EntreContos

Detox Literário.

Do Amor e Outros Demônios – Resenha (Gustavo Andrade)

Podemos ver a leitura como um preenchimento de lacunas, a partir de quem lê, do texto escrito. Não num sentido em que falte alguma coisa (na verdade, falta sim, porém … Continuar lendo

27 de fevereiro de 2015 · 4 Comentários

Bolsa de Memórias/Regressão de Valores (Gustavo Andrade)

CAPITAL MORTO dinheiro e auto-valor banalizados, banalizantes. não há surpresas. homem que se joga através do ar. janela. Sexta-feira, tarde ensolarada. é aniversário da criança que recebe os primeiros respingos … Continuar lendo

6 de fevereiro de 2015 · 54 Comentários

Esquizofrenia (Gustavo Andrade)

O PRIMEIRO CONTATO O brilho azul da sirene e o vermelho que saía do homem competiam para chamar a minha atenção. Brilho azul, como o do vulto que fez Tobias … Continuar lendo

19 de dezembro de 2014 · 54 Comentários

(Relevâncias Desventurosas aos Envolvidos) – (Gustavo Andrade)

O cheiro azedo que exalava da boca de Léia – enquanto testava seu hálito e recolhia as coisas (e pessoas) quebradas do chão – não lhe era tão surpreendente quanto … Continuar lendo

7 de novembro de 2014 · 50 Comentários

A Virgem, o Músico e a Puta (Gustavo Andrade)

α   A música não existia, foi então que eu a criei. O amor virava poesia: eu o compus e musiquei. A lira de minhas mãos – e daquele que, … Continuar lendo

7 de outubro de 2014 · 2 Comentários