Belane

  4. Lucas Guimarães
    26 de fevereiro de 2014

    1)Paralaxe (Montezuma)
    2)Recordações de uma estrela (Étoile)
    3)As Cartas e o Destino (Violet de Maupassant)
    4)O Caminhar do Louco (Hórus)
    5)O Quadro Vazio (Lilá Brown)
    6)Os Filhos da Noite (Nyx)
    7)Chuva (Um Cont(a)dor)

  5. Frank
    26 de fevereiro de 2014

    Seguem os meus preferidos:

    1) Reunião entre amigos (Marcos Mignoli);
    2) Daihachi (Shinmen Takezo);
    3) Tábula Rasa (André Lima);
    4) O jogo dos Incautos (Vince Toral);
    5) O grande Clapton (Galeazzo M Sforza);
    6) Cartas na Mesa (James Cagney);
    7) Recordações de uma Estrela (Etoile).

    Ufa, depois de uns 2 concursos finalmente consegui votar…hahaha.

    Abc
    Frank

  6. Thata Pereira
    26 de fevereiro de 2014

    1) O Grande Clapton (Galeazzon S. Sforza)

    2) Açoite-me com tua partida (Blanche de Santis)

    3) O Aprendiz (Pedro Faust)

    4) A Roda da Fortuna (Cigano Sandro)

    5) Daihachi (Shinmen Takezo)

    6) Os filhos da noite (Nyx)

    7) Recordações de uma estrela (Étolie)

    Parabéns mais uma vez para todos que enviaram seus contos, todos que comentaram e para as pessoas responsáveis pela organização do Blog. Esse mês fiquei um pouco afastada por conta da mudança de rotina com o início da faculdade, mas nada como um Fim do Mundo para colocar tudo em ordem novamente!

  7. Felipe França
    26 de fevereiro de 2014

    Devo parabenizar todos os escritores pelo o trabalho e dedicação na confecção dos contos; temos aqui futuros grandes escribas. Foi um tema bastante difícil, mas nada como um desafio, não? Bem… chega de enrolação e vamos aos meus favoritos.

    1º – Daihachi (Shinmen Takezō);
    2º – Tábula Rasa (André Lima);
    3º – Açoita-me com tua partida (Blanche de Santis);
    4º – A Roda da Fortuna (Cigano Sandro);
    5º – Cartas na Mesa (James Cagney);
    6º – Contracorrente (Gargamel);
    7º – Reunião entre amigos (Marcos Mignola).

    Ao infinito… e além!

  8. Bia Machado
    25 de fevereiro de 2014

    Bem, votando! Como sempre, escolhendo mais pelo gosto de ler, não pela técnica. Infelizmente tive que deixar alguns de fora em que também gostaria de votar. E a sensação de injustiça não quer me deixar, aposto que se deixasse para votar amanhã, a posição dos contos seria outra, talvez algum saísse e outro entrasse em seu lugar… Mas amanhã será um dia difícil, de modo que fico com o ranking de hoje:

    1 – Cartas na mesa – James Cagney
    2 – O tarô de Marcela – Dr. Destino
    3 – Infiltração – Le Fol
    4 – Tábula Rasa – André Lima
    5 – A roda da fortuna – Cigano Sandro
    6 – Daihachi – Shinmen Takezo
    7 – A Aprendiz – Pedro Faust

    Parabéns a todos que participaram, escrevendo e comentando! =D

  9. Leonardo Stockler
    25 de fevereiro de 2014

    VOTAÇÃO:

    1 – Infiltração (Le Fol)
    2 – Açoita-me com tua partida (Blanche de Santis)
    3 – Tábula Rasa (André Lima)
    4 – A Aprendiz (Pedro Faust)
    5 – Daihachi (Shinmen Takezo)
    6 – Viagem (Sygin)
    7 – Cartas na Mesa (James Cagney)

  10. Gustavo Araujo
    24 de fevereiro de 2014

    Abaixo seguem meus votos:

    1) “Recordações de Uma Estrela” (Étoile), pela atmosfera apaixonante criada.

    2) “Cartas na Mesa” (James Cagney), pelo primor na narração, e por tratar de um tema espinhoso, sem sucumbir à apelação;

    3) “Paralaxe” (Montezuma), pela narrativa igualmente primorosa e pelas digressões filosóficas que me fizeram viajar de verdade.

    4) “Infiltração” (Le Fol), pelo enredo, especialmente no início, que me fez lembrar os filmes de Hitchcock.

    5) “Açoita-me com tua Partida” (Blanche), por trazer a lume um assunto atual e polêmico, só que de maneira terna e com narração próxima da perfeição.

