EntreContos

Detox Literário.

Milagrário Pessoal, de José Eduardo Agualusa – Resenha de Livro

Milagrario_pessoalEditora Língua Geral – Coleção Ponta de Lança
240 págs.

Como trabalha um caçador de neologismos? Esta pergunta acerca o trabalho da personagem Iara, que pesquisa pel o computador novas palavras que surgem. Sua função é analisá-las, classificá-las se são merecedoras de ocupar um espaço nos dicionários da língua portuguesa. Ela conta com a ajuda de seu professor e companheiro para este tipo de trabalho. Ela descobre que estão subvertendo as palavras, dando-lhe novos sentidos que as mutilam.
No árduo trabalho de caça às palavras e de quem as modificam, ocorre também um desfile de muitos personagens e histórias ligadas à criação e origens de tantas outras palavras. A riqueza cultural ligada à língua portuguesa que ladeam a sociedade africana, transborda em história de seus intelectuais, poetas e literárias que contibuíram para o enobrecimento e perpetuação da língua que nos colonizou.
Não há como disfarçar ou mesmo deixar de não querer saber das inúmeras histórias entrelaçadas ao caminho dos personagens do livro. E demonstra o quanto de apreço e acirrez os interessados e amantes de nossa língua dispõe de mantê-la original, enriquecida sem pervertê-la, além de dar o valor histórico linguístico que carrega a língua portuguesa. Atribui-se até, de tão rica e diferente é a língua portuguesa, que certas palavras têm de origem vind da língua dos pássaros, de tão mágica e encantadora são seus significados.
Todas as histórias entrelaçadas possuem uma aura de certa magia que somente o autor soube colocar para que o fascínio poético que nossa língua pode oferecer-nos, além do aprofundamento enraizado que a sustenta e mantêm-na próspera no eu crescimento cultural linguístico, a suportar os estrangeirismos que mutilam nosso vocabulário que muda a cada passagem de gerações.
Soube o que significava Desamparinho, este que é de origem cabo verdiano, é dado o nome àquela hora do final da tarde, quando o dia cede o lugar para a noite. Agora, o entardecer ganhou mais um substantivo que o embeleza.
Aos amantes, admiradores e defensores da língua portuguesa, não há como não se deliciar com esta obra, enriquecedora e interessante, que enternece seu uso e a valoriza como ninguém mais pôde.

Anúncios

Sobre Marcia Saito

Escrever e desenhar são os sentidos que fazem o meu caminho. Criar sempre. Desistir jamais.

Um comentário em “Milagrário Pessoal, de José Eduardo Agualusa – Resenha de Livro

  1. piscies
    19 de janeiro de 2015

    Que ideia interessante de livro. Fiquei curioso para ler. Nunca li nada parecido, e sempre gostei de ler sobre a língua portuguesa. Quase grito de ódio sempre que vejo textos publicados nas redes sociais usando neologismos forçados ou atribuindo significados errados às palavras (além da enxurrada de erros de português gritantes).

    Mais um pra lista infindável de livros para ler! rs

Deixe uma resposta para piscies Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado em 18 de janeiro de 2015 por em Resenhas.