    6) “Tarô de Marcela” (Dr. Destino), pelo suspense criado e pelo fato de me fazer pensar na história mesmo muito tempo depois.

    7) “As Cartas e o Destino” (Violet de Maupassant), pela criatividade e pela coragem em subverter fatos históricos bastante conhecidos.

    Menções honrosas para “O Grande Clapton (Galeazzo M. Sforza)”, pelo envolvimento tenaz, “O Quadro Vazio” (Lilá Brown), pela narrativa cândida e ao mesmo tempo subversiva, e “Roda da Fortuna” (Cigano Sandro), por usar com maestria os melhores clichês americanos, criando um conto cujo final é buscado com avidez.

    Menção mais que honrosa para “Daihachi” (Shinmen Takezo) para mim o melhor conto desta safra, cujo único pecado – mortal – foi não ter se referido minimamente ao tema proposto.

  11. Pedro Viana
    24 de fevereiro de 2014

    Acho que cheguei a uma conclusão. Vamos lá.

    1º lugar para “Tábula Rasa”, de André Lima

    2º lugar para “Recordações de uma estrela”, de Étoile

    3º lugar para “A Aprendiz”, de Pedro Faust

    4º lugar para “O Tarô de Marcela”, do Dr. Destino

    5º lugar para “Infiltração”, de Le Fol

    6º lugar para “Açoita-me com tua partida”, de Blanche de Santis

    7º lugar para “Reunião entre amigos”, de Marcos Mignola

    Menção honrosa para Daihachi, de Shinmen Takezo, um conto excelente, mas que não vi sentido em colocar num ranking de melhores contos sobre os arcanos do tarô.

  12. Wesley Nunes
    23 de fevereiro de 2014

    Segue os contos favoritos de Wesley Nunes. Agradeço ao site entre contos pela oportunidade, aprendi muito com o feedback dos colegas (não mudar do nada da primeira para a terceira pessoa e melhorar muito a minha gramática e revisar, revisar , revisar e revisar)

    Parabéns ao vencedor e sucesso a todos.

    Tentei dar uma melhorada no meu conto quem quiser dar uma olhada eu passo com o maior prazer.

    Tábula Rasa (André Lima)
    Recordações de uma estrela (Étoile)
    Açoita-me com tua partida (Blanche de Santis)
    Reunião entre amigos (Marcos Mignola)
    Chuva (Um Cont(a)dor)
    O Mago (Harry)
    A Imperatriz e o Imperador (Imperatriz)

  13. Eduardo Selga
    23 de fevereiro de 2014

    1- Daihachi (Shinmen Takezo)
    2- Infiltração (Le Fol)
    3- Paralaxe (Montezuma)
    4- Os Filhos da Noite (Nyx)
    5- Recordações de uma Estrela (Étoile)
    6- A Aprendiz (Pedro Faust)
    7- Viagem (Sygin)

    Gostaria de dizer o seguinte: embora Daihachi faça uma abordagem do tarô muito tênue, a ponto mesmo de poder considerá-la inexistente, a depender da interpretação, é um texto em que o ato de narrar literariamente é privilegiado. Isso me parece falar mais alto do que a tenuidade da abordagem temática, pela competência com que foi executado.

  14. ryanmso5
    23 de fevereiro de 2014

    Havendo a possibilidade de votar em apenas um conto, seleciono este:

    Daihachi (Shinmen Takezō)

  15. Tom Lima
    23 de fevereiro de 2014

    1º – Paralaxe (Montezuma)
    2º – Infiltração (Le Fol)
    3º- Açoita-me com tua partida (Blanche de Santis)
    4º – Tábula Rasa (André Lima)
    5º – Viagem (Sygin)
    6º – Contracorrente (Gargamel)
    7º – A Aprendiz (Pedro Faust)

  16. Alan Machado de Almeida
    22 de fevereiro de 2014

    01 – Daihachi (Shinmen Takezō)

    02 – Infiltração (Le Fol)

    03 – A Roda da Fortuna (Cigano Sandro)

  17. Claudia Roberta Angst
    21 de fevereiro de 2014

    1- CARTAS NA MESA (James Cagney)
    2- INFILTRAÇÃO (Le Fol)
    3- RECORDAÇÕES DE UMA ESTRELA (Étoile)
    4- ROYAL STRAIGHT FLUSH (Nick Belane)
    5-CONTRACORRENTE (Gargamel)
    6- TÁBULA RASA (André Lima)
    7- TARÔ (Allan the clown of gods)

  18. Anorkinda Neide
    18 de fevereiro de 2014

    É a primeira vez que participo aqui no site.. e achei tudo delicioso! (quase matou as saudades do Orkut!) Agradeço ao Alexandre Leão que me chamou, ao Gustavo e a Bia que me acolheu com tanta amizade! 🙂

    Este desafio foi tão criativo! Amei demais!
    vamos aos votos:

    1º – INFILTRAÇÃO – Le fol – Adorei o terror com surpresas que o texto me proporcionou.

    2º – TARÔ – Allan the clown of gods – Este conto subiu ao meu pódio por apresentar uma cartomante sensacional (como nenhum outro apresentou)

    3º – AÇOITA-ME COM TUA PARTIDA – Blanche de Santis – Aqui gostei demais da forma sutil que o Arcano O Enforcado participa do conto.

    4º – TÁBULA RASA – André Lima – Achei esta uma ótima história que me surpreendeu e entreteu satisfatoriamente.

    5º – REUNIÃO ENTRE AMIGOS – Marcos Mignola – Gostei demais do texto e dos personagens.

    6º – RECORDAÇÕES DE UMA ESTRELA – Étoile – Uma abordagem bem criativa dos Arcanos, numa história envolvente.

    7º – CHUVA – Um contador – Gostei muito dos Arcanos elencando fases da vida do personagem e do personagem em si, cativante.

  19. Paula Melo
    18 de fevereiro de 2014

    1 -Os filhos da noite – Nyx
    2- Recordações de uma estrela – Étoile
    3- Infiltraçao – Le Fol
    4- A Aprendiz – Pedro Faust
    5- A Viajem- Sygin
    6- Royal Straight Flush – Nick Belane
    7-Reunião entre amigos -Marcos Mignola

  20. Ricardo Gnecco Falco
    18 de fevereiro de 2014

    Então, vamos lá…

    1) Infiltração (Le Fol);

    2) Açoita-me com tua partida (Peladhios in Santhius);

    3) Royal Straight Flush (Nick Belane);

    4) Cartas na mesa (James Cagnão);

    5) Recordações de uma estrela (Étoile);

    6) O grande Clapton (Galeazzo M. Sforza);

    7) Um dia entre arcanos (Triny del Valle).

    PS: “Infiltração” acabou ficando mesmo em primeiro lugar porque, mesmo achando que o/a autor/a perdeu — um pouco — a mão no final, não encontrei outra obra que a superasse neste desafio; tenho que ser justo… (rs!)
    Então, autor/a, PLEASE, reveja com carinho o seu final… Este conto merece!!! 🙂

    E… Parabéns a todos os meus criativos coleguinhas daqui; foi muito gostoso rabiscar com vocês! 😉

    Abrax,

    Paz e Bem!

    • Claudia Roberta Angst
      27 de fevereiro de 2014

      Não acredito que você teve a coragem de votar no meu conto – Um Dia entre Arcanos, Ricardo. Francamente! kkk Obrigada por me livrar da nulidade absoluta. 🙂

      • Ricardo Gnecco Falco
        28 de fevereiro de 2014

        😀 Fala sério, né Claudia! Eu não comentei lá no seu conto que já tinha feito o mesmo exercício literário em meus iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiidos tempos de poeta?! (rs!)
        Entendi completamente a sua proposta para este mês. 😉 E, não se esqueça que eu ganhei o troféu “oráculo de Delphos”; ou seja, sei diferenciar quem É escritor de quem NÃO O É, mesmo em dias “menos inspirados”! (rs!)
        Bjs e saiba que “nulidade absoluta” só tem quem não escreve! 🙂

        Nos encontramos no próximo!

  21. Rodrigo Arcadia
    18 de fevereiro de 2014

    Deixando a minha votação para os contos do Desafio. Desejando aos participantes uma boa sorte. Abraços.

    1- Recordações de Uma Estrela ( Étoile)
    2- Contracorrente ( Gargamel)
    3- Paralaxe ( Montezuma)
    4- Açoita-me Com Tua Partida (Blanche de Santis)
    5- Tabula Rasa ( André Lima)
    6- A Aprendiz ( Pedro Faust)
    7- Daihachi ( Shinmen Takezô)

  22. Eduardo Selga
    17 de fevereiro de 2014

    Já tenho elencados os sete contos, mas uma questão me incomoda desde ontem: há um que é muito bom, mas a referência que faz ao tema é por demais vaga, a ponto de, dependendo da interpretação, ser considerada inexistente. Devo considerá-lo? O fato de ele estar incluso na disputa significa que essa referência existe?

    • EntreContos
      17 de fevereiro de 2014

      Oi, Eduardo, Esse julgamento quanto à adequação do conto ao tema fica a critério do leitor/votante. A moderação não interfere nisso. Sinta-se livre para votar do modo que achar mais adequado. Abs.

  23. rubemcabral
    17 de fevereiro de 2014

    Foi um bom concurso, com muitos contos que gostei muito.

    Embora não tenha sido um daqueles desafios em que algum conto foi inconteste o meu preferido sob todos os aspectos, houve muitos textos bastante bons.

    Relacionando então, os contos que foram – em minha modesta opinião – os mais equilibrados em enredo + escrita, tenho:

    (1) Açoita-me com tua partida (Blanche de Santis) – aqui só senti um certo exagero no rebuscamento da escrita. No entanto, gostei muito da história e da forma em que o tarô – sob a figura do enforcado – foi apresentado. Acho que conheço o autor e prevejo muitos bons contos em desafios futuros.

    (2) O Tarô de Marcela (Dr. Destino) – o conto apresenta pequenas falhas, mas o trocadilho do título (Tarot de Marseille) e a história bonita de sacrifício – que remeteu-me aos pedidos amaldiçoados d’A pata do macaco – pesaram a balança a seu favor.

    (3) Recordações de uma estrela (Étoile) – um conto muito agradável de ler. Pecou para mim apenas por me lembrar muito do filme “Fome de Viver”, mas num universo de histórias finitas, onde quase todas já foram contadas, não há porque penalizar o autor por isso. Logo, só o ponho em terceiro pq achei os contos anteriores com enredos mais instigantes.

    (4) Paralaxe (Montezuma) – foi talvez o conto com melhor escrita do concurso. Não o coloquei em primeiro lugar somente pelo ritmo muito lento, em especial no inicio do texto. No entanto, depois a história vai ganhando novo fôlego e achei também o cenário e demais elementos muito originais.

    (5) Tábula Rasa (André Lima) – aqui o nosso amigo muchacho talvez tenha escrito rápido demais. O conto é simpático e agradável, com prosa ágil a la L.F. Veríssimo, mas achei o final fraco, em especial ao conhecer o potencial da pena do provável autor.

    (6) Daihachi (Shinmen Tekezo) – inicialmente havia torcido o nariz para a heroína samurai num Japão medieval notoriamente machista. Depois, repensei sob a ótica da fantasia, e vi que a heróina era em verdade inédita e interessante. Boa história, tarô sutilmente insinuado, thumbs up.

    (7) Cartas na mesa (James Cagney) – outro onde torci o nariz, em especial ao ver que tinha cartomante na história e também por estranhar bastante o fato das mulheres não se reconhecerem… mas aí, veio aquele final, e bem, virou a mesa e meus pré-conceitos com o conto também.

    Menções honrosas: A Aprendiz, Viagem, Os filhos da noite, Contracorrente, O Grande Clapton, É…Namorados.

  24. Jefferson Lemos
    16 de fevereiro de 2014

    Que isso galera!
    Vamos ser otimistas. Pelo menos os dez pontos nós teremos! hahaha

    • Frank
      16 de fevereiro de 2014

      Hahahahahaha…boa Jefferson!

    • Claudia Roberta Angst
      17 de fevereiro de 2014

      Nossa, é mesmo, tinha me esquecido dos dez pontos. .kkkkk

  25. Claudia Roberta Angst
    16 de fevereiro de 2014

    E eu nem no último lugar vou ficar. Vou ser defenestrada do desafio…rsrsrs. Mas segundo o grande Fernando Pessoa, “tudo vale a pena se a alma não é pequena”. Mas será que a pena era de pombo ou de pavão? O valor muda muito, né? Enfim, boa sorte e coragem para todos nós.

  26. Jefferson Lemos
    16 de fevereiro de 2014

    1 – Infiltração ( Le Fol)
    2 – Viagem (Sygin)
    3 – Recordações de Uma Estrela (Etóile)
    4 – Royal Straight Flush ( Nick Belane)
    5 – O Grande Clapton (Galeazzo M. Sforza)
    6 – Reunião Entre Amigos (Marcos Mignola)
    7 – A Aprendiz (Pedro Faust)

  27. mhs1971
    16 de fevereiro de 2014

    Ih, meu filho, então vamos disputar o último lugar tb. rsrsrs

  28. Pétrya Bischoff
    15 de fevereiro de 2014

    01. Os Filhos da Noite (Nyx);
    02. Paralaxe (Montezuma);
    03. Infiltração (Le Fol);
    04. Contracorrente (Gargamel) ;
    05. Cartas na Mesa (James Cagney);
    06. O Grande Clapton (Galeazzo M. Sforza);
    07. A Roda da Fortuna (Cigano Sandro).

  29. Frank
    15 de fevereiro de 2014

    Huummmm…as cartas me dizem que no mínimo o último lugar meu conto tem garantido!!!!! Aí, sim.

E Então? O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado às 15 de fevereiro de 2014 por em Tarô e marcado .